A LIBERDADE É AMORAL

Local de discussão livre sobre todos os temas sociais.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 O LIVRO DE SÃO CIPRIANO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Qua Mar 03, 2010 10:44 pm

URBAIN LAPLACE


LEGITIMO LIVRO

SÃO CIPRIANO

REZAS, ORAÇÕES E ESCONJUROS EXTRAIDOS

DE SEU MANUSCRITO ORIGINAL




Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Qua Mar 03, 2010 10:53 pm

INDICE

Advertência.......................................................5

I PARTE
Orações e Rezas ............................................... 7

II PARTE
Esconjuras ..................................................... 31

III PARTE
Crendices ...................................................... 37

IV PARTE
O Fim do Mundo ............................................. 47

V PARTE
Quem foi São Cipriano ..................................... 63

VI PARTE
Quiromancia .................................................. 71

VII PARTE
Cartomancia ...................................................83
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Qua Mar 03, 2010 10:58 pm

Antes do Livro algumas notas sobre São Cipriano:

A lenda de São Cipriano - O Feiticeiro - confunde-se com um outro célebre Cipriano imortalizado na Igreja Católica, conhecido como Papa Africano. Apesar do abismo histórico que os afasta, as lendas combinam-se e os Ciprianos, muitas vezes, tornam-se um só na cultura popular. É comum encontrarmos fatos e características pessoais atribuídas equivocadamente. Além dos mesmos nomes, os mártires coexistiram, mas em regiões distintas.

Cipriano – O Feiticeiro - é celebrado no dia 2 de Outubro. Foi um homem que dedicou boa parte de sua vida ao estudo das ciências ocultas. Após deparar-se com a jovem (Santa) Justina, converteu-se ao catolicismo. Martirizado e canonizado, sua popularidade excedeu a fé cristã devido ao famoso Livro de São Cipriano, um compilado de rituais de magia.

A fantástica trajetória do Feiticeiro e Santo da Antioquia, representa o elo entre Deus e o Diabo, entre o puro e o pecaminoso, entre a soberba e a humildade. São Cipriano é mais que um personagem da Igreja Católica ou um livro de magia; é um símbolo da dualidade da fé humana.

O Feiticeiro

Filho de pais pagãos e muito ricos, nasceu em 250 d.C. na Antioquia, região situada entre a Síria e a Arábia, pertencente ao governo da Fenícia. Desde a infância, Cipriano foi induzido aos estudos da feitiçaria e das ciências ocultas como a alquimia, astrologia, adivinhação e as diversas modalidades de magia.

Após muito tempo viajando pelo Egito, Grécia e outros países aperfeiçoando seus conhecimentos, aos trinta anos de idade Cipriano chega à Babilônia a fim de conhecer a cultura ocultista dos Caldeus. Foi nesta época que encontrou a bruxa Évora, onde teve a oportunidade de intensificar seus estudos e aprimorar a técnica da premonição. Évora morreu em avançada idade, mas deixou seus manuscritos para Cipriano, dos quais foram de grande proveito. Assim, o feiticeiro dedicou-se arduamente, e logo se tornou conhecido, respeitado e temido por onde passava.

A Conversão Cristã

Vivia em Antioquia a bela e rica donzela Justina. Seu pai Edeso e sua mãe Cledonia, a educaram nas tradições pagãs. Porém, ouvindo as pregações do diácono Prailo, Justina converteu-se ao cristianismo, dedicando sua vida as orações, consagrando e preservando sua virgindade.

Um jovem rico chamado Aglaide apaixonou-se por Justina. Os pais da donzela (também convertidos à fé Cristã) concederam-na por esposa. Porém, Justina não aceitou casar-se. Aglaide recorreu a Cipriano para que o feiticeiro aplicasse seu poder, de modo que a donzela abandonasse a fé e se entregasse ao matrimônio.

Cipriano investiu a tentação demoníaca sobre Justina. Fez uso de um pó que despertaria a luxúria, ofereceu sacrifícios e empregou diversas obras malignas. Mas não obteve resultado, pois Justina defendia-se com orações e o Sinal da Cruz.

A ineficácia dos feitiços fez com que Cipriano se desiludisse profundamente perante sua fé e se voltasse contra o demônio. Influenciado por um amigo cristão de nome Eusébio, o bruxo converteu-se ao cristianismo, chegando a queimar seus manuscritos de feitiçaria e distribuir seus bens entre os pobres.

Os Fantasmas

Em um capítulo de seu livro, Cipriano narra um episódio ocorrido após sua conversão:

"Numa noite de sexta-feira, caminhava por uma rua deserta quando se deparou com quatorze fantasmas. Essas aparições eram bruxas que imploravam ajuda. Cipriano respondeu-lhes que havia se arrependido de sua vida de feiticeiro, e que havia se tornado temente a Jesus Cristo. Logo depois caiu em sono profundo, e sonhou que a oração do Anjo Custódio o livraria daqueles fantasmas. Ao despertar teve uma breve visão do Anjo. Assim, auxiliado pela oração de São Gregório e do Anjo Custódio, esconjurou e livrou a alma atormentada das bruxas."

A Morte

As notícias da conversão e das obras cristãs de Cipriano e Justina, chegaram até o imperador Diocleciano que se encontrava na Nicomédia. Assim, logo foram perseguidos, presos e torturados. Frente ao imperador, viram-se forçados a negar a fé cristã. Justina foi chicoteada, e Cipriano açoitado com pentes de ferro. Não cederam.

Irritado com a resistência, Diocleciano ainda lançou Cipriano e Justina numa caldeira fervente de banha e cera. Os mártires não renunciaram, e tampouco transpareciam sofrimento. O feiticeiro Athanasio (que havia sido discípulo de Cipriano) julgou que as torturas não surtiam efeito devido a algum sortilégio lançado por seu ex-mestre. Na tentativa de desafiar Cipriano e elevar a própria moral, Athanasio invocou os demônios e atirou-se na caldeira. Seu corpo foi dizimado pelo calor em poucos segundos.

Após este fato, o imperador Diocleciano finalmente ordenou a morte de Justina e Cipriano. No dia 26 de Setembro de 304, os mártires e um outro cristão de nome Teotiso, foram decapitados às margens do Rio Galo da Nicomédia. Os corpos ficaram expostos por 6 dias, até que um grupo de cristãos recolheu e os levou para Roma, ficando sob os cuidados de uma senhora chamada Rufina. Já no império de Constantino, os restos mortais foram enviados para a Basílica de São João Latrão.

O Livro

O famoso Livro de São Cipriano foi redigido antes de sua conversão, mas o mistério que envolve a vida do Santo interfere também em seu livro. Uma parte dos manuscritos foi queimada por ele mesmo. A questão é que não se sabe quando, e por quem os registros foram reunidos e traduzidos do hebraico para o latim, e posteriormente levados para diversas partes do mundo.

No decorrer dos anos, o conteúdo sofreu alterações significativas. Houve uma adaptação de acordo com as necessidades e possibilidades contemporâneas; além da adequação necessária na tradução para os vários idiomas. Esses fatores colocam em dúvida a fidelidade das versões recentes, se comparadas às mais antigas.

Atualmente, não é possível falar do Livro, mas sim dos Livros de São Cipriano. As edições capa preta e capa de aço; ou aquelas intituladas como o autêntico, o verdadeiro, ou o único, enfatizam um mesmo acervo mágico central, e ainda exaltam o cristianismo e a vitória do bem sobre o mal. Porém, existem grandes diferenças no conteúdo. Enquanto alguns exemplares apresentam histórias e rituais inofensivos, outros apelam para campos negativistas e destrutivos da magia.

Num aspecto geral, encontra-se instruções aos religiosos para tratar de uma moléstia, além de cartomancia, esconjurações e exorcismos. A Oração da Cabra Preta, Oração do Anjo Custódio e outras da crença popular também são inclusas (Magnificat, Cruz de São Bento, Oração para Assistir aos Enfermos na Hora da Morte, etc.). Além dos rituais de como obter um pacto com o demônio, como desmanchar um casamento e da caveira iluminada com velas de sebo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Qui Mar 04, 2010 11:19 pm

ADVERTÊNCIA

Para que você goze todos os benefícios que este livro lhe poderá dar, é necessário que siga à risca a recomendação de São Cipriano, que afirma no Prefácio de seu manuscrito:

"Este livro não poderá ser emprestado a ninguém; deverá pertencer exclusivamente a quem o adquiriu, não podendo fazer uso dele nenhuma outra pessoa, nem mesmo por parentesco de sangue ou que resida na mesma casa. Se esta advertência não for seguida à risca, nenhum benefício lhe será dado".

Esta advertência de São Cipriano é compreensível, se levarmos em consideração que na época em que viveu, fornecia seus conhecimentos mediante consulta. Portanto, este livro representa EXCLUSIVAMENTE UMA CONSULTA DA PESSOA QUE O ADQUIRIU.

É aconselhável que, após ter sido feito o uso necessário do mesmo, ele seja destruído ou então conservado em lugar inviolável.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Sex Mar 05, 2010 9:46 pm

ORAÇÃO DA CABRA PRETA MILAGROSA

Cabra Preta milagrosa, que pelo monte subiu, trazei-me Fulano, que de minha mão sumiu. Fulano, assim como o galo canta, o burro rincha, o sino toca e a cabra berra, assim tu hás de andar atrás de mim.
Assim como Caifás, Satanás, Ferrabrás e o Maioral do Inferno, que fazem todos dominar, fazei Fulano se dominar, para me trazer cordeiro, preso debaixo do meu pé esquerdo.
Fulano, dinheiro na tina e na minha mão não há de faltar; com sede, tu, nem eu, não haveremos de acabar; de tiro e faca, nem tu, nem eu, não há de nos pegar; meus inimigos não hão de me enxergar.
A luta vencerei, com os poderes da Cabra Preta milagrosa. Fulano, com dois eu te vejo, com três eu te prendo, com Caifás, Satanás, Ferrabrás.

(REZE-SE ESTA ORAÇÃO COM UMA VELA ACESA E UMA FACA DE PONTA)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Ter Mar 09, 2010 10:26 pm

1 PARTE

ORAÇÕES E REZAS

REZAS DE SÃO CIPRIANO

“Eu Cipriano, servo de Deus, a quem amo de todo o meu coração, corpo e alma, pesa-me por vos não amar desde o dia em que me destes o ser”.

“Porém, vós, meu Deus e meu Senhor, de todo o meu coração, os benefícios que de vós estou recebendo, pois, agora, ó Deus das criaturas, dai-me força e fé para que eu possa desligar tudo quanto tenho ligado para o que invocarei sempre o vosso santíssimo nome. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém.”

"Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém".

"É certo. Nosso Deus, que agora sou vosso servo Cipriano, dizendo-vos: Deus forte e poderoso, que morais no grande cume que é o céu, onde existe o Deus forte e santo, louvado sejais para sempre!”

"Vós que vistes as malícias deste vosso servo Cipriano! E tais malícias pelas quais eu fui metido debaixo do poder do diabo, mas eu não conhecia vosso santo nome, ligava as mulheres, ligava as nuvens do céu, ligava as águas do mar para que os pescadores não pudessem navegar ara pescarem o peixe para sustento dos homens, pois eu pelas minhas malícias, minhas grandes maldades, ligava as mulheres prenhas para que não pudessem parir, e todas estas coisas eu fazia em nome do demônio. Agora, meu Deus o torno a invocar para que sejam desfeitas e desligadas as bruxarias e feitiçarias da máquina ou do corpo desta criatura (nome).

Pois vos chamo, ó Deus poderoso, para que rompas todos os ligamentos dos homens e das mulheres. Caia a chuva sobre a face da terra para que de seu fruto, as mulheres tenham seus filhos; livre de qualquer ligamento que lhe tenha feito, desligue o mar para que os pescadores possam pescar. Livre de qualquer perigo, desligue tido quanto está ligado nesta criatura do Senhor; seja desatada, desligada de qualquer forma que o esteja ; eu a desligo, desalfineto, rasgo, calço e desfaço tudo, monecro ou monecra que esteja em algum poço ou levada, para secar esta criatura (nome), pois todo o maldito diabo e tudo seja livre do mal e de todos os males ou malfeitos, feitiços, encantamentos ou superstições, artes diabólicas. O Senhor tudo destruiu e aniquilou: o Deus dos altos céus seja glorificado no céu e na terra, assim como por Manoel, que é o nome de Deus poderoso. Assim como a pedra seca se abriu e lançou água de que beberam os filhos de Israel, assim o Senhor muito poderoso, com a mão cheia de graça, livre este vosso servo (nome) de todos os malefícios, feitiços, ligamentos, encantos e em tudo que seja feito pelo diabo ou seus servos, e assim que tiver esta oração sobre si e a trouxer consigo ou tiver em casa, seja com ela diante do paraíso terreal do qual saíram quatro rios, cinqüenta e seis tigres eufrates, pelos quais mandastes deitar água a todo e mundo por cujos vos suplico. Senhor meu Jesus Cristo, filho de Maria Santíssima, a quem entristecer ou maltratar pelo maldito maligno espírito nenhum encantamento nem malfeitos não façam nem movam coisa alguma contra este vosso servo (nome), mas todas as coisas aqui mencionadas sejam obtidas e anuladas, para o qual eu invoco se as setenta e duas línguas que estão repartidas por todo o mundo e qualquer dos seus contrários, sejam aniquiladas as suas pesquisas pelos anjos, seja absoluto este vosso servo (nome) com toda a sua casa e coisas que nela estão, sejam aniquilados as suas pesquisas pelos anjos, seja absoluto este vosso servo (nome) com toda a sua casa e coisas que nela estão, sejam todos livres de todos os malefícios e feitiços pelo nome de Deus Pai que nasceu sobre Jerusalém, por todos os mais anjos santos e por todos os que servem diante do paraíso ou na presença do alto Deus Pai Todo Poderoso, para que maldito diabo não tenha poder de empecer a pessoa alguma.

Qualquer pessoa que esta oração trouxer consigo, ou lhe for lida, ou onde estiver algum sinal do diabo, de dia ou de noite, por Deus, Jacques e Jacob, o inimigo maldito seja expulso para fora; invoco a comunhão dos Santos Apóstolos, de Nosso Senhor Jesus Cristo, São Paulo, pelas orações das religiosas, pela empresa formosura de Eva, pelo sacrifício de Abel, por Deus unido a Jesus, seu Eterno Pai, pela castidade dos fiéis, pela bondade deles, pela fé em Abrahão, pela obediência de Nossa Senhora quando ela livrou a Deus, pela oração de Madalena, pela paciência de Moisés, sirva a oração de São José para desfazer os encantamentos, Santos e Anjos. valei-me ; pelo sacrifício de São Jonas, pelas lágrimas de Jeremias, pela oração de Zacarias, pela profecia e por aqueles que não dormem de noite e estão sonhando com Deus Nosso Senhor Jesus Cristo, pelo profeta Daniel, pelas palavras dos Santos Evangelistas, pela coroa que deu a Moisés em língua de fogo, pelos sermões que fizeram os apóstolos, pelo nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, pelo seu santo batismo, pela voz que foi ouvida do Pai Eterno, dizendo: "Este é meu filho escolhido e meu amado; deve-me muito apreço porque toda a gente o teme e porque fez abrandar o mar e fez dar frutos à terra", pelos milagres dos anjos que juntos a ele estão, pelas virtudes dos Apóstolos, pela vinda do Espírito Santo que baixou sobre eles, pelas virtudes e, nomes que nesta oração, estão pelo louvor de Deus que fez todas as coisas pelo t, pelo filho t, pelo Espírito Santo t, (nome), se te está feita alguma feitiçaria nos cabelos da cabeça, roupa do corpo, ou da cama, ou no calçado, ou em algodão, seda, linho, ou lã, ou em cabelos de cristão, ou de mouro ou de herejes, ou em osso de criatura humana, de aves ou de outro animal; ou em madeira, ou em livros, ou em sepulturas de cristão, ou em sepulturas de mouros, ou em fonte ou ponte, ou altar, ou rio, ou em casa, ou em paredes de cal, ou em campo, ou em lugares solitários, ou dentro das igrejas, ou repartimentos de rios, em casa feita de cera ou mármore, ou em figuras feitas de fazenda, ou em sapo ou saramantiga, ou bicha ou em bicho do mar ou do rio ou do lameiro, ou em comidas ou bebidas, ou em terra do pé esquerdo ou direito, ou em outra qualquer coisa em que se possa fazer feitiços".

"Todas estas coisas sejam desfeitas e desligadas dês-te servo (nome) do Senhor, tanto as que eu, Cipriano, tenho feito, com as que têm feito, essas bruxas servas do demônio; isto tudo volte ao seu próprio ser que dantes tinha ou em sua própria figura, ou em a que Deus criou".

"Santo Agostinho e todos os santos e santas, por santo nome, que façam que todas as criaturas sejam livres do mal do demônio. Amém".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nirvana

avatar

Mensagens : 48
Data de inscrição : 10/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Sab Mar 13, 2010 12:35 pm

Isto é a brincar ou a sério?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Ter Mar 16, 2010 10:35 pm

Nirvana escreveu:
Isto é a brincar ou a sério?


Isso depende da perspectiva de cada um...

Eu limito-me a transcrever um livro que faz parte do imaginário de muita gente...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Seg Mar 22, 2010 11:18 pm

PARA OS ENFERMOS

Para se saber se a moléstia é natural ou sobrenatural, deve-se dizer esta oração em latim.

"Praecipitur in Nomine Jesus, ut desinat nocere aegroto, statim cesse delirium, et illuo ordinate discurrat. Si cadat, ut mortuus, et sine mora surget ad praeceptu. Exortistae factu in Nomine Jesus. Si in pondere assicitur, ut a multis himinibus elevaret non aliqua parte corporis si dolor, vel tumor, et ad signo Crucis, vel imposito praecepto in nomine Jesus cessat. Si side causa velit sibi morte inserre, se praecipite dure. Quando imaginationi, se praesentat res inhonestae contra Imagines Christi, et Sanctorum, et si eorem tempore sentiant in capit, ut plumbum, ut aguam frigidam, vel ferrumignitem, et hoc fugit ad signum Crucis vel incovato Nomine Jesu. Quando Sacramenta, Reliquias, et res sacros edit ; quando nulla praecedente tribulation, desperat, se dilacerat. Quando subito patenti lumen aufertur, et subito restitutur ; quando diurno tempora nihil vidit, et nocturno bene vidit et sine fuce lugit epistolam: si subito siat surdus, te postae bene audiat, non solun materialia, sed spiritualia. Si per septem, vel novem dies mihil, vel parum comelens fortis est, et pinguis, sicut antea. Si loquitur de Mysteris ultra suas capacitatem, quando nun custat de illius sanctitite. Quando ventus vehemens discurrit per totum corpus ad mudum formicarum; quando elevatur corpus contra volutatem patientes, et non apparet a quo leventur. Clamores, scissio vestium, arrota-tines dentium, quando potiens non est stultus: vel quando honro natura debilis non potest teneri a multis. Quando haber liguem tumidam, et ni gram, quando audiuntur rugitus leonum, balatus ovium, latra tus canun, porco-rum grumitus, et similium. Si vairepraeter naturam vident, et audiunt, si homines maximo odio perseuntur ; si praecipitis se exponunt, se oculos horribiles habent, remanent, sensibus destituti. Quando corpu talibenedicti, quando ab Aeclesia fugit, et aguam benedictan non consentit: quando iratos se ostendune contra Ministros
superdonentes Relíquias capiti (eti occulte). Quando Imagines Cristi, et virginis Mariae nolunt inspicere sed conspuunt, quando verba sacra nolun, profere, vel si proferant, illa corrumpunt, et balbat cienter student prefere. Cum superposita capiti manu sacra ad lactionem Evangeliorum conturbatum aegrotus, cum plusquam solitum palpitaverit, sensus occupantum, gattaes sudoris destuunt, anxietates senta; stridores usque xxx ad Caelum mittit, sed posernit, vel similia facit. Amém”.

Se depois de proferir esta oração, o religioso entender que é demônio ou alma perdida que está mortificando o enfermo, deve proferir o seguinte Preceito:

“Eu como criatura de Deus feita à sua semelhança e remida com o seu santíssimo sangue, vos ponho preceito, demônio ou demônios, para que cessem os vossos delírios, para que esta criatura não seja jamais por vós atormentada com as vossas fúrias infernais". "Pois o nome do Senhor é forte e poderoso, por quem eu vos cito e notifico que vos ausenteis deste lugar para fora. Eu vos ligo eternamente no lugar que Deus Nosso Senhor vos destinar; porque com o nome de Jesus vos piso e rebato e vos aborreço mesmo do meu pensamento para fora. O Senhor seja comigo e com todos nós, ausentes e presentes, para que tu, demônio, não possas jamais atormentar as criaturas do Senhor.
Fugi, partes contrárias, que venceu o leão de Judá e a raça de David".
"Amarro-vos com as cadeias de São Pedro e com a toalha que o santo rosto de Jesus Cristo, para que jamais possais atormentar os viventes".

(Faça-se o ato de contrição)

Deve-se repetir muitas vezes, principalmente às mulheres grávidas, para que não aconteça algum vômito com os fortes ataques que os demônios causam nesta ocasião.
Em seguida deve dizer-se a oração de São Cipriano, para desfazer toda a qualidade de feitiçaria e conjurações dos demônios, espíritos malignos ou ligações que tenham feito homens ou mulheres, ou para rezar em uma casa que se desconfie estar possessa de espíritos malignos ou, finalmente, para tudo que diz respeito a moléstias sobrenaturais.
Nesta oração diz-se muitas vezes:

"Eu desligo tudo quanto está ligado".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Seg Mar 29, 2010 11:14 pm

PARA O DEMONIO DEIXAR O ENFERMO

Se as orações foram ditas e pronunciadas como se preceituou e se, passando três dias, o doente ainda se encontra possesso, trata-se, é claro, "de uma morada aberta", que logo deverá ser fechada da seguinte forma:
Arranja-se uma chave de aço, em ponto pequeno, e deita-se-lhe a bênção da forma seguinte:

"O Senhor lance sobre si a sua santíssima bênção e o seu santíssimo poder para que te dê a virtude eficaz, para que toda a morada ou porta onde entra o Satanás por ti seja fechada, jamais o demônio ou seus aliados por ela possam entrar, pois abençoada seja em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo. Amém".

Deita-se água benta em cruz sobre a chave.

A chave deve estar sobre o peito do enfermo, como se se estivesse a fechar uma porta, proferindo as seguintes palavras:
"Ó Deus Onipotente, que do seio do eterno Pai viestes ao mundo para a salvação dos homens, dignai-vos, pois, Senhor, de pôr preceito ao demônio ou demônios, para que eles não tenham mais o poder e atrevimento de entrar nesta
morada. Seja fechada a sua porta assim como Pedro fecha as portas do céu às almas que lá querem entrar sem que primeiro expiem as suas culpas".

O religioso finge que está a fechar uma porta no peito do enfermo:
"Dignai-vos, Senhor, permitir que Pedro venha do céu à terra fechar a morada onde os malditos demônios querem entrar quando muito bem lhes parece.
"Pois eu, (o nome de quem profere a oração), em vosso santíssimo nome ponho preceito a esses espíritos do mal, desde hoje para o futuro não possam mais fazer morada no corpo de (nome do doente), que lhe será fechada esta porta perpetuamente, assim como lhe é fechada a do reino dos espíritos puros. Amém".

Terminada esta oração, escreva-se em um papel o nome de Satanás, queima-se o papel e pronunciam-se as seguintes palavras:
"Desapareça, Satanás, como pó de estrada e o fumo das chaminés".

A mais potente esconjuração de São Cipriano, feita num momento de profunda integração com as forças do grande Cosme.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Dom Abr 11, 2010 7:05 pm

PARA OS DOENTES NA HORA DA MORTE

Esta oração é tão eficaz, afirma São Cipriano, que nenhuma alma se perde, quando é dita com devoção e é em Jesus Cristo. (1) :
"Jesus, meu Redentor, em vossas mãos, Senhor, encomendo a alma deste servo, para que vós, Salvador do mundo, a leveis para o céu na companhia dos anjos".
"Jesus, Jesus, Jesus seja contigo para que te defenda; Jesus esteja na tua alma, para que te assente; Jesus esteja diante de ti para que te guie: Jesus esteja na tua presença para que te guarde; Jesus, Jesus reina, Jesus domina, Jesus de todo o mal te defenda. Esta é a Cruz do Divino Redentor, fugi, fugi, ausentai-vos, inimigo das almas remidas com o sangue preciosíssimo de Jesus Cristo".
"Jesus, Jesus, Jesus; Maria, Mãe de Graça, Mãe de Misericórdia, defendei-me do inimigo e amparai-me nesta hora. Não se desampareis, Senhora, rogai por este vosso servo (nome do doente) a vosso Amado Filho, para que com vossa intercessão saia livre do perigo de seus inimigos e das suas tentações".
"Jesus, Jesus, Jesus; recebei a alma deste vosso servo (nome do doente), olhai-o com olhos de compaixão; abri-lhe esses braços, amparai-o, Senhor, com a vossa misericórdia, pois é feitura de vossas mãos e a alma imagem vossa".
"Jesus, Jesus, Jesus! De vós, meu Deus, lhe há de vir até o remédio; não lhe negueis, a vossa graça nesta hora, pois eu, (nome do religioso) vos chamo, ó Deus Poderoso, para que venhais sem demora receber esta alma nos vossos santíssimos braços: vinde em seu socorro, assim como viestes em socorro de Cipriano quando estava em batalha com Lúcifer".
"Jesus, Jesus, Jesus! Creio, Senhor, firmemente em tudo quanto manda crer a Igreja Católica Apostólica Romana; fortalecei-me, pois, a alma deste vosso servo (nome do doente). Vinde, Jesus, é vida verdadeira de todas as almas. Livrai-o, Senhor, de seus inimigos, como médico soberano curai todas as suas enfermidades; purificai-o, meu Jesus com o vosso precioso sangue, pois prostrado a vossos pés, clamo pela vossa misericórdia".
"Jesus, Jesus, em vossas mãos, Deus, ofereço e ponho o meu espírito; que justo é que torne a vós o que de vós recebi, sêde, pois, por nossa alma, justo e salvai-a das trevas".
"Defendei-a, Senhor, de todos os combates, para que eternamente vá cantar no céu as vossas infinitas misericórdias".
"Misericórdia, dulcíssimo Jesus; misericórdia, amabilíssimo Jesus; misericórdia e perdão para todos os vossos filhos, pelos quais sofrestes na cruz. É pois justo que nos salvemos. Amém".

(1) Afirma São Cipriano, que é de tanta virtude esta oração, que de todos os enfermos a quem a lia tirava um cabelo da cabeça e o lançava dentro de um vidro de água, para com esta água lavar as chagas dos doentes, cujas moléstias eram incuráveis pela medicina; lançando-lhe uma gota e dizendo:
"Eu Cipriano, te curo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Dom Abr 18, 2010 6:26 pm

FANTASMAS

Que são os fantasmas?
São visões que aparecem a certos indivíduos fracos de espírito e crentes de que vêm a este mundo as almas daqueles que já deixaram de existir em carne-e-osso.
Pois os fantasmas aparecem só aos crentes nos seres espirituais e não aos incrédulos, porque nisso nada aproveitam, ou antes pelo contrário, recebem maldições.
Ah! Que será daquele que assim obrar, infeliz deste mundo, que não tratou senão de escarnecer aos servos do Senhor, que vêm a este mundo buscar alívio e encontrar penas?
Dobram-se-lhes os tormentos!
Ah! Que será de vós no dia que fordes sentenciados Se não tiveres bons amigos que tenham pedido por pós ao Juízo supremo, se não tiverdes amigos, sereis punidos com todo o rigor da justiça.
Cultivai, procurai bons amigos para que naquele dia tremendo eles roguem ao Criador por vós; fazei como faz o lavrador, que para colher na safra muito fruto, deita na terra boas sementes.
Notai bem, nestas palavras, que não são obra do bico da pena, mas sim inspiradas do fundo do coração!
Quando vos aparecer uma visão, não a esconjureis, porque então ela vos amaldiçoará, vos dificultará todos os vossos negócios, e tudo vos correrá mal; porém, quando sentirdes uma visão, recorrei à esta oração:
"Sai, alma cristã, deste mundo, em nome de Deus. Pai Todo Poderoso, que te criou; em nome de Jesus, do Espírito Santo, que copiosamente te comunicou. Aparta-te deste corpo ou lugar em que estás, porque Deus te recebe no seu Reino; Jesus, ouve a minha oração e sê meu amparo, como és amparos dos santos, anjos c arcanjos; dos tronos e dominações; dos querubins e serafins; dos profetas, dos Santos Apóstolos e dos Evangelistas; dos santos Mártires, Confessores, Monges, Religiosos e Eremitas; das Santas Virgens de Deus, o qual se digne dar-te lugar de descanso, e gozes da paz eterna na cidade santa da celestial Sião, onde o louves por todos os séculos. Amém"
No fim desta oração reza-se o Credo ou o ato de Contrição, depois disto, logo aliviareis aquela pobre alma que busca a paz.
Mas acautelai-vos, se porventura, o fantasma que virdes for em figura de animal, é certo que não se trate de nenhuma alma penada e sim do próprio demônio, e deveis conjurá-lo e fazer-lhe uma cruz t. Isso porque os demônios eram anjos e não têm forma humana, daí eles adotaram formas de animais.
Feliz da criatura que é perseguida pelos espíritos, porque é certo que essa pessoa é uma boa criatura, que os espíritos a perseguem para que ela ore ao Senhor por eles, que é digna de ser ouvida pelo Criador. É por esta razão que algumas pessoas têm o poder de ver fantasmas e outras não.
Também há muitos espíritos que não adotam a forma de um fantasma, mas aparecem nas casas dos seus parentes, fazendo barulho, arrastando cadeiras, mesas e outros objetos; com isso provocam uma verdadeira catástrofe na família, catástrofe que poderia ser evitada, se eles fossem um pouco esclarecidos e orassem intercedendo por aquela alma sem luz.
Notai bem, estas palavras e consagrai-as no vosso coração, é a única forma que dispomos para ajudar nossos irmãos mortos e que necessitam da nossa ajuda, traduzida numa oração, ou mesmo numa missa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Qua Abr 21, 2010 11:24 pm

ESPÍRITOS MAUS

São muitos os espíritos que nos cercam. Algumas vezes, são tímidos e não se atrevem a nos incomodar. Outras vezes penetram nosso corpo provocando distúrbios gravíssimos.
Há pessoas que ficam como loucas quando isso acontece. Algumas são tomadas pelo próprio demônio, que as maltrata rudemente. Para a exorção dos espíritos maus que invadem as criaturas, usa-se a seguinte oração:
"Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Por ordem de Deus Todo Poderoso deixe este corpo que pertence a um ser humano honesto e leal e volte para o reino do além. Se precisa de alguma coisa do mundo dos vivos, faça-me saber que eu prometo rezar para que isso seja conseguido".
O espírito deixará o corpo e o doente não será mais importunado. Se o espírito necessitar de alguma coisa ele o dirá e o homem que prometeu terá que cumprir sua promessa mandando rezar uma missa pelo descanso dessa alma.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Sab Abr 24, 2010 6:50 pm

Q U E B R A N T O

O quebranto é uma espécie de influência má cansada pelo mau olhado. Há pessoas que por inveja ou por despeito, nos prejudicam apenas com o olhar. São influências que se irradiam como ondas elétricas, nascidas num cérebro perverso e transmitidas através do olhar.

Os sintomas do quebranto:

Amolecimento do corpo;
Sensação de febre;
Mal-estar geral;
Dor de cabeça.

Para se curar o quebranto, que também pode ser evitado pela presença de um objecto vermelho ou uma figa, usa-se a seguinte oração, com a seguinte prática:
Apanha-se um prato com água e nele deixa-se cair uma gota de óleo, enquanto se reza três vezes a Ave-Maria. Se o quebranto for forte, a gota de óleo esparramará ràpidamente. Se não for, ficará inteira. Em seguida pede-se a pessoa que tem o quebranto que tome três goles de água contida no prato. Com o que ficou, deixa-se pingar três gotas sobre a cabeça do doente.
E com isso o quebranto cessará.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Qua Abr 28, 2010 11:53 pm

A G O N I A S

Há agonias lentas que maltratam os doentes mais do que a própria doença. Sabe-se que o doente não tem cura. E talvez pela quantidade de pecados que carrega dentro d'alma tem uma agonia lenta e terrível. Vão sofrendo dia a dia e não conseguem morrer em paz. Isso é provocado por artes do demônio que atormenta os doentes, para que não tenham calma nem sossego para fazerem uma confissão em paz e assim redimirem seus pecados. Para evitar que se percam pela dor e pelo desespero, faz-se a seguinte oração a São José:
"São José, Pai de Jesus Cristo, esposo de Maria, fazei com que os pecados deste pobre doente sejam perdoados, e já que ele não pode se salvar para esta vida, que ao menos se salve para a Vida Eterna. Que sua agonia seja breve e seu descanso seja eterno. Que os espíritos que o atormentam sejam expulsos para o reino das trevas, para que este pobre infeliz possa fazer uma boa confissão e receba os últimos sacramentos".
Voltar ao Topo Ir em baixo
The Great Mexican Virus

avatar

Mensagens : 69
Data de inscrição : 07/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Qui Abr 29, 2010 12:19 am

O livro de S. Cipriano que eu li, um calhamaço antigo, era dividido em duas partes : o antes e o depois da conversão do santo, ou seja magia negra de um lado e orações santas do outro, para obtenção de qualquer graça ou favor.

Devo dizer que a leitura me não perturbou, ao contrário das previsões de quem mo emprestou, que passou o tempo com recomendações sobre a perigosidade espiritual do dito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Qui Abr 29, 2010 12:23 am

"Actualmente, não é possível falar do Livro, mas sim dos Livros de São Cipriano.
As edições capa preta e capa de aço; ou aquelas intituladas como o autêntico, o verdadeiro, ou o único, enfatizam um mesmo acervo mágico central, e ainda exaltam o cristianismo e a vitória do bem sobre o mal.
Porém, existem grandes diferenças no conteúdo. Enquanto alguns exemplares apresentam histórias e rituais inofensivos, outros apelam para campos negativistas e destrutivos da magia."


Esta é uma versão "soft"...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Qui Abr 29, 2010 8:13 pm

SALVAÇÃO DO PECADOR

E quais são as principais virtudes do céu que podem salvar o pecador!

São:

1. O sol mais claro que a lua.
2. As duas tábuas de Moises onde Nosso Senhor pôs os seus sagrados pés.
3. As três pessoas da Santíssima Trindade e toda a família da cristandade.
4. São os quatro evangelistas: João, Marcos, Mateus e Lucas.
5. São as cinco chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo, que tanto sofreu para quebrar as suas forças, Lúcifer!
6. São os seis círios bentos que iluminaram em torno à sepultura de Nosso Senhor Jesus Cristo, e que iluminaram a mim para me livrar das astúcias de Lúcifer, o deus dos infernos.
7. São os sete Sacramentos da Eucaristia, porque sem eles ninguém tem salvação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Seg Maio 03, 2010 8:21 pm

A CRUZ DE SÃO BARTOLOMEU E SÃO CIPRIANO

No grande "Agiológio", relíquia medieval, encontram-se os apontamentos sobre a Vida e Milagres de São Bartolomeu e ali se ensina como fazer a cruz desses santos e também a maneira correta de usá-las.

Arranja-se um pedaço de pau de cedro e dele cortam-se três pequenos pedaços, sendo que um deles deve ser mais comprido do que os outros, para que formem direito os braços de uma cruz. Em seguida cobrem-se os pedaços de cedro com alecrim, arruda, aipo, colocando-se em cada braço, em cima e embaixo da parte mais comprida, uma pequena maçã de cipreste.

Durante três dias a cruz deve permanecer mergulhada em água benta, findo os quais a mesma é retirada e, no mesmo dia, ao dar meia-noite, pronuncia-se junto a cruz a seguinte oração:

"Cruz de São Bartolomeu e São Cipriano, a virtude da água em que estiveste, e a madeira de que és formada, que me livre das tentações do espírito do mal e tragam sobre mim a graça de que gozam os bem-aventurados".

A cruz pode ser trazida dentro de um saquinho de seda preta benzida, ou mesmo andar unida ao corpo, presa ao pescoço por um cordão de seda preta. A pessoa que a trouxer deve fazer o mais possível por ocultá-la a toda a gente; e quando desconfiar que alguém lhe lançou "mau olhado", deve na ocasião em que se deitar, beijar três vezes a cruz e dizer a oração acima.

Ao levantar deve também beijar três vezes a cruz e rezar em seguida um Pai-Nosso e uma Ave-Maria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Sex Maio 07, 2010 9:14 pm

II PARTE

E S C O N J U R O S

O FRASCO ENCANTADO

Prepare um frasco de pequeno tamanho, para que seja fácil de usar.

Coloque o seguinte, no seu interior;

1. Espírito de sal amoníaco.
2. Pedra d'ara.
3. Alecrim.
4. Funcho.
5. Pedra mármore.
6. Semente de feto.
7. Semente de malvas.
8. Sementes de mostarda.
9. Sangue do dedo mindinho.
10. Sangue do dedo polegar (mão e pé).
11. Uma raiz de cabelo da parte genital (da pessoa que está preparando o vidro).
12. Esperma se for homem ou incômodo se for mulher.
13. Raspa das unhas dos pés e das unhas das mãos.
14. Raspa de um osso de defunto; se for da caveira melhor.

Estes ingredientes não devem ultrapassar a metade do frasco. Em seguida diga as palavras abaixo, fazendo um sinal da cruz com as mãos sobre o frasco, como se estivesse benzendo-o:

Frasco sagrado, que pela minha própria mão foi preparado, o meu sangue está preso no seu interior. Toda a pessoa que o cheirar há de ficar por mim encantado. "ignoratus tuunz vos assignaturum meo".

Depois de tudo pronto, exatamente como já acabamos de explicar, guarda cuidadosamente o frasco e com ele poderá encantar quem bem desejar. E para quem lhe der a cheirar, ele se converterá em seu escravo e o seguirá até onde
bem entenderes.

Este encanto tanto tem poder para o bem como para o mal, tudo depende do pensamento do seu portador: se for para o bem, sucede o bem; se for para o mal, sucede o mal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Seg Maio 10, 2010 10:55 pm

PARA SE VIVER SEMPRE FELIZ

Pega-se um sapo vivo e, numa sexta-feira, logo depois da lua cheia do mês de Setembro, corta-se-lhe a cabeça e os pés e deixam-se esses pedaços de molho, por espaço de 21 dias, em óleo de sabugueiro. Guarda-se tudo isso num frasco novo, que esteja sempre muito bem fechado, e oferece-o à meia-noite de uma lua nova, a uma pessoa morta que muito estimou. O resultado será que o espírito desse morto, incessantemente, velará por sua pessoa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Dom Maio 16, 2010 8:25 pm

ALQUIMIA - A ARTE DE FAZER OURO

Certo dia, São Cipriano assim falou a seus discípulos:
"Também, meus filhos e irmãos, fui escravo do ouro e pondo a trabalhar o meu grande poder oculto, descobri os mistérios da ALQUIMIA. Nem tudo posso vos revelar, pois sabeis bem o que seja quebrar um voto, porém, muito
vos posso indicar.
"A Alquimia é a mais misteriosa das ciências. Se não sois pacientes jamais a dominareis. Ela se entrega aos poucos; é caprichosa, tem dias, parece muito com as mulheres e o mar. Somente quando dominares os mistérios da Kabala, o grande livro de Papus, os versos de ouro de Pitágoras, os mistérios de Eleusis, é que, então, vós podereis iniciar nos segredos da Alquimia. Ela é ciência e é mágica.

Surgiu no Egipto, nos estudos profundos de Hermes Trimegista. Os caldeus a estudaram, os gregos a desenvolveram. Eu sei que se pode fazer ouro, com artifício humano e diabólico, juntando os elementos TRAPA e ECO, numa caldeira escura, que os magos chamam RRETA. É preciso conhecer os ingredientes simples, aplicando com a devida proporção "ATIVA E PASSIVA".

Bernardo Trevisano conseguiu, após muitos trabalhos e canseiras, fabricar ouro pela arte da ALQUIMIA.
Os pós necessários à preparação do ouro são: ARGENTES VIVO, AZOUGUE e RESCH.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Qua Maio 19, 2010 11:40 pm

PARA SE TORNAR INVISÍVEL

Mate um gato preto, enterre-o no seu quintal, colocando uma fava em cada Olho, outra debaixo da cauda e outra em cada ouvido. Depois de tudo isto feito, deve-se cobri-lo de terra e vá regá-lo todas as noites, ao soar da meia noite, com um pouco de água, até que as favas, que devem ter rebentado, estejam maduras, e quando estiverem nesse ponto, corte-as pelo pé.

Depois de cortadas, leve-as para casa e colocai uma de cada vez na boca.

Quando perceber que estás invisível é porque a fava que acabas de pôr na boca, tem o poder de deixá-lo invisível e ela deve estar sempre consigo e toda a vez que quiser entrar num lugar sem ser percebido é só colocá-la na boca.

ATENÇÃO - Poderá ocorrer, que toda a vez que for regar as favas, aparecer muitos fantasmas com o fim de assustá-lo, para não completar o seu intento.

A razão disto é pura e simples: como esta é uma mágica que não precisa nenhum encantamento e nem a invocação de nenhum demônio, estes farão de tudo para que você desista e recorra a outros processos, que em troca de sua invisibilidade tem de lhes entregar a alma.

Mas não se assuste se isso acontecer, eles não têm poder algum e para afugentá-los hasta fazer o sinal da cruz.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Qui Maio 27, 2010 9:12 pm

III PARTE

C R E N D I C E S

SUPERSTIÇÕES

A seguir damos uma pequena relação da significação de objetos encontrados:

1. Uma flor: casamento à vista. Se for casado, um novo filho.

2. Anel de prata: abundância efêmera; aliança, infidelidade do esposo ou da esposa.

3. Dinheiro: 10 centavos, desgraça; 1.000 cruzeiros, ameaça; uma libra esterlina ou dólar, dai esmola com ela, para que seja feliz.

4. Uma carta: felicidade; bilhete amoroso, (se for casado), prenúncio de felicidade na sua vida conjugal; se for solteiro ou solteira prestes a encontrar o grande amor da sua vida.

5. Um objeto de toucador: felicidade com o sexo oposto.

6. Um alfinete: vista boa até a velhice.

7. Um sapato velho: herança.

8. Um lenço: (se for homem) prenúncio de aventura amorosa, (sendo mulher) cuidado, avizinha-se um sedutor barato.

9. Um cão morto: felicidade.

10. Uma cobra : traição.

11. Uma procissão : faça uma oração pelos mortos.

12. Uma jóia : se souber quem é o dono entregue-a imediatamente, por muito valiosa que ela seja, caso contrário lhe trará desgraça.

13. Um gato preto morto : sorte ; vivo : azar (principalmente se ele cruzar o seu caminho em diagonal). Nestes casos, procure não fitá-lo e nem pense no assunto. Esta é uma forma de remediar o mal.

14. Criança que chora no ventre materno terá sorte toda vida e talvez venha a ser profeta.

15. Mão de anjinho dá sorte para quem vende quitutes e frutas.

16. Para ficar rico, o vendeiro deve pregar uma moeda no fundo da gaveta do balcão. O mesmo devem fazer os engraxates e ambulantes para ganhar bastante dinheiro: pregar a moeda na caixinha.

17. Caboclo quando se dirige à igreja, para assistir missa, vai apanhando pedras pelo caminho e colocando-as nas forquilhas das árvores : assim, sempre chegará a tempo.

18. Burros que se põem a zurrar estão anunciando chuva.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   Qua Jun 02, 2010 11:32 pm

MAU AGOURO

1. Se um cão uivar é desgraça certa, doença na casa ou no vizinho.

2. Se a coruja pousar sobre qualquer casa à meia-noite, nela morrerá alguém em breve.

3. Se qualquer gato miar consecutivamente, pegue ele ao colo, do contrário poderá lhe suceder uma desgraça.

4. Deixar a vassoura de cabo para o chão evita feitiço.

5. Uma figa dependurada no pescoço, evita que más influências caiam sobre a gente.

6. Jogar sal no fogo abrevia a presença de uma visita indesejável.

7. Camisa no avesso evita feitiço.

8. Uma fita vermelha evita quebranto.

9. Pombos que fogem do pombal: sinal de que uma desgraça logo atingirá a casa.

10. Cachorro que urina na porta da casa : sinal de ventura para a família que aí mora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O LIVRO DE SÃO CIPRIANO   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O LIVRO DE SÃO CIPRIANO
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [Livro 2009] Questionário da Troca do Livro
» Marcelo Ferreira com o Ministério da CCB.livro "Por Trás do Véu"
» Área de Relacionamento [Livro 5]
» Área de Relacionamento [Livro 6]
» Área de Relacionamento [Livro 4]

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A LIBERDADE É AMORAL :: 5ª DIMENSÃO-
Ir para: