A LIBERDADE É AMORAL

Local de discussão livre sobre todos os temas sociais.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 MITOS E LENDAS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MITOS E LENDAS   Seg Jul 26, 2010 12:34 pm

A Maldição da Vida Eterna

Sentado sobre a fria lápide daquele túmulo, no cemitério, durante a fria noite de outono, o Demônio, diante de mim, contou-me a seguinte história:

"Logo após existir o Céu e o Inferno, presenciei a vida do homem sob a Terra, desde os tempos mais remotos e imemoriais, ele - o homem -, buscou de várias maneiras, com feitiços e poções milagrosas, a dádiva da Vida Eterna, que até hoje, nunca fora alcançada por qualquer mortal. Dádiva que somente Deus e Eu - o próprio Demônio - podemos conceder-lhe tal poder."
"Certa meia-noite, um homem veio à mim, pediu-me com toda cordialidade que lhe desse o poder da Vida Eterna. Em troca de tal, ele me daria sua alma. Certos segundos, permaneci calado, espantado. Nenhum ser mortal, em toda minha longínqua vida, me fez tal proposta. Quando a aceitei. O pacto estava feito, sua alma em troca do imortal poder.
Quando o homem me falou:
- Como o Demônio é idiota! Vou lhe enfrentar, e jamais morrerei. Serei o verdadeiro Demônio, serei mais perverso e mal que você!
Após tantas injúrias, nada fiz. Pois minha vingança seria, lenta, eterna, e mais perversa do que ele poderia imaginar"
"Certo dia, quando este mesmo homem passava pelas ruas da cidade moderna, fiz com que um caminhão o atropelasse violentamente. O homem, estendido no asfalto quente, com as costelas esmagadas, os braços quebrados, encharcado pelo sangue que lhe jorrava pelas veias dilatadas e pelos brutais ferimentos, ainda se mexia.
Realmente ele tinha o poder da Vida Eterna. Ao se levantar grotescamente do chão, já cercado por inúmeros, espantados e curiosos mortais, o homem começou a caminhar sem rumo, sendo rejeitado por todos que cruzavam-lhe o caminho. Sangue brotava de feridas abertas que lhe predominavam a pele, apresentando a todos um aspecto extremamente horrendo, sem poder sequer falar, apenas gemer em agonizante dor. Até parecia ser coisa do Demônio, sussuravam baixo os mortais curiosos, rejeitado por todos, coberto pelo próprio sangue, o homem sofria, eternamente em profunda dor, mas sem morrer jamais."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MITOS E LENDAS   Qua Jul 28, 2010 12:32 pm

Relato sobre o livro de S. Cipriano

Nome: Nuno Ricardo
Local da Ocorrência: Santo Tirso, Portugal
Data da Ocorrência: Não sei ao certo, ha 3/4 anos atras e parte de quando comprei o livro foi a dois anos.
Pessoas envolvidas: Eu e os meus amigos que nao irei referir nomes

Isto foi assim, ha alguns anos atras quando eu andava com os meus amigos a brincar na obra que estava em construção do meu tio, passei a frente da casa de outros amigos e eles estavam ca fora a falar, fui la ter com eles e falei também, eles estavam a contar as coisas que lhes acontecerá nas sucessivas noites, ou seja, eles explicaram-me que compraram o livro de S. Cipriano que consistia no livro de magia negra, bruxarias e feitiços, e eles compraram esse livro e tiveram curiosidade em ler, leram todos juntos a noite na casa de um amigo meu, depois de leram algumas paginas começaram a sentirem-se mal, e constataram que estavam a ler um capitulo que dizia para nao o lerem sem uma cruz de jesus benzida, eles depois a noite quanto tentavam dormir, ouviam vozes a falar com eles, um relatou que ouviu os cascos do diabo que dizem ser um bode a passar no corredor e barulhos, o caso que me marcou mais foi que um deles estava a tentar dormir, apagava a luz e ela acendia, a porta do guarda fatos abriu-se, e a porta do quarto tambem e ele tornava a fechar tudo e isso acontecia.

Ao principio quando me contaram isto pensei que fosse brincadeira e falei com cada um deles a medida que os via e tudo consistia, efectivamente aquele meu colega que a luz acendia e a porta do guarda fatos e a porta do quarto se abrir chamou a irmã que confirmou que quando foi a casa de banho a noite passou no quarto dele e que a porta estava aberta e a luz do quarto tambem mas nao ligou.

Esses acontecimentos acontenciam sucessivamente durante uns tempos depois acabaram, eu na altura fiquei curioso e disse a minhã mae que queria um livro e ela foi comigo as papelarias e eu pedia esse livro e os empregados diziam que isso nao se podia vender e que eu era maluco e ouve um que disse que varias pessoas se mataram a conta desse livro, a minha mãe quando soube proibiu-me de comprar esse livro.

Passado uns tempos fui a uma papelaria diferente e perguntei se tinha esse livro e a senhora ficou pasmada a olhar para mim e fui busca-lo ao armazem, comprei esse livro e entao decidi ir para o meio do monte com um amigo para o lermos, e levamos duas cruzes benzidas, começamos a ler em voz alta e começarmos a sentir-nos mal com o que la dizia, ficamos em baixo devido as coisas e ao tipo de linguagem que o livro continha, decidimos logo arranjar maneira de nos livramos disso, escondi o livro em casa apesar de me terem dito que nao o podia queimar ou te-lo em casa porque atraia espiritos.

O livro ficou guardado durante algum tempo, na escola onde andava contei aos meus amigos e um efectivamente dizia que era mentira e que me queria comprar o livro, eu vendi-lhe o livro no dia seguinte veio me dizer que nao queria o livro porque sentia-se mal ao ler aquilo, fiquei novamente com um livro durante uns tempos, e levei-o um dia para a escola e falei com uma psicologa sobre o livro e ela disse:"eu a ti nao me punha a brincar com coisas serias" eu peguei no livro e trouxe-o para casa, e um amigo meu tinha uma prima que o queria ler dei a esse amigo pa dar a prima, mas pelo que parece a prima dele em alguns dias deu a outra pessoa qualquer porque ja dizia que aquilo a punha maluca.

Depois nao sei o que foi feito do livro, e aprendi que nunca mais me meto nessas coisas, tambem porque a irma de um colega meu foi possuida e teve que ir a bruxa.

Observações: Isto é verdade, na parte em que os meus colegas disseram o que lhes tinha acontecido nao posso dar a certeza, mas batia certo e a irma de um confirmou o que ele dizia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
MITOS E LENDAS
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» mitologia grega : HÉRCULES
» Escrituras; 5 mitos sobre a origem, saiba!
» CCB: Os mitos criados pela ”obra de Deus”
» Os mitos criados pela ''obra de Deus'' CCB
» MITOLOGIA GREGA: OS TITÃS

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A LIBERDADE É AMORAL :: 5ª DIMENSÃO-
Ir para: