A LIBERDADE É AMORAL

Local de discussão livre sobre todos os temas sociais.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte
AutorMensagem
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Qua Nov 24, 2010 11:28 pm

Eu tenho dois amores

Caro Dr. Coração:

Quero casar e estou entre dois amores... Tenho 27 anos e já sinto uma vontade mto grande de casar e ser mãe... Namorei 3 anos um homem maravilhoso, fiel, sem vícios, caseiro e sei que ele me ama de verdade, porém mto introspectivo, um pouco ausente, de pouco afeto, poucas palavra, poucos carinhos eu sempre dizia que ele era um “morto ao meu lado, sem vida sem emoção”. Assim me sentia muito carente, o namoro caia na rotina, comodismo, e isso fez nosso relacionamento esfriar, e meus sentimentos adormecerem, mesmo achando que eu ainda gostava muito dele não me sentia amada, parece que faltava alguma coisa.

Assim conheci no trabalho um outro rapaz que a principio tem tudo que eu queria em um homem, é muito presente, participativo na minha vida, o dialogo é muito fácil e flui muito bem entre nós... fiquei com ele e terminei com meu namorado de 3 anos pra conhecer-lo melhor. Meu namorado enlouqueceu, chorou, emplorou pra voltar, fez varias loucuras., minha família gosta muito dele e torce pra gente voltar... enquanto isso eu estou conhecendo melhor o outro... e vejo que ele é bem diferente do meu namorado de 3 anos, ele era muito carinhoso, romântico, muito bem humorado estamos nos conhecendo a 1 mês mais parece anos, somos muito parecidos, ele diz que sou tudo que ele procurou a vida inteira em uma mulher, fala em casar também... diz que é louco por mim... ele é separado teve um casamento onde sentia falta das mesmas necessidades que eu ( carinho, presença, cuidado, bom humor, romantismo) estamos bastantes envolvidos, porém além de ser separado ele tem 1 filho e não tem grandes condições de construir uma vida a dois logo breve- parece aquele romântico que vive só de amor e por esses motivos (separado-filho- e poucas condições financeiras) ele não vai ser bem visto pela minha familia.

Em contrapartida o meu namorado de 3 anos pensa que estou sem ninguém, me liga, ainda saimos pq ainda não tenho certeza do que eu quero, tenho medo de tomar alguma decisão mais radical e me arrepender... ele fala em noivar, casar, comprar apartamento tudo que eu sempre quis mais sempre ficava pra depois..depois..mais vejo que ele realmente esta coonvicto de que quer ficar comigo... que me ama e tal. Estou muito confusa... os dois se mostram loucamente apaixonados... me prometem mundos e fundos... sinto que gosto dos dois... e que os dois são loucamente apaixonados por mim, que me amam... cada um da sua maneira... o que eu faço???

Anónima, 27 anos


Cara Anónima:

Tu tens a sorte de ter dois homens que gostam verdadeiramente de ti, mas tu nunca irás ser feliz, enquanto não escolheres um deles e tentar construir a tua vida com serenidade com o teu escolhido. Eu sei que não é fácil, pois cada um oferece-te coisas diferentes. Tens de ser tu a decidir o que é mais importante para ti e escolher com base nisso. Tens de reflectir sobre o queres da vida e o timing aqui desempenha um papel muito importante.
Nem sempre a paixão pode ser o factor essencial para escolher um homem. Com o tempo, a paixão desaparece, e tem de existir uma grande amizade e compreensão para que a relação perdure durante muito tempo. Tens por isso de escolher com muita calma e não tomar qualquer decisão precipitada.
Seja quem tu escolheres, tu irás sempre pensar se tomaste a decisão correcta. Mas quanto mais adiares, mais irás demorar a encontrar a felicidade.

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Sex Nov 26, 2010 12:12 am

Dormi com o meu ex, que já vive com outra...

Caro Dr. Coração:

Fui ao extremo que uma mulher podia ir quando é abandonada após 25 anos de casamento. Não tenho um adjectivo para mim... Dormi com o meu marido, mesmo sabendo que ele vive com outra. Por favor, o que faço? Não tenho coragem de sair com outros homens...

Anónima


Cara Anónima:

Tu sabes que fizeste um coisa que não devias fazer e cometeste um grande erro. O teu casamento não tem mais qualquer futuro, mas o teu marido aproveitou-se da tua fragilidade para dormir contigo. Tu tens de ter a consciência de que nunca mais poderás fazer o que fizeste se queres ser feliz. Tu tens de recomeçar a tua vida com outra pessoa e isso implica esqueceres por completo o teu futuro ex-marido. Imagino que não deva ser fácil recomeçar a tua vida, mas tens de ter esperança. Tens de fzer um esforço para tentar encontrar alguém que esteja realmente interesado em ti, pois de outra forma nunca irás encontrar alguém que goste de ti. Tu não podes ficar à espera de que a felicidade bata à tua porta. Tens de ter a força suficiente para lutar para encontrar alguém e arranjar coragem para convidar um outro homem para sair contigo. Tens de seguir em frente como o teu marido também fez. Espero que penses no que te disse...

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Sex Nov 26, 2010 9:48 pm

Querida Maya,

Estou com um problema e preciso da sua ajuda.
Sou um rapaz na força da vida, neste momento sem trabalho e, infelizmente, seropositivo.
Tenho dois irmãos, um votou no Sócrates e o outro foi condenado a 25 anos de prisão por homicídio.
A minha mãe morreu de insanidade mental quando eu tinha 3 anos.
Tenho duas irmãs prostitutas e o meu pai vende estupefacientes e outras drogas em dois dos bairros degradados de Lisboa.
Recentemente conheci uma rapariga acabada de sair de um reformatório por ter tentado afogar o seu filho ilegítimo recém-nascido.
Amo essa rapariga e quero casar com ela.
Só concebo uma relação de transparência e amor verdadeiro, para que possamos ser felizes.

A minha questão é:

Devo falar-lhe no meu irmão que votou no Sócrates?...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Sab Nov 27, 2010 7:59 pm

Armando : "Velho para ter relações"

“Tenho um casamento estável e feliz há 41 anos mas neste momento, quando peço à minha esposa para termos relações, ela diz-me que já estamos demasiado velhos para isso.”

Caro leitor, o que deve ter em conta é que todas as pessoas têm direito a uma sexualidade que as satisfaça não só em termos físicos como também emocionais. Um dos preconceitos mais comuns é pensar que as pessoas idosas não têm vida sexual, o que é uma ideia errada. Este tipo de mentalidade faz com que, socialmente, não seja esperado que um idoso tenha o desejo de ter relações sexuais e ainda menos que demonstre esse desejo. Chega-se a considerar que é errado os idosos assumirem os seus interesses sexuais mas tal não corresponde à realidade. O envelhecimento não implica o desaparecimento da sexualidade, o que pode haver é uma evolução na maneira de estar e de viver a sexualidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Seg Nov 29, 2010 10:07 pm

O que será que o meu ex quer?...

Caro Dr. Coração:

Eu namorei com 1 rapaz, mas depois acabei pk nao estava certa dos meus sentimentos. depois como ficou chateado comigo disse-me que nao queria falar comigo. (...). depois andei atras dele 6 meses e ele não fez nada.
Começei a andar c/outro rapaz um ano e meio. ate k um dia ele me deu 1 toque e resolvi perguntar o k queria... e fui ter 1 conversa com ele e ja sabia k ia casar e queria comprar casa. Perguntou-me se ainda namorava... disse-me que podiamos por começar por ser amigos.
Depois de tanto tempo o k sera ke ele quer?

Tristinha, 20 anos


Cara Tristinha:

Acho que tu deverias esquecer o teu namorado, pois ele não está interessado em ti da forma como tu pensas. Ele está envolvido numa relação muito séria e está a tencionar casar-se. Não deves iludir-te e pensar que ele quer voltar para ti. O mais provável é ele estar a ter algumas dúvidas quanto ao casamento e sentir que falta algo... algo que já teve quando estava contigo. Mas não caias no erro de achar que ele está realmente interesado em ti... Até porque tu não estavas certa dos teus sentimentos sobre ele. Deves por isso seguir em frente e recusar qualquer aproximação que ele tente. Espero que penses no que te disse.

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Ter Nov 30, 2010 12:04 pm

Paulo : “Quero dar-lhe orgasmos intensos”

“Tenho 23 anos e estou apaixonado pela minha namorada. Quero dar-lhe prazer e ouvi falar do Ponto G. Está relacionado com o prazer?”

Caro leitor, a existência, localização e importância do Ponto G para o orgasmo feminino foi descoberta recentemente por sexólogos americanos. O Ponto G é constituído por uma pequena aglomeração de terminações nervosas e glândulas no interior da vagina que, quando estimuladas, pode fazer a mulher alcançar um grau de excitação extremamente intenso, capaz de provocar o que os autores definem como ‘orgasmos uterinos’. O Ponto G situa-se na parede superior da vagina e é uma zona particularmente sensível que pode fazer qualquer mulher perder o controlo. Para conseguir proporcionar este tipo de orgasmo à sua companheira, aconselho-o a estimular manualmente o interior da vagina, conversando com a sua namorada sobre o que lhe dá mais prazer. Um factor importante é que ela relaxe e não se sinta pressionada a atingir o orgasmo, pois só assim ele surgirá naturalmente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Ter Nov 30, 2010 11:06 pm

Os homens só querem ter sexo comigo...

Caro Dr. Coração:

Sou a Renata eu tenho 22 anos e nao consigo encontrar ninguem. Todos os homens que se aproximam de mim so querem sexo... Será q eu nunca vou ser feliz?

Renata, 22 anos


Cara Renata:

Tens de ter esperança, pois nem todos os homens são iguais. Tenho a certeza de que irás encontrar alguém que goste de ti pelo que tu és. Tens de continuar a procurar e não desesperar e dar tempo ao tempo. A tua alma gémea está por aí, mas se não o procurares, corres o risco de perder oportunidades de encontrar a felicidade. Tenho a certeza de que irás encontrar alguém que se sinta bem ao pé de ti e para quem sejas a coisa mais importante da vida dele. Alguém que te ame de verdade e queria construir a sua vida contigo. Tens de ter paciência. Um dia quando menos esperares, encontrarás a pessoa certa.

Dr. Coração


Última edição por Anarca em Sab Dez 04, 2010 12:57 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Qua Dez 01, 2010 2:21 pm

Raquel : “Nunca senti prazer…”

“Iniciei a minha vida sexual há quatro anos mas nunca atingi o orgasmo. O que se passa?”

Cara leitora, uma vida sexual que não é vivida com prazer pode deixar marcas menos positivas. O que deveria fazer era ter uma conversa séria com o seu marido para que possam explorar novas formas de alcançarem o prazer. Tentem desenvolver jogos que favoreçam o reacender da vossa relação e que ajudem o seu marido a compreender os pontos do corpo que favorecem a obtenção de prazer.


Última edição por Anarca em Sab Dez 04, 2010 12:57 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Qui Dez 02, 2010 4:46 pm

Ela acha que estou a gozar com ela...

Caro Dr. Coração:

É assim: eu gosto de uma rapariga e uma amiga dela jurou-me que ela gosta de mim
mas quando ela olha para mim sorri e olha para outro lado mas como a gozam, ela pensa que quero gozar com ela. O que faço?

Ricardo


Caro Ricardo:

Se tu gostas mesmo dessa rapariga e ela não sabe o que tu sentes por ela, então tens de arriscar e dizer-lhe a ela o que sentes. Tu tens de ter coragem e não ter medo de dizer-lhe que gostas dela, pois de outra forma tu nunca irás conseguir chamar a atenção dela. E se ela também gosta de ti, está à espera de um passo teu para começar algo contigo. Tens de perder a timidez e ter maior confiança em ti. Se tu não fizeres nada corres o risco de alguém o fazer primeiro e podes assim perdê-la por não teres tido a coragem de falar com ela. Espero que te tenha ajudado.

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Sex Dez 03, 2010 7:54 pm

Acabei a minha relação com um homem casado...

Caro Dr. Coração:

Estou a sofrer muito, pois tinha um caso com um homem casado há 6 anos e ele rompeu comigo. Estou sem rumo, gostaria de uma orientação, de um conselho!!!

Anonima, 35 anos


Cara Anónima:

Tu tens de aproveitar o facto dele ter acabado a relação contigo e considerar como sendo um sinal de que tens uma oportunidade de recomeçar a tua vida. Tu nunca foste realmente feliz com esse homem, pois apesar de gostares dele, tu sabias no teu íntimo que ele nunca iria deixar a mulher por ti, pois o vosso caso já durava há 6 anos. Tu mereces melhor. Um dia, irás encontrar alguém para quem sejas a única mulher da vida dele, e com quem ele queira partilhar a sua vida. Não vai ser fácil, mas tens de tentar esquecê-lo e continuar com a tua vida. Espero que tudo corra bem contigo.

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Sab Dez 04, 2010 12:59 pm

Patrícia : “Vi o meu namorado masturbar-se”

“Tenho uma vida sexual feliz, e até há alguns dias pensava que o meu namorado também sentia o mesmo, mas encontrei-o a masturbar-se no sofá. Será que não gosta da nossa vida sexual?”

Cara leitora, deve encarar o acto de masturbação como algo natural e não como um acto imoral ou indecente. Também não deve duvidar da sua feminilidade pelo facto de o seu namorado se masturbar, não encarando esta situação como algo que não corre bem no vosso relacionamento. A masturbação é uma forma de auto-satisfação. Tenha consciência de que não deve exigir que o seu namorado não se masturbe. É importante que utilizem o diálogo para não influenciar negativamente a vossa relação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Sab Dez 04, 2010 11:03 pm

Já dormi com o meu ex mas ele não me quer mais...

Caro Dr. Coração:

Acabei um namoro... eu namorei com ele durante 5 anos, hoje ele mostra-me que não me quer mais, curte com mulheres na minha frente... Já fizemos amor depois do fim, mas não consigo esquece-lo, o que faço? Quero esquecê-lo da minha cabeça e do meu coração...

Anónima


Cara Anónima:

Parece-me perfeitamente claro que esse rapaz nunca fará parte do teu futuro. São evidentes os sinais de que ele já te esqueceu e que não está interessado por ti. Infelizmente, tu ainda sentes algo por ele e ele aproveita-e disso para ter sexo contigo. Tu mereces melhor e isso só acontecerá quando o esqueceres. Não será fácil, pois passaram por muito em comum. Ter assim de ser um processo diário contínio, em que terás de esforçar-te para não pensar nele, dia a dia. Será difícil no início, mas um dia quando menos esperares, ele já não estará tão presente no teu coração. E nos tempos que se seguirem, irá acontecerá mais frequentemente. Tens por isso de ter paciência. Um dia irás encontrar alguém que goste a sério de ti, que te fará esquecer o teu namorado por completo. E aí, encontrarás novamente a felicidade.

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Dom Dez 05, 2010 4:06 pm

Ele deixou-me e não sabe porquê...

Caro Dr. Coração:

Estou desesperada porque o meu namoro de 4 anos acabou de uma hora para outra.
O meu namorado simplesmente me disse que não dava mais e que não sabia porque. Ele me deixou sem me dar uma explicação concreta e tenho certeza que não foi por outra mulher pois ele so anda sozinho e sai com amigos.
Diz que ainda gosta de mim mas acha que o namoro não vai mais dar certo.
O que devo fazer, corro atras do meu amor ou o deixo livre e corro o risco de ele me esquecer completamente?
Por favor, ajuda-me pois não sei mais o que fazer, estou desesperada. Afinal eu amo-o e quero passar o resto da minha vida ao lado dele.

Cris


Cara Cris:

Parece-me que o teu namorado já não sente o mesmo por ti. Com o tempo, ele acabou por perceber que as coisas nunca iam resultar entre vocês. Mesmo que ele sinta alguma coisa por ti, isso não é o suficiente para continuar contigo.
Mas se ainda gostas dele, deves falar com ele e tentar perceber o que correu mal. Só com uma conversa honesta com ele, serás capaz de perceber se existe alguma possibilidade de reconciliação com ela, ou se ele já não sente nada por ti. Tens de estar preparada para este último caso, pois é a situação mais provável. Mas não perdes nada em arriscar. Pelo menos saberás que fizeste tudo para o reconquistar. Mas se ele não mudar de opinião, só te resta tentar esquecê-lo e seguir em frente. Nem sempre as coisas correm como nós gostaríamos, mas é assim a vida.

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Seg Dez 06, 2010 10:32 pm

Carmo : “Ele não gosta dos meus seios...”

“O meu namorado tem feito alguns comentários sobre os meus seios que me fazem pensar que não são do seu agrado…”

Cara leitora, a atitude do seu namorado não é muito habitual quando se ama e se pretende a harmonia e o bem-estar numa relação. A atenção que o seu namorado tem demonstrado em relação aos seus seios é um pouco estranha e pode ser apenas a denúncia de que algo poderá não estar a correr tão bem no vosso namoro como ambos desejavam. Por isso, não tenha receio em conversar com o seu namorado, pois quanto mais adiar essa conversa mais tempo esse assunto ficará por resolver, e tal facto pode vir a condicionar a sua vida sexual. O seu namoro não deve ficar regulado por comentários imaturos que a deixem constrangida e insegura. Tenha uma conversa aberta e honesta com o seu namorado, pois esses comentários podem ser uma forma de expressar algo que ele não tem coragem de lhe dizer directamente. Quanto à fisiologia dos seus seios, isso é algo que não a deve preocupar, pois os seios de uma mulher não são todos iguais nem existe um protótipo do tamanho ideal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Ter Dez 07, 2010 3:36 pm

O meu namorado tem um comportamento sarcástico comigo...

Caro Dr. Coração:

O meu namorado tem um comportamento sarcástico comigo. Em um tom de desmancha, ele às vezes faz comentários de desaprovação às coisas que eu faço e penso, mas sempre com tom de desmanchar, nunca em tom de crítica construtiva.
Namoramos há quase dois anos e meio, e ele sempre teve esse modo de agir, mas antigamente, até porque não pensava em manter um namoro com ele, eu não ligava muito. Mas o tempo foi passando, eu me envolvi sentimentalmente mais do que pensava, e essa forma de agir está-me irritando.
(...)A minha dúvida é que não sei se eu sou a exagerada e não sei levar as coisas na desportiva ou se realmente ele passa dos limites...
(..) Só que às vezes, esse tipo de brincadeira magoa, principalmente se for feita muitas vezes.
Aí, eu já começo a pensar se ele gosta de mim de verdade...
Já me abri a esse respeito com ele, e ele diz que me ama muito, e que essa é a maneira de ser dele...
(...) Não sei o que eu faço...

Elen


Cara Elen:

Parece-me claro que a tua relação não está a passar por uma fase muito saudável. O teu namorado não te está a tratar com o respeito que mereces, pois ele devia apoiar-te nas alturas em que mais precisas, e não desanimar-te ainda mais. As coisas não estão fáceis, e tu estás a começar a ficar farta da reacção dele, pois como tu bem dizes, ao fim de algum tempo, acaba por te magoar.

Ainda por cima, tu já falaste com ele, e ele diz que é essa a forma de ser dele e que não quer mudar por ti e que tu tens de aguentar. Acho que isso é um sinal de que estás numa relação em que tens de ser tu a abdicar de algo. Numa relação com futuro, quando as coisas não estão a correr bem, ambos estão dispostos a fazer sacrifícios para que as coisas melhorem. Quando uma das partes não quer fazer esse esforço e a outra parte já começa a acreditar que as coisas não vão mudar, é um sinal de que talvez seria melhor acabar com a relação, pois ela não tem futuro. Assim, mais vale acabar agora, antes que as coisas piorem mais. Mas a decisão é toda tua. Só espero que penses no que te disse.

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Qua Dez 08, 2010 7:45 pm

Apaixonei-me pelo professor do meu marido...

Caro Dr. Coração:

Tenho 24 anos, sou casada e tenho uma filha pequena. Estou casada há 5 anos e apaixonei-me por um professor de filosofia da universidade onde meu marido estuda. O problema é que ele também é casado (há 17 anos) é dez anos mais velho que eu e para completar o meu marido é seu ex-aluno. Não contive minha paixão e declarei-me para ele. Ele está me correspondendo nas carícias, dá-me atenção, telefona-me, manda-me e-mails carinhosos e disse que não fará nenhum esforço para não se apaixonar por mim. Mas ele não está apaixonado como eu. Preciso muito de uma explicação para isso. Sofro de alguma carência afetiva? Será que essa paixão dilacerante tem haver com algo da minha infância? Ou eu não me amo o suficiente e procuro espelhar-me em outras pessoas?

Anónima, 24 anos


Cara Anónima:

Parece-me claro que a relação que tens com esse professor não tem futuro. E tu própria, sabes no teu íntimo que isso é verdade. Sabes que tu és a amante dele, e que ele nunca sairia do casamento dele para estar contigo. Parece-me que tu tens de reflectir um pouco sobre o teu casamento e mais importante do que isso, sobre a tua auto-estima. Parece-me que procuras algo fora do teu casamento que te faça sentir mais realizada ou mais desejada por outra pessoa, algo que não consegues encontrar com o teu marido. A única forma de resolver esta situação será falar com o teu marido e tentar resolver os vossos problemas. Isto não tem só a ver contigo, pois num casamento, há culpa de ambas as partes quando as coisas não correm bem. Mas se tu não falares com o teu marido, vocês nunca irão resolver os vossos problemas e tu irás sempre continuar a procurar algo junto de outra pessoa. E nunca ficarás satisfeita. Espero que penses no que te disse.

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Qui Dez 09, 2010 9:04 pm

Susana : “Posso apanhar clamídia?”

“Uma rapariga que mora na minha residência universitária tem clamídia. Tenho medo de apanhar a doença.”

Cara leitora, a clamídia é uma infecção sexualmente transmitida bastante comum e que é causada por uma bactéria chamada ‘clamidia tractomatis’. A única forma pela qual esta infecção pode ser transmitida é através do contacto sexual, por isso, a não ser que a leitora tenha relações sexuais com a sua colega de residência, não tem com que se preocupar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Sex Dez 10, 2010 3:40 pm

Será que só gostava dela pelo corpo?...

Caro Dr. Coração:

Namoro há ano e meio e vivo com ela desde então, fui um namorado exemplar até há 3 meses atrás. Ultimamente acho-me estranho para com a minha parceira, tenho discutido muito insultando-a, chamando-a gorda e estupida etc... tudo menos palavrões. De facto ela engordou um pouco e já não me excita... Será que eu so vejo a parte carnal?

Inácio, 21 anos


Caro Inácio:

As relações mudam muito com o tempo. No início, há sempre uma atracção que une as pessoas, mas com o tempo, essa atracção vem diminuindo e o que sobra tem de ser suficiente para manter a relação. Ou seja, tem de haver algo mais do que atracção física. E no teu caso, parece-me que isso não existe. Com o tempo, tu notastes que não exista mais nada a ligar-vos emocionalmente e isso tem-vos afastado. A vossa relação está condenada ao fracasso. Deverás por isso acabar com ela e seguir em frente. Talvez, na tua próxima relação encontres alguém que te faça sentir diferente e com quem queiras passar o resto da vida.

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Sab Dez 11, 2010 2:06 pm

A minha namorada mente a todos... Será que a mim também?...

Caro Dr. Coração:

A minha namorada, tem mentido muito para os pais dela e para os amigos tambem, nao sei como falar isso com ela mas acho que se ela mente para essas pessoas, ela poderia estar mentindo pra mim. Ela mente para os pais que estou dormindo na casa dela ou coisas do tipo, para os amigos ela diz que por exemplo ela esta viajando comigo e um grupo de amigos em vez de dizer que esta viajando apenas comigo. Isso me faz me sentir um pouco inseguro sem saber qual o motivo disso. Os pais cada dia que passa descobrem uma mentira dela. Gostaria de saber como entender melhor o que ela faz.

Anónimo


Caro Anónimo:

O teu principal problema é o facto de estares muito inseguro. Tu tens receio de que as coisas que ela te tenha dito, possam revelar-se como sendo falsas. Isto tudo resume-se a uma questão de confiança. Tu confias nela? É esse o teu principal problemas, pois parece-me que tu deixaste de confiar nela. E esse é o primeiro passo para o final de qualquer relação. Tu tens de falar com ele e dizer o que sentes. Ela pode ter uma boa razão para mentir aos pais e amigos... Mas pode nunca te ter mentido. Se continuares desconfiado, sem falar com ela, irás corrorer a tua relação e mais cedo ou mais tarde, tudo vai rebentar. Tens por isso de falar com ela e esclarecer a situação. Fingir que está tudo bem apenas irá fazer com que tu continues inseguro e com que o teu namoro se vá tornando cada vez mais instável.

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Sab Dez 11, 2010 8:50 pm

Filipe : “Ela quer fazer sexo em público…”

“Tenho uma vida sexual bastante animada, a minha mulher gosta de experimentar coisas novas, mas isto já me aborrece um pouco. Agora quer praticar fantasias que envolvem fazer sexo onde outras pessoas nos podem ver, mas eu não me sinto bem com isso. Que devo fazer?”

Caro leitor, o acto sexual deve ser consentido por ambas as partes, evitando o constrangimento e o desconforto por parte de um dos elementos do casal. É um pouco egoísta da parte da sua esposa querer fazer prevalecer uma ideia apenas no sentido da obtenção do próprio prazer, sem levar em conta os desejos da outra pessoa. Os casais preferem cenários mais privados e acolhedores, para que se proporcione maior intimidade na vida sexual. Há quem prefira sair da rotina optando por recorrer à imaginação e a fantasias para estimular a vida sexual. Tente conversar com a sua esposa, para que ela perceba o seu ponto de vista e o quanto fica incomodado com as suas ousadias.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Seg Dez 13, 2010 9:35 pm

Eu sinto algo pelo irmão do meu namorado...

Caro Dr. Coração:

Meu nome é Ivone, tenho 21 anos. Há 3 anos atrás namorei com um rapaz que acabou a nossa relaçao, e isso me deixou de rastos...precisei muitos meses para deixar de estar apaixonada por ele e praticamente entrei em depressao.
Entretanto, 1 ano depois, ainda nesta situaçao lastimavel, conheci um outro rapaz que me pediu namoro. Apesar de nao estar muito apaixonada por ele, decidi aceitar o namoro pois ele é o homem que toda a mulher procura: inteligente, responsavel,muito amigo e acima de tudo me amava (e ama) verdadeiramente.
Apostei meus sentimentos nesse rapaz, cuja relaçao me parecia tao saudavel...fui apresentada a sua familia como amiga, e passados cerca de 2 meses insisti para que ele confessasse aos pais que ja eramos namorados, coisa que ele fez sem problema.
Tudo parecia correr bem, ate que comecou um clima entre mim e o irmao dele...chegamos mesmo a nos beijar...nao me parece que o irmao goste muito de mim, ate porque ja arrumou namorada, mas com o tempo o que era no inicio um fraquinho passou agora a ser uma grande paixao.
Me atordoa so de pensar que as coisas se pudessem ter passado de forma diferente...
Nao sei o que fazer nem em relaçao ao meu namorado, que é tambem meu melhor amigo, nem ao irmao. Por favor me ajuda porque estou sofrendo muito!

Ivone, 21 anos


Cara Ivone:

Parece-me que o teu namoro está condenado ao fracasso. O facto de tu gostares do namorado do teu irmão é mais um sintoma dessa situação. Mas o problema já vem de trás, pois tu própria dizes que não estavas apaixonada por ele. É esse o teu principal problema, pois tu saíste muito magoada da tua anterior relação, que contentaste em encontrar alguém que tu achavas que não te iria magoar novamente. Mas mais cedo ou mais tarde, por mais que tu tentasses, os problemas iriam aparecer. E foi o que aconteceu. Tu achas que o irmão do teu namorado tem algo que falta ao teu próprio namorado e que não existe no teu namoro. E por isso sentes algo verdadeiro no teu coração.
Mas mais cedo ou mais tarde, alguém irá sair magoado desta situação. Na minha opinião, só tens uma solução. Tu deverás acabar o namoro e cortar também as relações com o irmão dele. Parece uma decisão muito díficil, mas tens de pensar que talvez será melhor acabar agora com uma relação cuja raíz já era de início muito fraca. Se continuares a prolongar esta mentira, as coisas ficarão ainda piores.
Eu sei que tu não queres nem pensar em acabar com o teu namorado, pois ele é o teu melhor amigo e ama-te de verdade e sabes que ele nunca te irá magoar... Por isso tens sempre a opção de manter as coisas como estão... A decisão é tua.
Seja qual fora a decisão, espero que consigas finalmente encontrar a felicidade e acabar com o sofrimento por que tens passado.

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Ter Dez 14, 2010 11:32 pm

Adriana : “O pénis fica flácido após a ejaculação”

“Porque será que o meu marido não consegue fixar a erecção após a ejaculação? Gostaria de saber se é por isso que não consigo engravidar.”

Cara Leitora, é normal que o seu marido não continue com o pénis erecto após a ejaculação, já que há uma fase logo após a ejaculação em que os homens não conseguem responder a estímulos sexuais. A esse período damos o nome de período refractário. Quanto mais velho for o homem maior será essa duração. Quanto ao facto de não conseguir engravidar, o motivo não está relacionado directamente com a falta de erecção após o seu marido ejacular, uma vez que não é necessária ao atingir a erecção. Porém, aconselho-os a consultarem um médico especialista.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Seg Dez 20, 2010 12:59 am

Ele só me procura quando estou com outra pessoa...

Caro Dr. Coração:

Estou confusa... há 2 anos atrás conheci um rapaz na internet... durante 1 ano comunicamos via internet e telefone... depois desse periodo resolvemos conhecer-nos pessoalmente...só que eu estava muito carente... fui-me apegando a ele... ele é muito atencioso, carinhoso...
A partir daí, saímos varias vezes... ele diz gostar de mim... mas não consigo ter confiança nele... muitas vezes ele declara-se... o único problema é que nunca sei quando está a dizer a verdade...
Também discutimos muito... ele é o tipo do homem que não dá o braço a torcer todas as vezes que discutimos... sou eu sempre que tento a reconciliação... tenho amizade com um amigo dele... ele sente ciumes e tudo mas nao admite... isso...
Ele é divorciado e tem 2 filhas... Eu amo-o muito... apesar de não conhecer as filhas dele... eu respeito muito a relação dele com elas... (...)
Não sei o que fazer... pois tem vezes que ele fica um bom tempo sem me contactar... Quando estou tranquila, esqueço-me um pouco dele e quando surge uma pessoa, começo a sair com essa pessoa, ele reaparece do nada... parece que sente quando estou com outra pessoa... e começa a me procurar... nao sei o que fazer...!!!!

Anónima, 27 anos


Cara Anónima:

Tu estás numa relação algo complicado com essa pessoa, pois não me parece que ele esteja interessado em ti para ter algo contigo a longo prazo. Não tenho dúvidas que ele gosta de ti, mas não gosta de ti o suficiente para partilhar a sua vida contigo quando tu mais precisas. Para além disso, numa relação precisa de existir compromisso entre os dois parceiros. E neste caso, não me parece que seja isso que aconteça, pois quando têm uma discussão, ele não sente a tua falta ao ponto de tentar resolver os problemas que causaram a discussão. Tu mereces melhor. Por isso, quando estiveres com outra pessoa, não deves deixar que o interesse renovado dele te distraia. Tu nunca terás um futuro com ele, e enquanto deixares que a presença dele afecte as tuas relações, tu nunca conseguirás ter um futuro com ninguém. Espero que penses no que te disse.

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Ter Dez 21, 2010 10:44 pm

Carlos : “Tive relações com a minha cunhada”

“Tive uma relação extraconjugal com a irmã da minha mulher e há pouco tempo ela descobriu. Ela quer deixar-me.”

Caro Leitor, parece-me ser um pouco tarde para arrependimentos. Se se sente arrependido e ama, de facto, a sua esposa, tente demonstrar-lhe o amor que sente por ela. Tente fazer-lhe ver que não a quer perder e que não a voltará a trair futuramente. Dê tempo à sua esposa para lidar com o sucedido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Qua Dez 22, 2010 8:24 pm

Eles só gostam do corpo dela...

Caro Dr. Coração:

Eu adoro uma rapariga da minha turma,somos bons amigos.ela é muito concorrida pelos outros rapazes que gostam do corpo dela.eu ja lhe dei provas de alguns deles gostarem mais do corpo do que dela.eu tou mesmo muito apaixonado, mais do que ela pensa.ela ja sabe que eu gosto dela mais do que tudo.ela nao gosta muito de mim (como namorado). Ajuda-me por favor...

Luís, 13 anos


Caro Luís:

Acho que tu devias tentar esquecer essa rapariga, pois parece-me que ela não está interessada em ti, da mesma forma que tu estás nela. Pelo que me contas, ela deve ser uma rapariga alvo da atenção de muitos rapazes, tu incluido. Mas é ela que decide com quem quer estar, seja qual for a motivações dos rapazes que gostam dela. O facto é que ela não sente nada por ti, e tenho a certeza de que não existe nada que possas fazer para mudar a situação. O melhor que tens a fazer é manter-te um bom amigo dela, e apoiá-la nas situações em que ela saia magoada por alguém que não goste mesmo dela. Quem sabe se um dia, os sentimentos dela não mudam com o tempo? Mas não a deves pressionar ou meter-te na vida dela, pois isso apenas irá afastá-la de ti. Não podemos obrigar ninguém a gostar de nós... É assim a vida.

Dr. Coração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...   Hoje à(s) 1:10 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
REVISTA MARIA, E NÃO SÓ - PODEM ACREDITAR...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 8 de 11Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Joquebede mãe de Moisés e Maria mãe de Jesus
» Jardim santa maria - zona leste de são paulo - capital
» Revista CTA - Volume 2 - para todos
» Revista 103 dicas e macetes em eletrônica
» As irmãs já podem tocar na Orquestra da CCB Vitória das mulheres! Gloria Deus!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A LIBERDADE É AMORAL :: E O VERBO SE FEZ PALAVRA...-
Ir para: