A LIBERDADE É AMORAL

Local de discussão livre sobre todos os temas sociais.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 AS RELIGIÕES...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: AS RELIGIÕES...   Ter Jun 23, 2009 12:15 pm

As religiões e a liberdade...

Os estados industrializados exportam mercadorias, os totalitários ideologia.

O Irão desenvolve a bomba atómica, quer erradicar Israel ("terra prometida" e "Povo escolhido") e curvar o mundo a Maomé.

A Arábia Saudita usa as divisas do petróleo para divulgar o Corão e sustentar os mullahs que deviam estar no manicómio e se encontram, sem tratamento, à frente das mesquitas.

O Vaticano exporta moral e escândalos, impondo a primeira e escondendo os segundos.

Os protestantes evangélicos exigem o ensino do criacionismo e a guerra em defesa da bíblia e na promoção do seu Deus.

Os cristãos ortodoxos agarram-se aos Estados como as lapas à rocha e não prescindem dos privilégios que ao longo dos tempos conquistaram.

Todas as religiões pretendem o monopólio porque - dizem -, há um só Deus verdadeiro. A teocracia é o modelo ideal de Estado, condescendendo as religiões que o Estado seja laico desde que se submeta à vontade do Deus de cada uma.

É neste caldo de cultura que os homens e mulheres livres têm de impor a Deus os princípios democráticos e ao clero o respeito das leis que os povos "livremente" decidem.

Deus pode ser uma ideia tolerável, como as fadas e os duendes, se não interferir com a vontade dos povos e os ideais de liberdade que se devem ao secularismo e à laicidade.

O ódio do clero à liberdade, em qualquer religião, rivaliza com a embirração de Maomé com a carne de porco...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Qui Jun 25, 2009 8:48 pm





"E fez que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, lhes fosse posto um sinal na mão direita, ou na fronte, para que ninguém pudesse comprar ou vender, senão aquele que tivesse o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.

Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis" (Apocalipse 13)

Pesquisei sobre a origem do 666 e descobri que os números tem valor simbólico.

Assim, o número UM é símbolo de Deus, porque só Deus é UM. Só Deus é absolutamente simples e uno em sua substância.

O DOIS é símbolo da criatura, porque em toda criatura há ato e potência, essência e existência, substância e acidente.

O TRÊS simboliza a ordem espiritual, pois que tudo o que é espiritual é ternário. Deus é espírito, e nEle há três Pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo. A alma humana é espiritual e racional, e na alma temos três potências: inteligência, vontade e sensibilidade. No raciocínio silogístico, há três frases: duas premissas e uma conclusão.

O número QUATRO simboliza a ordem material, pois que na ordem material há 4 pontos cardeais, 4 estações do ano. 4 elementos (terra, água, ar e fogo). Somando 1+ 2 + 3 + 4 = 10. Ora, DEZ são os mandamentos da Lei de Deus (UM) para a criatura (DOIS) ter ordem espiritual (TRÊS) e ordem material ( QUATRO).

O número SETE simboliza a perfeição total pois que ele resulta da soma da ordem espiritual (TRÊS) com a ordem material (QUATRO): 3 + 4 = 7. Por isso há
sete notas musicais, sete cores, sete virtudes, sete bem-aventuranças, sete dons do Espírito Santo, etc.

O número SEIS é símbolo da perfeição nas partes, porque ele é formado de 1+ 2 + 3 = 6. Mas, se multiplicarmos os componentes de SEIS se chega ao mesmo número: 1 x 2 x 3 = 6. Portanto seis é a perfeição nas partes. Mas o SEIS pode ser obtido tirando Um de SETE, isto é retirando Deus da perfeição total: 7 - 1= 6. Ora, querer a perfeição total sem Deus é hipocrisia naturalista, que é própria do Panteísmo e da Gnose.

SEIS, então, nesse sentido, significa a falsidade. Chamar o Anticristo de SEIS, SEIS, SEIS é chamá-lo de HIPÓCRITA, HIPÓCRITA, HIPÓCRITA. É o oposto que se canta de Deus: Santo, Santo, Santo. Essa interpretação do número 666 é uma simples hipótese de interpretação, que me foi ensinada, há muitos anos, por um velho amigo, Fernando de Mello Gomide.

(Orlando Fedeli)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Seg Jun 29, 2009 4:50 pm

Padres, ciência e sexo...

A ciência formula hipóteses, a religião impõe certezas.

A primeira observa e perscruta, a segunda esconde e deturpa.

Na ciência oficiam os que investigam, nas religiões os que recitam.

Uns interrogam-se, outros conformam-se.

Entre os que buscam a verdade e procuram a mudança e os que carregam a mentira e defendem a tradição, vai a distância entre um ateu e um crente.

De um lado está o progresso, do outro o hábito.

Uns buscam a felicidade humana, os outros a glória de Deus.

«Quem sabe faz, quem não sabe ensina». É por isso que os clérigos reclamam o ensino da educação sexual, mas um bispo a falar de sexo é como uma prostituta a exaltar a castidade. Um fala daquilo que lhe é vedado e a outra daquilo que não pratica.

A divina hipocrisia tem destas coisas.

As vestes talares dos clérigos remetem para um desejo hermafrodita em que os castos por ofício sonham com a auto-suficiência para satisfação do cio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Dom Jul 19, 2009 12:13 am

Abdul Rahamn, um médico de 41 anos, enfrenta um processo no tribunal de Kabul por conversão ao Cristianismo.

"A condenação à morte (pena que os livros sagrados reservam aos hereges) de um muçulmano convertido ao cristianismo é um murro no estômago dos cidadãos de países laicos onde a religião é cada vez mais um direito e cada vez menos um dever.

Sem o respeito por todas as formas de religiosidade, arreligiosidade e até anti-religiosidade não há democracia.

Curiosamente coube a um crente exaltado, um evangelista conservador ( o Sr Bush) a veleidade de tentar levar a democracia e a fé a todo o planeta, desde os EUA, cuja existência conhecia, até outras paragens que não imaginava.

No Afeganistão a fé e a papoila estão mais florescentes do que os direitos humanos.

O Corão é o escalracho que germina na seara da democracia.

Abdul Rahamn, um médico de 41 anos, enfrenta um processo no tribunal de Kabul por conversão ao Cristianismo.

O julgamento começou na semana passada e, de acordo com as leis islâmicas, pode vir a ser condenado à morte.

Apesar dos esforços do Governo de Kabul para lhe poupar a vida, os líderes islâmicos, perante um pecado tão grave, não abdicam de o decapitar.

Será que o Profeta se indigna com as caricaturas e se enche de gozo com as decapitações?

(Carlos Esperança)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Qua Jul 22, 2009 11:18 pm

Testemunhas de Jeová preparam-se para o paraíso...

Enquanto esperam pelo paraíso prometido para a Terra, as testemunhas de Jeová vivem para aquilo que acreditam "agradar a Deus" estudar, difundir e cumprir o que está escrito na Bíblia.

Nesta altura do ano, juntam-se em 14 congressos distritais por todo o país.

Este fim-de-semana, foi em Guimarães. Mais de quatro mil fiéis reuniram-se para se prepararem para o "livramento" que acreditam estar próximo.

Para "agradar a Deus", não fumam, não consomem drogas, são moderados com o álcool, não vão à tropa e são modestos a vestir.

Não celebram o Natal nem festejam o aniversário, o que nem sempre é socialmente aceite.

Vera Inês fala com a certeza dos seus 12 anos "Já tive problemas. Era insultada por causa da religião, mas, agora, os meus colegas compreendem porque eu explico que festejar o aniversário é um costume pagão e que o Natal não é uma festividade bíblica".

Os jovens não frequentam discotecas e abstêm-se de ambientes menos próprios aos seus princípios.

Acreditam na castidade, na fidelidade dentro do casamento e recusam as uniões homossexuais.

Embora não seja obrigatório, tentam casar dentro da comunidade religiosa porque "é muito melhor estar com alguém que partilha dos mesmos valores", como explica Samuel Ferreira, solteiro de 24 anos.

(Jornal de Notícias)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Qua Jul 29, 2009 5:04 pm

O socratinismo e a Igreja

Tarde - e a más horas (indecorosamente, na véspera das eleições legislativas):
«Concordata regulamentada

A nova Concordata [tratado entre a Santa Sé e o Estado Português sobre o exercício da religião católica em Portugal] foi assinada em 2004, mas o acordo sobre diversas matérias será ratificado no Conselho de Ministros de 30 de Julho de 2009.»

Sócrates chantageou a Igreja até à véspera das eleições, por causa das capelanias na «assistência religiosa nos hospitais, prisões e forças armadas e de segurança». O objectivo da chantagem: a docilidade e colaboração da Igreja com o socialismo socratino nas posições institucionais (e dos mais elevados dignitários religiosos, dos movimentos eclesiais, e dos leigos com relevo político), na Rádio Renascença e na Universidade Católica.

A estratégia socratina falhou na parte institucional, pois a Igreja reagiu ao colaboracionismo pretendido: o arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, e nessa qualidade representante máximo da Igreja em Portugal, foi a voz desse descontentamento com o rumo do País para o radicalismo dos costumes e a miséria económica. A Igreja independente ainda resistiu a um contra-ataque, com campanha nos media (!), do sector ligado ao Patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, para a reconquista do poder na Conferência Episcopal. Nessa frustação se esfumou a possibilidade de aliança do socialismo radical com a representação oficial da Igreja portuguesa. Porém, para obviar a essa independência, D. Jorge Ortiga foi sistematicamente ignorado nos convites da televisão pública.

Contudo, a estratégia socratina resultou na Rádio Renascença e Universidade Católica, instituições da Igreja dependentes do Patriarca de Lisboa. Ora, se o Santuário de Fátima deixou de depender apenas do Bispado de Leiria-Fátima por que é que a Universidade Católica Portuguesa e a Rádio Renascença dependem do Patriarcado de Lisboa?

Na Universidade Católica houve a expansão da tomada de controlo pelos elementos reconhecidos como ligados aos socialismo, desde sempre ou que deles se aproximaram (por exemplo, na eminência parda de Roberto Carneiro). Essa tomada de controlo tinha sido posta em prática na aliança com o socialismo caridoso de Guterres. E, para perplexidade dos católicos portugueses, que desconfiavam dos peixinhos rosas nas pias de água benta, manteve-se com José Sócrates. Apesar de ser certo e sabido que Sócrates tinha uma agenda radical na promoção do aborto, do casamento de homossexuais, na eutanásia, na erradicação da Igreja das escolas, hospitais, prisões, forças de segurança e vida pública!...

Na Rádio Renascença, paradoxalmente na fase de confronto da direcção da Conferência Episcopal com o Governo - houve o convite para comentadores residentes a figuras proemimentes da maçonaria socialista, de Mário Soares a João Cravinho, e de outros comentadores mediaticamente ligados ao socialismo socratino, como a procuradora Dra. Maria Cândida Almeida, mantida mesmo apesar dos seus comentários polémicos quando o departamento criminal que dirigia (o DCIAP) investigava o primeiro-ministro no caso Freeport.

Portanto, a manutenção da aliança da facção escarlate da Igreja portuguesa com o socialismo, nestes findos anos Sócrates, só resultou na desunião e comprometimento (parcial) da Igreja com o socialismo de cariz maçónico que promoveu, sem piedade nem respeito por essa submissão, a sua agenda radical. A regulamentação da nova Concordata na véspera da eleição legislativa não é uma esmola do socialismo maçónico radical a esse colaboracionismo, mas uma cedência objectiva à força da Igreja independente.

(António Balbino Caldeira)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Qui Jul 30, 2009 12:08 pm

6.6.6 - O dia da "besta"...

A conjugação do número seis, o número que se diz ser da besta, faz com que este dia de seja encarado por muitos como o dia do Anticristo.

Para os mais crédulos este dia, é ainda mais temido que a tradicional sexta-feira 13.
A verdade é que está escrito na Bíblia, mais especificamente no «Livro do Apocalipse», capítulo 13: «A todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz com que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita, ou sobre a testa, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta, ou o número do seu nome.

Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta, pois é número de homem.

Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis».

Foi assim que o 666 passou a ser adorado por satânicos e temido por católicos.

Outra explicação para o número diabólico...

Ainda existe outra explicação religiosa para a associação maléfica ao número seis.

O algarismo sete é visto, na Bíblia, como o símbolo da perfeição, o número de dias em que Deus criou o Mundo.

Assim, o seis, por estar exactamente antes do número da perfeição, é visto como o da imperfeição.

O próximo 6/6/6 só vai acontecer daqui a cem anos, a 6 de Junho de 2106.

Mesmo para quem não acredita na característica demoníaca da data, o certo é que é uma fantástica oportunidade de negócio.

Há dias, o número de telemóvel 666 6666 foi leiloado no Qatar e acabou por ser arrebatado por 2,74 milhões de dólares, maquia que vai ser empregue em obras de caridade.

O nome do comprador não foi divulgado.

Quem sabe sempre aproveitar a oportunidade para o negócio é o cinema: no dia considerado o «Dia da Besta» estreia o filme «O Génio do Mal», um remake de uma película de 1976, que conta a história de Damien, uma criança diabólica marcada pelo símbolo da besta.

Mas também há quem considere a data um motivo para festa.

Nos Estados Unidos, na cidade de Hell («Inferno», em português) o dia foi celebrado com uma festa, com direito a 666 t-shirts para os moradores, música e até carrosséis para as crianças.

O certo é que, quando o relógio deu as seis horas, seis minutos e seis segundo, muitos corações bateram mais acelerados.

E, para os mais crédulos, a besta esteve mais perto.


Curiosidades

Em Portugal, houve quem não deixasse de reparar que os nomes dos principais candidatos às presidenciais (Cavaco, Alegre e Soares) tinham seis letras.

E alguns foram ainda mais longe na associação do número à ideia de Satanás:

Há quem diga que 666 é também www, e a Internet seria, assim, um dos sinais do fim do mundo, ou seja, do Apocalipse.

E para os «anti-Bush» pelo mundo fora, a análise numerológia do nome de George W. Bush dá, nem mais, nem menos, do que 666.

E o tal sinal?

Os adventistas dizem que o Anticristo é o PAPA. Que grandes malucos!

Segundo eles "VICARIUS FILII DEI", isto é, atribuindo a cada letra o respectivo peso numérico em numeração romana:


V................. 5
I.................. 1
C...............100
A................. 0
R................. 0
I.................. 1
U................. 5
S................. 0

F...................0
I...................1
L................ 50
I.................. 1
I...................1

D...............500
E...................0
I...................1

TOTAL ........666


PS - Não creio em bruxas, mas parece que já as viram...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Sex Ago 07, 2009 9:41 pm

O ATEU E O URSO PARDO

Um ateu estava passeando em um bosque, admirando tudo o que aquele "acidente da evolução" havia criado.

"Que árvores majestosas! Que poderosos rios! Que belos animais!" Lá ia ele dizendo consigo próprio.

À medida que caminhava ao longo do rio, ouvia um ruído nos arbustos atrás de si.

Virou-se para olhar e viu um corpulento urso-pardo caminhando na sua direção.

Disparou a correr o mais rápido que podia.

Olhou, por cima do ombro, e reparou que o urso estava demasiado próximo.

Ele aumentou mais a velocidade.

Era tanto o seu medo que lágrimas lhe vieram aos olhos.

Olhou, de novo, por cima do ombro, e, desta vez, o urso estava mais perto ainda.

O seu coração batia frenéticamente.

Tentou imprimir maior velocidade.

Foi, então, que tropeçou e caiu desamparado.

Rolou no chão rapidamente e tentou levantar-se, só que o urso já estava em cima dele, procurando pegá-lo com a sua forte pata esquerda e, com a outra pata, tentando agredi-lo ferozmente.

Nesse preciso momento, o ateu clamou:

"Oh meu Deus!".

O tempo parou.

O urso ficou sem reação.

O bosque mergulhou em silêncio.

Até o rio parou de correr.

Uma luz clara brilhava, uma voz vinda do céu dizia:

"Tu negaste a minha existência durante todos estes anos, ensinaste a outros que eu não existia, e reduziste a criação a um acidente cósmico. Esperas que eu te ajude a sair desse apuro? Devo eu esperar que tenhas fé em mim?"

O ateu olhou directamente para a luz e disse:

- Seria hipócrita da minha parte pedir que, de repente, passes a tratar-me como um cristão, mas, talvez, possas tornar o urso um cristão?

"Muito bem", disse a voz.

A luz foi embora.

O rio voltou a correr e os sons da floresta voltaram.

Então, o urso recolheu as patas, fez uma pausa, abaixou a cabeça e falou:

- Senhor, abençoe este alimento que agora vou comer. AMÉM!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Sex Ago 14, 2009 12:42 pm

Porque se suicidam os muçulmanos...

Toda a gente pergunta: Porque é que para os terroristas muçulmanos é tão fácil suicidarem-se?

Aqui estão as razões possíveis:

É proibido:

Sexo antes do casamento ; beber bebidas alcoólicas ; ir a bares ; ver televisão ; usar a Internet ; desportos e festas com mulheres ; tocar a buzina ; comer carne de porco ; ouvir música não religiosa ; ouvir rádio ; barbear-se...

Além disso:

Têm areia por todos os lados e nenhum buggy para se divertirem
Come-se carne de burro assada sobre bosta de camelo seca
As mulheres usam burka e não dá para ver nem a cor dos olhos
A esposa é escolhida pelos outros e o rosto só é visto só na procriação
Sexo só casado e só para procriar... no escuro com a mulher vestida com o shake
Reza-se para Alah: das 06:00 às 09:00 ; das 12:00 às 15:00 ; das 16:00 às 18:00 ; das 21:00 às 00:00 ; e no pôr do Sol
A temperatura média nos paises árabes é entre 45º e 58º graus
Para economizar água, banho apenas uma vez por mês e nas partes mais sujas (pés)

E finalmente:

Ensinam que, quando um gajo morre, vai para o paraíso e lá terá tudo aquilo com que sonha

Diz a verdade... Tu também não te suicidavas?...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Dom Ago 16, 2009 12:46 pm

Hora da Religião - I

Orientações sexuais contidas na cartilha de ensinamentos da IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS, retirados do livro "Castigo Divino"

*Posição de quatro* - É uma das posições mais humilhantes para a mulher, pois ela fica prostrada como um animal enquanto seu parceiro ajoelhado a penetra. Animais são seres que não possuem espírito, então o homem que faz o cachorrinho com sua parceira, fica com sua alma amaldiçoada e fétida.

*Sexo Oral* - O prazer de levar um órgão sexual a boca é condenado pelas leis divinas. A boca foi feita para falar e ingerir alimentos e a língua para apreciar os sabores. A mulher engolindo o sêmen não vai ter filhos. E o homem somente sentirá dores musculares na língua ao sugar a vagina de sua parceira.

*Sexo Anal (Sodomia)* - O ânus é sujo, fétido e possui em suas paredes milhões de bactérias. É o esgoto propriamente dito. No esgoto só existe ratos, baratas e mendigos. A pessoa que sodomisa ou é sodomisada ela se iguala a um rato pestilento. Seu espírito permanece imundo e amaldiçoado. Mas o pior é quando o ato é homossexual, pois o passaporte dessa infeliz criatura já está carimbado nos confins do inferno.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Seg Ago 17, 2009 11:46 pm

Hora da Religião - II

Segundo a cartilha, a maneira certa de se relacionar sexualmente com sua parceira é a seguinte:

*Posição Recomendada - O homem e a mulher devem lavar suas partes com 1 litro de água corrente misturado com uma colher de vinagre e outra de sal grosso. Após isso, a mulher deve abrir as pernas e esperar o membro enrijecido do seu parceiro para iniciar a penetração. O homem após penetrar a mulher, não deve encostar seu peito nos seios dela, deve manter uma distância pois a fêmea deve estar rezando aos santos para que seu óvulo esteja sadio ao encontrar o espermatozóide. Depois do acto sexual, os dois devem rezar, pedindo perdão pelo prazer proibido do orgasmo. Como penitência, o açoite com vara de bambu é aceito como forma de purificação.*

(Do Livro Castigo Divino)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Qua Ago 19, 2009 9:44 pm

Ratzinger

O papado de Ratzinger tem sido pautado por um crescendo de fundamentalismo que passa pela negação crescente do concílio Vaticano II e pela recuperação das praxis mais anacrónicas da já de si anacrónica ICAR.

A última, que nos remete aos tempos tão elogiados pelo actual e último papas, a era gloriosa da Cristandade, tem a ver com a recuperação da celebração da penitência na semana dita santa.

Na realidade, a semana «santa» de 2005 foi marcada por uma série de declarações que isoladamente passariam despercebidas entre as profusas banalidades habituais emanadas da Santa Sé mas que vistas globalmente indicam inequivocamente o rumo obscurantista traçado por Ratzinger.

Assim, num claro recado aos católicos ditos «liberais» o Vaticano lembrou que «Não há Teologia católica» sem aceitação do Magistério da Igreja - isto é que ser católico implica a subordinação total aos ditames do Vaticano e é heresia pensar temas de religião pela própria cabeça.

Reforçando a mensagem aos jovens de Ratzinger para que estes rejeitem o secularismo e aquilo a que chamou «religião faça você mesmo».

Por seu lado o representante-mor do Vaticano local adverte os católicos portugueses para os perigos da ciência e da análise racional, destacando que «os discípulos de Cristo não podem cair nesta tentação (usar a razão)».

Como confirmado pelo arcebispo Piero Marini, mestre de celebrações litúrgicas pontifícias, a mais recente adição às práticas ICARianas é um rito que era tradicional em Roma até ao Renascimento, abandonado quando as teses obscurantistas tão queridas à santa madre igreja, nomeadamente as de Bernardo de Claraval (ou Clairvaux) no século XII, foram destronadas e deixou de ser heresia o novamente execrado uso da razão.

Assim, pensar pela própria cabeça continua anátema para a Igreja de Roma que, pela voz do cardeal americano James Francis Stafford, o penitenciário-mor do Vaticano, introduziu três novos pecados no léxico pecaminoso dos católicos.

Três pecados que tentam obstar a que a era da informação trespasse as idiotices da mitologia cristã permitindo assim que os crentes permaneçam no estado de santa ignorância preferido pela Igreja e pelo actual Papa, que quer os católicos longe da influência nefasta de intelectuais.

Constitui então pecado para um católico manter-se informado ou procurar informação, mais concretamente são pecados o excesso de Internet, de televisão e de jornais (em que excesso é definido em relação ao tempo que se passa a ler a Bíblia).

Aliás, a penitência agora aconselhada pela Igreja Católica, para qualquer pecado, é a leitura da Bíblia que aparentemente para os totalitários do Vaticano contém toda a informação necessária a qualquer crente.

Enfim, nada que não tivesse sido previsto...

PS: O dia 19 de Abril de 2005, foi um marco para um retrocesso civilizacional que será muito difícil de recuperar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Ter Ago 25, 2009 12:01 pm

1ª Missa...

Ele estava tão nervoso na sua primeira missa, que no sermão quase não conseguiu falar.

Antes da segunda missa, dirigiu-se ao Bispo e perguntei como devia fazer para relaxar.

Este, por sua vez, recomendou-lhe o seguinte:

- Coloque umas gotinhas de vodka na água, vai ver que da próxima vez estará mais relaxado.

No Domingo seguinte, aplicou a sugestão do Bispo, e estava tão relaxado, que podia falar alto até no meio de uma tempestade, tão descontraído que estava.

Ao regressar a casa, encontrou um bilhete do Bispo, que dizia o seguinte:

- Caro Padreco:

1º - Da próxima vez, coloque umas gotas de VODKA na água e não umas gotas de água na VODKA

2º - Não há necessidade de por limão e sal na borda do cálice

3º - O missal não é, nem deverá ser usado, como apoio para o copo

4º - Aquela casinha ao lado do Altar é o confessionário e não o WC

5º - Evite apoiar-se na imagem de Nossa Senhora, e muito menos abraçá-la e beijá-la

6º - Os mandamentos são 10 e não 12

7º - 12 são os apóstolos, e nenhum deles era anão

8º - Não nos devemos referir o nosso Salvador e seus apóstolos como "JC & Companhia"

9º - Não deverá referir-se a Judas como "filho da puta"

10º - Não deverá tratar o Papa por "O Padrinho"

11º- Judas não enforcou Jesus, e Bin Laden não tem a ver com esta história

12º - A água Benta é para benzer e não para refrescar a nuca

13º - Nunca reze a missa sentado nas escadas do Altar

14º - Quando se ajoelhar, não utilize a Bíblia como apoio ao joelho

15º - Utiliza-se o termo Amen e não "ó meu"

16º - As hóstias devem ser distribuidas pelos fiéis. Não devem ser usadas como aperitivo antes do vinho

17º - Procure usar roupas debaixo da Batina, e evite abanar-se quando estiver com calor

18º - Os pecadores vão para o inferno e não para "a puta que os pariu"

19º - A iniciativa de chamar os fiéis para dançar foi plausível, mas, fazer um "comboio" pela igreja...

20º - Não deve sugerir que se escreva na porta da Igreja HOSTIA BAR

P.S.: Aquele que estava sentado no canto do Altar ao qual se referiu como "paneleiro travesti de saias" era eu!...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Qui Ago 27, 2009 9:22 pm

AVISOS PAROQUIAIS

As mensagens que se seguem são avisos fixados nas portas de igrejas, todos eles reais (pelo menos é o que se diz), escritos com muito boa vontade mas muito má redacção:

“Quinta-feira que vem, às cinco da tarde, haverá uma reunião do grupo de mães. Todas as senhoras que desejem formar parte das mães, devem dirigir-se ao escritório do pároco.”

“As reuniões do grupo de recuperação da autoconfiança são nas sextas feiras, às oito da noite. Por favor, entrem pela porta traseira.”

“Na sexta-feira às sete, os meninos da Catequese farão uma representação da obra “Hamlet” de Shakespeare, no salão da igreja. Toda a comunidade está convidada para tomar parte nesta tragédia.”

“Prezadas senhoras, não esqueçam a próxima venda para beneficência.
É uma boa ocasião para se livrarem das coisas inúteis que há nas suas casa. Tragam os seus maridos!”

“Assunto da catequese de hoje: “Jesus caminha sobre as águas”
Assunto da catequese de amanhã: “Em busca de Jesus””

“O mês de Novembro finalizará com uma missa cantada por todos os defuntos da paróquia”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Qui Set 10, 2009 9:49 pm

O Baptismo...

Um bêbado passava por um rio, quando viu uns evangélicos a orar e a cantar. Resolveu perguntar:
- O que é que se passa... hic... aqui?
- Estamos a fazer um baptismo nas águas. Também desejas encontrar o Senhor?
- Hic... Claro que quero...
Os evangélicos vestiram ao bêbado uma roupa branca e levaram-no para a fila, numa margem do rio, onde estava um pastor que agarrava nos fiéis, mergulhava a cabeça na água, depois tirava e perguntava:
- Irmão... viste Jesus?
- Sim, vi...
E todos os evangélicos diziam:
- Aleluia! Aleluia!
Quando chegou a vez do bêbado, o pastor meteu-lhe a cabeça na água, depois tirou e perguntou-lhe:
- Irmão... viste Jesus?
- Não! - disse o bêbado.
O pastor colocou novamente a cabeça do bêbado na água e deixou estar um certo tempo. Depois tirou-a e perguntou:
- E agora, irmão... viste Jesus?
O bêbado já bastante ofegante, disse:
- Não!
O pastor, já nervoso, meteu de novo a cabeça do bêbado debaixo de água e deixou-a lá "cinco minutos". Depois puxou o bêbado para cima e perguntou-lhe:
- E agora, irmão... já conseguiste ver Jesus?
O bêbado já sem folêgo e trôpego de tanta água engolir, disse:
- Tens a certeza...Hic...que Ele caiu aqui?!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Qui Set 24, 2009 3:26 pm

Um burro morreu bem à frente de uma Igreja e, como uma semana depois, o corpo ainda estava lá, o padre resolveu reclamar com o Prefeito.
- Prefeito, tem um burro morto na frente da Igreja há quase uma semana!
E o Prefeito, grande adversário político do padre, alfinetou:
- Mas Padre, não é o senhor que tem a obrigação de cuidar dos mortos?
- Sim, sou eu! Mas também é minha obrigação avisar os parentes!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Sex Set 25, 2009 5:31 pm

A Santa Inquisição, também com a designação de Tribunal do Santo Ofício, foi um tribunal religioso que teve a sua origem na Idade Média.

O objectivo desta instituição da Igreja Católica era impedir os desvios da fé.

Foi introduzido em Portugal por ordem do rei D. João III em 1536 e ultrapassou largamente o seu objectivo inicial, tendo estendido a sua acção nos planos político, social e cultural.

Neste último, a Inquisição publicava uma lista de livros proibidos - o Index - exercendo uma forte censura sobre os escritores e as suas obras.

Esta instituição, com os seus fanatismos, com as suas denúncias, com os seus roubos, com as suas prisões, com as suas torturas, com os seus autos de fé, com as suas fogueiras, foi uma mistura de tragédia dolorosa e de baixa comédia, que durante cerca de mais de duzentos anos perturbou em Portugal todas as actividades e com elas o progresso geral do país.

Este tribunal sofreu uma importante reforma no tempo do Marquês de Pombal em 1772, e foi definitivamente extinto em 5 de Abril de 1821.

PS - Parece que está de regresso...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Qui Out 08, 2009 6:17 pm

A 10 de Novembro de 1483, na cidade de Eisleben, na Alemanha, nasceu Martinho Lutero, um jovem que, contrariando a vontade dos pais, decidiu tornar-se monge.

Lutero tornou-se Doutor em Teologia e passou a leccionar na Universidade de Wittenberg.

O estudo atento da Bíblia permitiu-lhe reconhecer que a conquista da vida eterna seria unicamente através da fé e não, como era usual nesse tempo, através de obras e doacções pecuniárias que enriqueciam a igreja, contraiando o espírito de Cristo que morreu e ressuscitou para perdão de toda a humanidade.

Lutero, a 31 de Outubro de 1517, afixou na porta da igreja do castelo de Wittenberg suas 95 Teses contra os abusos da Igreja e especialmente contra a venda de indulgências.

Essas teses foram como que um rastilho que eclodiu no seio da Igreja.

Lutero, então, passou a participar de vários debates teológicos com autoridades civis e eclesiásticas que tentavam fazê-lo retratar-se de suas críticas à Igreja e ao Papa.

Em 1520, Lutero foi excomungado pelo Papa e, no mesmo ano, queimou a Bula de Excomunhão em praça pública, rompendo assim com a Igreja Católica da época.

Em 1530, surgiu a Confissão de Augsburgo que foi escrita por Lutero e Melanchton, seu fiel companheiro.

Este documento trazia um resumo dos ensinamentos luteranos.

Pouco a pouco, o ideal de reforma da Igreja Católica que Lutero possuía foi sendo sufocado e o Reformador viu-se obrigado, juntamente com seus seguidores, a formar um grupo separado de cristãos que queriam permanecer fiéis às verdades bíblicas do Evangelho.

Surgia assim a Igreja Luterana.

Lutero morreu a 18 de fevereiro de 1546, após ter traduzido a Bíblia para o alemão popular e ter escrito inúmeras obras e tratados teológicos.

Após sua morte, os luteranos, que já eram em bom número, passaram a discordar em alguns pontos doutrinais.

Para solucionar os problemas, foi escrita, em 1577, a Fórmula de Concórdia.

Em 1580, 50 anos após a publicação da Confissão de Augsburgo, surgiu o Livro de Concórdia que reúne todas as Confissões de Fé da Igreja Luterana, e que é, ainda hoje, a lei fundamental dessa igreja.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Sab Out 17, 2009 8:37 pm

Na estrada, alguns metros antes de uma curva, dois frades seguravam um cartaz que dizia:

"O Fim Está Próximo! Arrepende-te e Volta Para Trás!..."

Passou um automobilista e mostraram-lhe o cartaz. O automobilista deu uma gargalhada, mandou-os à merda e seguiu em frente.

No momento seguinte, ouviu-se um grande estrondo para lá da curva.

E um dos frades disse para o outro:

- E se puséssemos antes um cartaz a dizer:

"Atenção! A Ponte caiu"?...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Qui Out 29, 2009 3:26 pm

Qual a melhor religião?

(Breve diálogo entre o teólogo brasileiro Leonardo Boff e o Dalai Lama)

Leonardo Boff explica:

"No intervalo de uma mesa-redonda sobre religião e paz entre os povos, na qual ambos (eu e o Dalai Lama) participávamos, maliciosamente, mas também com interesse teológico, lhe perguntei em meu inglês capenga:

- "Santidade, qual é a melhor religião?" (Your holiness, what`s the best religion?)

Esperava que ele dissesse:

"É o budismo tibetano" ou "São as religiões orientais, muito mais antigas do que o cristianismo."

O Dalai Lama fez uma pequena pausa, deu um sorriso, me olhou bem nos olhos - o que me desconcertou um pouco, porque eu sabia da malícia contida na pergunta - e afirmou:

"A melhor religião é a que mais te aproxima de Deus, do Infinito". É aquela que te faz melhor."

Para sair da perplexidade diante de tão sábia resposta, voltei a perguntar:

- "O que me faz melhor?"

Respondeu ele:

-"Aquilo que te faz mais compassivo" (e aí senti a ressonância tibetana, budista, taoísta de sua resposta), aquilo que te faz mais sensível, mais desapegado, mais amoroso, mais humanitário, mais responsável...

Mais ético...

A religião que conseguir fazer isso de ti é a melhor religião..."

Calei, maravilhado, e até os dias de hoje estou ruminando sua resposta sábia e irrefutável...

Não me interessa amigo, a tua religião ou mesmo se tem ou não tem religião.

O que realmente importa é a tua conduta perante o teu semelhante, tua família, teu trabalho, tua comunidade, perante o mundo...

Lembremos:

"O Universo é o eco de nossas ações e nossos pensamentos".

A Lei da Acção e Reacção não é exclusiva da Física.
Ela está também nas relações humanas.
Se eu ajo com o bem, receberei o bem.
Se ajo com o mal, receberei o mal.

Aquilo que nossos avós nos disseram é a mais pura verdade:

"terás sempre em dobro aquilo que desejares aos outros".

Para muitos, ser feliz não é questão de destino. É de escolha.

Pense nisso....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Sab Dez 19, 2009 5:11 pm

Negócios do Vaticano...

A Nestlé solicitou uma reunião com o Papa no Vaticano. Após receber a benção do mesmo, o representante cochichou:
- Vossa Santidade, nós temos uma oferta. A Nestlé está disposta a doar 50 milhões de Dolares à Igreja se Vossa Santidade mudar a frase da oração Pai Nosso, de "o pão nosso de cada dia nos dai hoje" para "o café nosso de cada dia nos dai hoje".
O Papa responde:
- Isso é impossível. A oração é a palavra do Senhor e não pode ser mudada.
- Bem - diz o homem - nós já prevíamos sua relutância e, por isso, nós aumentamos a oferta para 100 milhões de Dolares. Tudo o que pedimos é que se mude a frase de pão para café.
Novamente o Papa responde:
- Isso, meu filho, é impossível. A prece é a palavra de Deus e não pode ser mudada.
Finalmente, o homem da Nestlé diz:
- Vossa Santidade, nós da Nestlé respeitamos Vossa fé, mas nós temos uma oferta final: doaremos 500 milhões de Dolares para a Igreja Católica, simplesmente se a frase "o pão nosso de cada dia" for mudada para "o café nosso de cada dia". Por favor, pense nisso.
E o homem retirou-se.
No dia seguinte, o Papa convoca o Colégio dos Cardeais e diz:
- Tenho 2 notícias para dar: uma é boa e a outra é má.
A boa notícia é que a Igreja vai receber uma doação de 500 milhões de Dolares.
- E a má notícia, Santidade? - pergunta um dos cardeais.
Responde o Papa:
- Vamos rescindir o contrato com a Panrico.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Ter Dez 22, 2009 11:08 pm

A confissão do Carlitos...

"Senhor Padre, eu pequei. Fui seduzido por uma mulher que se dá..."

"És tu, Carlitos?"

"Sim, Senhor Padre, sou eu".

"E com quem estivestes tu?"

"Padre, eu já disse o meu pecado... ela que confesse o dela".

"Repara, Carlitos, mais tarde ou mais cedo eu vou saber, assim é melhor que mo digas agora. Foi a Isabel Fonseca?"

"Os meus lábios estão selados".

"A Maria Gomes?"

"Por mim, jamais o saberá..."

"Ah! A Maria José?"

"Não direi nunca!!!"

"A Rosa do talho?"

"Padre, não insista!!!"

"Então foi a Catarina da pastelaria, não?"

"Padre, isto não faz sentido..."

O Padre rói as unhas desesperado e diz-lhe então:

"És um cabeça dura, Carlitos, mas no fundo do coração admiro a tua reserva. Vais rezar vinte Pais-Nossos e dez Avé-Marias... Vai com Deus, meu filho..."

O Carlitos sai do confessionário e vai para os bancos da igreja.

O seu amigo Pedrito desliza para junto dele e sussurra-lhe:

"E então? Resultou?"

"Sim. Tenho cinco nomes de gajas que dão baldas!!!"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Dom Dez 27, 2009 4:01 pm

O Marreco...

Estava um Marreco sentado na fila da frente, na Igreja a assistir á missa...

O Padre, chegou a uma parte da missa, em que falava das atitudes de Deus...

- Irmãos, tudo o que Deus fez, foi perfeito!

O Marreco sentia-se incomodado...mas, nada disse.

- Irmãos, tudo o que Deus fez, foi perfeito!

O Marreco levanta-se e diz:

- Sr. Padre, acha que isto é perfeito?

E diz o Padre:

- Filho, para Marreco não estás nada mal!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Ter Jan 12, 2010 10:59 pm

«A Igreja Católica eliminou o limbo, onde a tradição católica colocava as crianças que morriam sem receber o baptismo, considerando que aquele reflectia "uma visão excessivamente restritiva da salvação".»

PS - Mas podem continuar a acreditar em tudo o resto, está bem?...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   Sex Jan 15, 2010 1:11 am

A MORAL E A RELIGIÃO...

Um dos argumentos mais utilizados pelos crentes na defesa da utilidade religiosa é o argumento da necessidade do moralismo religioso como sustento de uma sociedade moral. Segundo este princípio, o moralismo religioso é indispensável ao funcionamento da sociedade, através da divulgação de valores de justiça e de regras de boa conduta.

Contudo, este princípio não tem qualquer fundamento. Os sistemas religiosos são sistemas fechados, relutantes à influência externa e só assimilam novos valores exteriores quando lhes é conveniente, através de um simples processo de sobrevivência ou, como quase sempre acontece, tardiamente, quando já toda a sociedade assimilou as alterações em causa.

Por serem sistemas fechados e, consequentemente, as normas morais demorarem muito tempo a sofrerem adaptações, as religiões permanecem praticamente imutáveis aos olhos de qualquer geração e as alterações só se conseguem vislumbrar, muitas vezes, numa perspectiva histórica.

Assim, como se explicaria, baseando-nos no princípio exposto no primeiro parágrafo, que os valores morais de uma religião sofram dessa imutabilidade enquanto as sociedades, com o seu dinamismo independente da religião, alterem consideravelmente os seus valores em processos que muitas vezes duram escassos anos?

Se o princípio da moral religiosa fosse válido viveríamos ainda sob a moralidade medieval, uma vez que os princípios morais religiosos dessa era ainda vigoram na sua maior parte; nos casos em que isso não acontece, a religião foi sempre a reboque das alterações impostas pela dinâmica da sociedade.

Não existem razões de facto para sustentar a superioridade de qualquer moral religiosa. A moral é fruto desse enorme empreendimento que é - e continuará a ser - a adaptação do ser humano ao mundo que o rodeia, procurando equilíbrios de justiça na busca da felicidade individual e colectiva.

(Diário Ateísta)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: AS RELIGIÕES...   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
AS RELIGIÕES...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 4Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» As Mentiras da Bíblia: a Verdade Oculta Por Trás da Religião!
» A maçonaria é uma religião satânica! Gostaria de saber a opinião do nosso precioso e querido Irmão Ednelson...
» Seguir a Jesus Sem Religião
» IGREJA RENOVADORA CRISTÃ ®
» Igrejas Universal e Mundial são seitas, diz Igreja Presbiteriana "Seja eu, você, o bispo Macedo ou qualquer um de nós estamos sujeitos a nos enfermar", afirma reverendo presbiteriano ao explicar doenças que afetam os cristãos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A LIBERDADE É AMORAL :: E O VERBO SE FEZ PALAVRA...-
Ir para: