A LIBERDADE É AMORAL

Local de discussão livre sobre todos os temas sociais.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Qui Ago 19, 2010 7:51 pm

Augusto Ernesto Santos Silva (Porto, 1956) é um professor universitário e político português.

É licenciado em História, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, desde 1978, e doutor em Sociologia, pelo Departamento de Sociologia do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, desde 1992. É professor catedrático da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, onde começou a leccionar em 1981 e prestou provas de Agregação em 1999.

Entre os cargos que exerceu contam-se os de membro do Conselho Nacional de Educação (1996-1999), vogal da Comissão do Livro Branco da Segurança Social (1996-1998), representante de Portugal no Projecto de Educação para a Cidadania Democrática do Conselho da Europa (1997-1999), presidente do Conselho Científico e pró-reitor da Universidade do Porto (1998-1999) e membro do Conselho Directivo da Fundação José Fontana (2002-2005).

Iniciou a sua actividade política, ainda estudante liceal, integrando grupos de inspiração trotskista.

Na Revolução dos Cravos era militante da UOR - União Operária Revolucionária, que posteriormente se viria a integrar na Liga Comunista Internacionalista. Em 1976 apoiou a candidatura de Otelo Saraiva de Carvalho à Presidência da República, em 1980 esteve com Ramalho Eanes, em 1985 com Maria de Lurdes Pintasilgo, na primeira volta, e Mário Soares, na segunda. Em 1990 aderiu ao Partido Socialista, pelo qual foi eleito deputado à Assembleia da República a partir de 1995, embora chamado a funções de governo — integrou o XIV Governo como Secretário de Estado da Administração Educativa (1999-2000), Ministro da Educação (2000-2001) e Ministro da Cultura (2001-2002), e o XVII Governo como Ministro dos Assuntos Parlamentares (2005-2009), sendo hoje Ministro da Defesa Nacional do XVIII Governo Constitucional.

Tem vários livros publicados, sendo os mais recentes Os Valores da Esquerda Democrática: vinte teses oferecidas ao escrutínio público (2010) e A Sociologia e o Debate Público: estudos sobre a relação entre conhecer e agir (2006). A par disso colaborou regularmente com a imprensa, nomeadamente na Página Cultural do Jornal de Notícias (1978-1986) e com uma coluna semanal no jornal Público (1992-1999 e 2002-2005).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Qui Ago 19, 2010 7:53 pm

AUGUSTO SANTOS SILVA ACUSA PROFESSORES MANIFESTANTES DE NÃO DISTINGUIREM "ENTRE SALAZAR E OS DEMOCRATAS"

08.03.2008

O ministro dos Assuntos Parlamentares, Augusto Santos Silva acusou, ontem à noite, em Chaves, à entrada para uma reunião sobre os três anos de Governo, os manifestantes de estarem a levar a cabo uma intimidação anti-democrática e atribuiu o combate pela liberdade apenas a "históricos" do PS. O ministro acusou ainda os manifestantes de "nem sequer saberem distinguir entre Salazar e os democratas" e de nem terem "lutado contra o fascismo".

"A liberdade é algo que o País deve a Mário Soares, a Salgado Zenha, a Manuel Alegre... Não deve a Álvaro Cunhal nem a Mário Nogueira", afirmou Santos Silva (Rui Gaudêncio/PÚBLICO (arquivo))

"A liberdade é algo que o País deve a Mário Soares, a Salgado Zenha, a Manuel Alegre... Não deve a Álvaro Cunhal nem a Mário Nogueira", afirmou Santos Silva, acrescentando que estes "lutaram por ela antes do 25 de Abril contra o fascismo, e lutaram por ela depois do 25 de Abril contra a tentativa de tentar criar em Portugal uma ditadura comunista", sustentou.

"O clima político que algumas pessoas estão a tentar desenvolver em Portugal é um clima de intimidação, é um clima próprio da natureza anti-democrática dessas forças. E se for preciso defender outra vez, como defendemos em 75, a liberdade em Portugal, o Partido Socialista, posso garantir, estará na linha da frente da defesa das liberdades públicas", afirmou, na ocasião.

Reagindo a estas declarações, o deputado social-democrata Miguel Relvas manifestou-se hoje "chocado" com as declarações do ministro dos Assuntos Parlamentares. "Há já algum tempo que o ministro passou a fronteira do bom-senso e com total impunidade", sustentou o social-democrata, afirmando que o responsável pela pasta dos Assuntos Parlamentares tem evidenciado um "comportamento de guerrilha e hostilidade".

"O senhor ministro tem que perceber que a barricada da liberdade, desta vez, não está do lado do PS, mas do lado dos professores e não tem que ficar indignado que estes se manifestem e reclamem os seus direitos", afirmou, em declarações à agência Lusa.

(Diário de Notícias)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Qui Ago 19, 2010 7:55 pm

Augusto Santos Silva - "o ideólogo"

06.01.2009

“Olha que este é um grande amigo e camarada e não tem nada que ver com o grande sacana do irmão!”, disseram-me pelo menos quatro amigos, à laia de “apresentação”, quando me viram, num recente jantar em Espinho, onde se comemorava o aniversário de uma Revolução famosa, trocando umas palavras informais com o saudoso amigo Fernando Santos Silva, que recentemente (e muito fora de tempo) deixou o nosso convívio. Ele, de todas as vezes sorriu, parece-me que com alguma tristeza e se não me confirmou que sim, "era um grande amigo e camarada", a verdade é que também não desmentiu o resto.

Do tal irmão, este outro Santos Silva, Augusto, Ministro dos Assuntos Parlamentares, dizem os mais amigos (o que valem os amigos!...) que é cordial, afável, muito culto, interessado nas ideias dos outros, aberto ao debate franco.

Por outro lado, diz quem o vê e ouve nas suas actividades políticas públicas, em entrevistas, declarações de rua, debates na Assembleia da República ou, por exemplo, no Prós & Contras desta última segunda-feira, que é básico, simplista, arrogante, provocador, trauliteiro e malcriado.

Como se não bastasse, o seu percurso político começado na extrema esquerda, passando para o MES, daí para o PS, onde foi, só para lembrar a História mais recente, apoiante de Manuel Alegre, passando depois da vitória de Sócrates, a feroz apoiante... de Sócrates (surpresa!) e praticamente insultando publicamente o primeiro sempre que pode, mostra uma pessoa de uma “coerência” verdadeiramente emoldurável e ao mesmo tempo, que existem sacos de lixo doméstico com melhor cheiro e valor do que a sua noção de lealdade.

Triste e lamentável Governo, que tem como “ideólogo” esta personagem, no mínimo, portadora de “distúrbio bipolar”.

PUBLICADA POR SAMUEL

http://samuel-cantigueiro.blogspot.com/2009/01/augusto-santos-silva-o-idelogo.html
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Qui Ago 19, 2010 7:58 pm

Augusto Santos Silva, do PS, até mete medo…

05.02.2009

Poderia pensar-se que, 35 anos depois do 25 de Abril, Portugal era um país livre, pelo menos, a nível da liberdade de expressão.

Dia 4 de Fevereiro, numa reunião do PS, em Lisboa, Augusto Santos Silva, recusou discutir a situação interna do PS, onde Edmundo Pedro afirmou que não se fala porque se tem medo. Augusto Santos Silva recusou discutir esta questão e, com espuma na boca e um olhar medonho, confirmou o pior que é o PS de hoje: não o partido das liberdades mas o partido onde a sua direcção actual exerce o poder com autoritarismo e arrogância espalhando, com prepotência, o medo junto dos portugueses. Para isso serve-se da máquina do governo que ocupa com uma maioria absoluta, neste momento já sem credibilidade.

É preocupante este retrocesso democrático em Portugal. Santos Silva utiliza o Portugal de Abril para afirmar que só ele (PS) é que tem razão e que os que não pensam como ele (PS) são reaccionários e conservadores. Para Santos Silva a esquerda é o PS e a direita é o resto.

O desespero não é bom conselheiro e o carácter repetitivo com que Santos Silva tem vindo a assumir esta posição não leva longe o PS e vincula todo o partido e todo o governo a um discurso fascizante que, no mínimo, até mete medo.
Mas como aconteceu aos que governaram Portugal antes do 25 de Abril, os fascistas, Santos Silva e os que pensam e agem como ele, felizmente nem todo o PS, acabarão por ser derrotados.
O Portugal de Abril caminhará em frente, mais avisado para os perigos da falsa esquerda que ocupa o poder do país e depois vira à direita e para os malefícios do deslumbramento causado pelas maiorias absolutas.

É urgente lutar pela democracia em Portugal!

http://maisevora.blogspot.com/2009/02/augusto-santos-silva-do-ps-ate-mete.html
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Qui Ago 19, 2010 8:02 pm

Santos Silva prefere «malhar» na direita

05.02. 2009

«Eu cá gosto é de malhar na direita, e gosto de malhar com especial prazer nesses sujeitos e sujeitas que se situam, de facto, à direita do PS. São das forças mais conservadoras e reaccionárias que eu conheci na minha vida, e que gostam de se dizer de esquerda plebeia ou chique. Refiro-me, obviamente, ao PCP e ao Bloco de Esquerda».

Entre outras «pérolas», esta foi uma das preciosidades com que o Ministro Augusto Santos Silva brindou os militantes do PS, numa reunião que decorreu ontem, no Largo do Rato, com o objectivo de discutir as várias moções de estratégia para o próximo congresso. Instado por um dos históricos socialistas, Edmundo Pedro, a alargar o debate à situação interna do partido, o Ministro respondeu que era «provavelmente a última pessoa interessada em discutir, numa sessão de debate entre moções, aberta, as questões de governança interna e de pequena ou micro escala de um partido político».

Augusto Santos Silva é sociólogo, com escritos muito interessantes sobre Cultura e Cidades, e confesso que até nutria um certo respeito pela personalidade. Contudo, os tiques «controleiros» e estas tiradas absolutamente despropositadas (e até rudes) têm esboroado por completo a imagem do sociólogo e teórico da Cultura. Eu cá também estou farto deste tipo de socialismo, com tiques totalitários, prepotentes, «controleiros» e manipuladores, de debates vazios e sem respostas a nada nem a ninguém. «Malhar» é um verbo demasiado plebeu para um erudito da estirpe de Santos Silva. Não lhe fica nada bem. Até porque o povo português pode estar a preparar-se para «malhar» neste tipo de socialismo e neste tipo de Governo, que, de certeza, não é o que quer para um Portugal «de jeito».

http://www.google.pt/#hl=pt-PT&rlz=1W1ADFA_en&q=Santos+Silva+prefere+%C2%ABmalhar%C2%BB+na+direita&aq=f&aqi=&aql=&oq=&gs_rfai=&fp=c2c20705b9757c7
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Qui Ago 19, 2010 8:04 pm

Santos Silva considera «inaceitável» que RTP promova sua entrevista com as palavras «malhar na direita»

20-02.2010

O ministro dos Assuntos Parlamentares considerou quinta-feira «inaceitável» que a promoção feita pela RTP1 à sua entrevista com Judite de Sousa tivesse em som as suas palavras «malhar na direita» e disse esperar um pedido de desculpas daquela televisão.

Augusto Santos Silva, que tutela a Comunicação Social, manifestava o seu incómodo a Judite de Sousa, no início do programa Grande Entrevista da RTP 1 conduzido por aquela jornalista. «Com toda a franqueza, acho excessivo a forma como a RTP fez a promoção desta entrevista fazendo uma coisa que é inaceitável: pôr o som de uma intervenção minha numa reunião partidária e a imagem de eu a falar no Parlamento».

Judite de Sousa tentou salvar a situação, garantindo ao ministro que a montagem não foi «intencional» mas Santos Silva lembrou que os telespectadores foram «induzidos» em erro, pois esse seu discurso foi feito no calor de uma reunião partidária e não no Parlamento.

A 6 de Fevereiro, numa sessão de apresentação da moção de José Sócrates ao Congresso do PS, o dirigente socialista (e ministro dos Assuntos Parlamentares) Augusto Santos Silva disse gostar de «malhar na direita», deixando também críticas aos partidos à esquerda do PS. «Eu cá gosto é de malhar na direita, e gosto de malhar com especial prazer nesses sujeitos e sujeitas que se situam, de facto, à direita do PS. São das forças mais conservadoras e reaccionárias que eu conheci na minha vida e que gostam de se dizer de esquerda plebeia ou chique. Refiro-me, obviamente, ao PCP e ao Bloco de Esquerda», afirmou Santos Silva, que se referiu às questões internas do partido como «minudências».
«Ainda não me pediram desculpas mas eu estou certo de que não sairei daqui sem que me peçam desculpas», insistiu.

Santos Silva considerou a montagem feita pela RTP1 uma «violação grave» do Código Deontológico dos jornalistas.

Na entrevista a Judite de Sousa, o ministro dos Assuntos Parlamentares respondeu entre outras a perguntas sobre o caso Freeport, pactos políticos, as 20 medidas propostas pela líder do PSD para o combate à crise, Manuel Alegre e ao casamento entre homossexuais.

Lusa/SOL
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Qui Ago 19, 2010 8:06 pm

Augusto Santos Silva: um ministro "político" na pasta da Defesa

22.10.2010

Depois de ter assumido várias pastas em governos do PS, Augusto Santos Silva vai ocupar pela primeira vez o cargo de ministro da Defesa, substituindo Nuno Severiano Teixeira no cargo.

Nos últimos quatro anos e meio, Augusto Santos Silva, 53 anos, teve a responsabilidade de fazer a articulação entre o Governo e a Assembleia da República, enquanto ministro dos Assuntos Parlamentares.

Visto como um homem competente e com grande capacidade de trabalho, Augusto Santos Silva foi considerado um dos ministros mais 'políticos' do primeiro Governo de José Sócrates.

No plenário da Assembleia da República, desferiu duras críticas aos adversários, mas também fora do 'palco' parlamentar ficaram na memória alguns dos seus ataques como o que deixou em Fevereiro deste ano, durante uma reunião do PS, quando disse que do que gostava é de "malhar na direita".

Três anos antes o alvo tinha sido o agora Presidente da República durante a campanha para as presidenciais, em Janeiro de 2006, quando Santos Silva associou a eleição de Cavaco Silva, "o candidato apoiado pela direita" a uma tentativa de "golpe de Estado constitucional".

Augusto Ernesto Santos Silva nasceu em 20 de Agosto de 1956, no Porto. É licenciado em História pela faculdade de Letras do Porto, doutorado em Sociologia pelo ISCTE e professor na faculdade de Economia da Universidade do Porto.
É militante do PS desde 1989, em que se filiou juntamente com o deputado Alberto Martins, tendo integrado o conselho coordenador do Fórum Novas Fronteiras, lançado pelo secretário-geral socialista, José Sócrates, o organismo que elaborou o programa eleitoral com que o partido se apresentou às legislativas de 20 de Fevereiro.

No último congresso socialista, foi eleito director do Acção Socialista, o órgão oficial do PS, sendo responsável na direcção partidária por toda a imprensa do partido.

Augusto Santos Silva foi ministro da Educação entre 2000 e 2001, depois de ter sido secretário de Estado da Administração Educativa entre 1999 e 2000, e assumiu a pasta da Cultura entre 2001 e 2002.

"Católico de esquerda", Augusto Ernesto Santos Silva destacou-se nos Estados Gerais de António Guterres, em que surgiu como uma das principais figuras do Porto, notabilizando-se com intervenções sobre assuntos relacionados com a cidade.
Antes de assumir funções governativas, Augusto Santos Silva integrou o Conselho Nacional de Educação entre 1996 e 1999, e foi vogal da comissão do livro branco da Segurança Social.

(Agência Lusa)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Qui Ago 19, 2010 8:09 pm

Augusto Santos Silva e a generosa polinização das papoilas de ópio do Afeganistão através das botifarras de mercenários da NATO

29.06.2010

O Augusto Santos Silva parece uma cadela nojenta, que, em tempos, deu o nó com a Lurdes Rodrigues, mas, depois de baldeado, aquilo rebentou, ficando ela com a cabecinha, e ele com os restos do pescoço... Quer isto dizer que, quando mandaram o cão de água português, para lamber as bordas da Michelle, já cá havia um sabujo, ainda mais rafeiro e servil, que devia ter ido, em vez dele, e não foi.

Eu sei que o Afeganistão tem as maiores reservas de ópio, e que, sem ópio, não há "cavalo", o que é fundamental para desmoralizar certas franjas da juventude, que, sem desvirilização, arriscavam-se a atacar o Pentagrama Mundial, ditado por Bilderberg: menos empregos, mais gente assustada, menos resposta, mais usura e mais miséria... para alguns.

A Cimeira dos G20, coisa que me interessa tanto como os golos da Seleção, na África do Sul, chegou a um consenso sobre um limite dos endividamentos das respetivas economias. Endividamento são números, e nesses números, não há qualquer margem para a balança das emoções reais em que tudo se move.

Eu explico: prefiro ter, nas mãos, um objeto que me dê prazer, e um buraco no cartão de crédito, do que ter o cartão de crédito, objeto que só me serve para me aumentar os prazeres, a zeros, e viver num vazio de emoções.

Eu sei que isto não é o cenário ideal, porque, na realidade, como Cidadão Europeu, eu deveria estar num Estado que me garantisse o suficiente para eu poder viver no grau de conforto que associo à Europa, porque, se assim não for, mais vale que vá para o Afeganistão, e ficar à altura da maneira como sou tratado, e esses G20, ou lá que merda é essa, em vez de andarem a fazer contas amealhadas, deviam olhar para os respetivos interiores e perguntar se tinham cumprido os sonhos de Igualdade, Fraternidade e Liberdade previstos pelo Iluminismo, e os indicadores todos de desenvolvimento humano que distinguem as sociedades avançadas daquelas que as avançadas não deixaram avançar. Aparentemente, numa lógica da estagnação, onde, quem já tinha de ter o que era para ter com ele ficou, e quem não tinha trata de o distribuir da forma mais desigual possível, o que não é crime, evidentemente, desde que não desiquilibre os défices.
Objetivamente, um russo mafioso pode acender um charuto do Fidel com uma nota de 100 dólares desde que esses 100 dólares não sejam retirados diretamente do Orçamento Americano, um orçamento de guerra, como nem Reagan, nem Bush II ousaram, e que é defendido pelo Nobel da Paz, grande organizador de bailes tribais, no seu Salão Oval do Quénia.
Sou grande apreciador de etnicidades, desde que não estejam à frente de uma das mais poderosas nações do Mundo, a comandar friamente o crime no outro extremo da Esfera, e a pedir ao Augusto Santos Silva que envie cobaias para as plantações do Ópio.

Os chamados "Americanos", na realidade, "riqueños", desesperadamente em busca de nacionalidade, alistam-se, para virem de lá sem uma perna ou duas, mas com as restantes americanizadas. Nós, Portugueses, felizmente não precisamos disso, e a história é ganhar mais uns milhares de euros, enquanto a barriga de retaguarda fica à espera de que o paizinho morra num bilhar de bombas, ou a despistar-se num caminho de cabras. O Augusto Santos Silva não pede mais, e felizmente que não, porque pouco mais temos para lhe dar.

Eu sei que os ortodoxos dirão que o Afeganistão está cheio de armas de destruição maciça, e está: basta que algumas levantem a burka, e mostrem os teclados desdentados, para imediatamente o pessoal se pôr a fugir...

Estão-me a perguntar onde é que isto encaixa no défice dos G20: encaixa e bem. Os países compradores de armas comprometem-se agora a não comprar armas nenhumas aos produtores, e os produtores de armas passarão a fazer diretamente plantações de ópio no Vale da Morte, para consumo interno e exportação, em vez de andarem a fabricar cada vez mais pernetas e mutilados, que a Michelle, a Maria de lá, costuma condecorar com um suspiro, como convem a uma ficção.

ARREBENTA - THE BRAGANZA MOTHERS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Qui Ago 19, 2010 8:11 pm

Augusto Santos Silva garante que Governo recusa a ceder a "chantagens e ultimatos" do PSD

18.08.2010

O DIRIGENTE DO PS AUGUSTO SANTOS SILVA ASSEGUROU HOJE QUE O GOVERNO NÃO CEDERÁ A "CHANTAGENS" DO PSD, ACUSANDO AINDA O LÍDER SOCIAL-DEMOCRATA DE "IRRESPONSABILIDADE" E DE ESTAR A "AGITAR O FANTASMA DE UMA CRISE POLÍTICA".

O dirigente do PS Augusto Santos Silva assegurou hoje que o Governo não cederá a "chantagens" do PSD, acusando ainda o líder social-democrata de "irresponsabilidade" e de estar a "agitar o fantasma de uma crise política"."Não estamos disponíveis para ultimatos e chantagens, não é assim que se chega a acordos políticos", declarou Augusto Santos Silva numa entrevista ao Diário Económico em resposta ao repto lançado pelo presidente dos social-democratas, Pedro Passos Coelho, que desafiou o Governo a mudar de política ou, em alternativa, avançar para eleições antecipadas.No sábado passado, durante o discurso que proferiu na tradicional Festa do Pontal, na Quarteira, Pedro Passos Coelho desafiou o Executivo socialista a "devolver a palavra aos portugueses" até ao próximo dia 09 de setembro, altura em que cessa a possibilidade do Presidente da República convocar eleições.

LUSA
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Qui Ago 19, 2010 8:13 pm

Santos Silva é «berbequim político do PS»

19.08.2010

O deputado do PSD Luís Campos Ferreira acusou hoje Augusto Santos Silva de prejudicar a Defesa Nacional e a “pasta de soberania” que tutela ao intervir recorrentemente e numa “linguagem caceteira” sobre “questões meramente partidárias”.
Para o deputado, coordenador social democrata na comissão de Defesa Nacional da Assembleia da República, Augusto Santos Silva tem-se evidenciado mais como “berbequim político do PS” do que como ministro da Defesa Nacional.

Contactada pela agência Lusa, fonte oficial do Ministério da Defesa escusou-se a comentar as acusações do deputado social democrata.

“Repetidamente o ministro da Defesa Nacional aparece de supetão, utilizando uma linguagem que em nada é consentânea com as suas funções de Estado, intervindo em matérias que nada têm a ver com a Defesa Nacional num estilo que eu chamaria de berbequim político”, afirmou Luís Campos Ferreira.

E acrescentou: “O envolvimento de quem tutela as Forças Armadas em questões meramente partidárias não dignifica, não prestigia nem sequer é aconselhável em termos de sentido de Estado ao ministro fazê-las. Muito menos com um estilo caceteiro e de mau gosto (…) Sem trabalho para mostrar na área da Defesa Nacional, o doutor Santos Silva prima pela falta de categoria e de sentido de Estado”.

Na opinião do deputado, “há mesmo uma confusão instalada entre o ministro da Defesa Nacional e o ministro de defesa do Partido Socialista”.

“E esta confusão não prestigia as elevadas responsabilidades de quem tutela as Forças Armadas. O PSD aconselhava o senhor ministro a ser mais comedido, a ter mais sentido de Estado e interiorizar de uma vez por todas as funções que ocupa e tornar-se mais ministro da Defesa Nacional e menos berbequim político do PS”, exortou.

Augusto Santos Silva devia, no entender do deputado social democrata, “falar mais das funções que ocupa e menos de outras áreas que não são da sua responsabilidade”.

“E ao falar de outras áreas que não são da sua responsabilidade devia utilizar outro tipo de linguagem mais consentânea com o cargo que ocupa. Definitivamente, este ministro não tem categoria nem nível para o lugar”, comentou.

Na quarta feira, o dirigente do PS Augusto Santos Silva deu uma entrevista ao Diário Económico onde acusou o líder do PSD, Pedro Passos Coelho, de “irresponsabilidade” e de estar a “agitar o fantasma de uma crise política”.

(Diário Digital / Lusa)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Qui Ago 19, 2010 8:17 pm

Palavras de Santos Silva revelam «estilo trauliteiro» à moda de Jardim, diz BE

05.02.2010

Olíder parlamentar do BE considerou, esta quinta-feira, que as declarações de Augusto Santos Silva, que disse gostar de «malhar na direita e com especial prazer naqueles que se situam de facto à direita do PS», revelam um «estilo trauliteiro».

Na opinião de Luís Fazenda, as palavras do ministro dos Assuntos Parlamentares revelam um «sectarismo imenso» e «inauguram um estilo trauliteiro à boa moda de Alberto João Jardim», presidente da Região Autónoma da Madeira (PSD), que deve ser «tirado de fora do debate politico democrático em Portugal».

«Mas isto só vem comprovar o desnorte, as dificuldades e a desorientação do Governo face a esta crise e às responsabilidades que nela tem, que levam a este tipo de ataque sem princípios e sem o mínimo de respeito democrático por outras forças à sua esquerda», acrescentou.

(TSF)


PS: O homem não tem cura...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Sex Ago 20, 2010 12:31 pm

Críticas de Santos Silva abrem conflito no Parlamento

20.08.2010

PS e PSD trocam declarações acesas depois da última entrevista do ministro da Defesa.

Continuam a fazer correr tinta as críticas lançadas pelo ministro da Defesa ao líder do PSD. Numa entrevista publicada na última quarta-feira pelo Diário Económico, Santos Silva acusou Passos Coelho de ter uma "atitude irresponsável" e de estar a fazer um "ultimato" e uma "chantagem" em torno do próximo Orçamento a que o Governo não cederá. As réplicas entram agora no Parlamento.

Luís Campos Ferreira, deputado e coordenador do PSD na comissão parlamentar de Defesa, não gostou do que ouviu e, em declarações à Lusa, subiu o tom: acusou o ministro de ter um "estilo caceteiro e de mau gosto", de não ter "trabalho para mostrar na Defesa Nacional" e de primar "pela falta de categoria e de sentido de Estado". Campos Ferreira terminou, apelidando Santos Silva de ser "o berbequim político do PS" e, em vez de ser "ministro da Defesa Nacional", ser o "ministro de defesa do PS".

Ao Diário Económico, o socialista José Lello reage com indignação e acusa o seu colega de comissão parlamentar de estar apenas "a mostrar serviço ao líder" para "ganhar visibilidade". Lello diz que Santos Silva "não entrou para o convento" quando assumiu a pasta da Defesa e que as suas declarações ao Diário Económico "doeram tanto que Luís Campos Ferreira (que não se ouve falar nele) teve de substituir o conselheiro Acácio do costume, que fala da moda à minerologia - o secretário-geral do PSD, Miguel Relvas". José Luís Arnaut, presidente da comissão parlamentar, não quis fazer qualquer comentário.

(Diário Económico)


Comentários:

JGabriel , lx | 20/08/10 10:25
Na verdade com a (in)Justiça a trabalhar e o governo a (des)governar, há o perigo do povo tomar medidas desaconselhadas num estado de direito...
Os homens que gravitam por Lisboa e que são quem (des)governam, andam distraidos. Deviam sair mais à província e constatarem a miséria tanto cultural como material que grassa por esse país fora...
É urgente que o façam. É que os portugueses vão tendo a noção que angam 9.500.000 portugueses a trabalharem e a suportarem 500.000, que são todos aqueles que se encostam aos partidos....
E há alguma verdade nisto quando se verifica que a classe média e baixa diminue o seu poder de compra e uma minoria aumenta substancialmente o seu património.
Na gíria chama-se a isto caminhar-se para o terceiro mundismo.

G3 , | 20/08/10 10:07
Dos comentários que acabo de ler, só um ou dois é que defendem o caceteiro, porque os restantes estão todos de acordo, que não é com gentinha desta estirpe que o país pode crescer ao nivel de uma Alemanha (3%).
Só há uma maneira para resolver esta situação de desgraça a que chegou este pobre Portugal. Correr com eles à cacetada, porque a bem ninguém os tira lá. Deixemo-nos de mais paleio e vamos tomar atitudes concrectas, porque quanto mais tempo passar mais miséria vamos ter. Vejam que não há incentivos para produzir seja aquilo que for e que a nossa juventude mais válida está a sair para o estrangeiro, por falta de oportunidades internas. Acção muita acção é do que estamos a precisar urgentemente.

JGabriel , lx | 20/08/10 09:47
É natural que abram conflito. Este homem está preparado e agedado para a politiquice. Para a defesa do indefensável.
Foi porta voz do ps. Quando já estava gasto, por tanta inoportunidade e conflitualidade que criou, o ps, para que um dos seus boys não ficasse desempregado, mando-o para ministro da defesa ( este homem nem sequer sabe o que um M47, uma G3 e muito menos uma pedreneira de carregar pela boca). No ps estes crâneos gravitam de ministério em ministério com uma leviandade atraz. É preciso é a continuidade dos tachos. Aqui o amadorismo sobrepõe-se ao profissionalismo.
Penso que a polémica qe este senhor deveria criar no parlamento era levantar o tema dos submarinos e carros de combate, pois pairam muitas dúvidas qunto a honestidade da compra destes equipamentos. Aí sim, prestaria um bom serviço ao povo, que foi quem pagou, e que tem o direito de ser esclarecido. E nesta matéria aos costumes disse nada.
De resto, já deveria ter compreendido que o seu tempo se esgotou.....

José Lima , Porto | 20/08/10 09:45
O Lelo já se sabia que era um desgraçado que até no Boavista revelou incompetência. O Santos Silva é considerado até no PS como um atrazado mental ainda mais do que o Rui Pereira. E com isto está tudo dito.

Alberto , Almada | 20/08/10 09:10
Quando do 25 de Abril de 1974 havia por aí "provocadores profissionais dos vários agrupamentos da chamada extrema esquerda, como a UOR (União Operária Revolucionária), que mais tarde daria a LCI (Liga Comunista Internacionalista), organizações por onde andou o jovem “revolucionário” Santos Silva, em trânsito para o MES... e finalmente para o PS, o partido onde encontrou as melhores “condições de trabalho” para o seu velho objectivo: o anticomunismo cego e trauliteiro". texto retirado com a devida vénia do blog cantigueiro.

revoltado , Lisboa | 20/08/10 08:15
Seria bom que governassem, mas em vez disso, brincam aos tachos! querem todos poleiro, brincam com as pessoas, não sabem governar, não tem perfil, esbanjam e obrigam-nos a pagar as suas despesas e ma gestão! uma série de coisas que não podem continuar a bem do Pais e do povo em geral, o País está todo minado, cheio de interesses partidários e políticos, eu acho que esta gente está a cavar a própria sepultura....

Estes tipos , Lisboa | 20/08/10 07:16
estes tipos , cuja incompetência levou o país para o fundo, num governo do Prof. Salazar nem para moço de recados serviam.

CPinto , Ol Azemeis | 20/08/10 01:51
E sao pessoas destas que estão no governo! Santos Silva e o seu leal escudeiro, Jose Lelo; Realmente o poder destroi até o bom-senso...

Carlos Gonçalves , | 20/08/10 01:43
Santos Silva (que já foi deputado do PS) e Assis (que é agora deputado) são duas faces da mesma moeda: o grosseirismo e o nacional-parolismo do Partido chamado Socialista. Veja-se a falta de classe desses senhores (parecem arruaceiros) e de deputadas do mesmo PS na actual Assembleia. Grosseiras, parolas e mal vestidas... e também arruaceiras. Quando falam, parecem ter saído de uma aldeia qualquer do interior beirão. O deputado do PSD tocou na ferida: De onde raio vieram semelhantes criaturas, que envergonham as instituições democráticas?

453 , | 20/08/10 01:28
As meninas cor-de-laranja ofenderam-se quando lhes chamaram irresponsaveis. A verdade dói não é?
Por causa dessa irresponsabilidade e sede de poder, a Fitch e a União Europeia,já ficaram de olho em nós esta semana.

Na Dinamarca há coisas boas além das dinamarquesas , | 20/08/10 01:25
Vamos lá malhar é na direita... com os generais atrás das costas é ainda mais fácil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Ter Ago 24, 2010 5:33 pm

PSD diz que Santos Silva «não tem nível, categoria ou maturidade para ocupar as funções de Estado que ocupa»

24.08.2010

O deputado do PSD Luís Campos Ferreira acusou hoje o ministro da Defesa de ter «malhado» nas Forças Armadas ao ter adiantado que Portugal pode vir a ter uma célula de informações militares na missão da UNIFIL, no Líbano

Para o coordenador dos deputados sociais-democratas na Comissão de Defesa Nacional da Assembleia da República, Augusto Santos Silva protagonizou mesmo «a maior malhadela que as Forças Armadas portuguesas receberam nos últimos anos de um ministro da Defesa».

«O senhor ministro da Defesa já nos habituou a expressões menos simpáticas, como por exemplo que gostava de malhar na direita. Mas isso é uma questão político-partidária. Desta vez o senhor ministro da Defesa malhou nas Forças Armadas. E malha nas Forças Armadas porque torna público algo que é da sua esfera de competências, mas que é da reserva de confidencialidade do Estado português», salientou, em declarações à agência Lusa.

Em entrevista ao jornal i publicada segunda-feira, o ministro da Defesa aponta o Líbano como um teatro de operações onde Portugal pode passar a ter uma célula de espiões, depois de referir que no Outono já será enviada uma equipa para o Afeganistão.

«Ao tornar pública uma questão tão sensível como esta coloca em perigo as Forças Armadas portuguesas, coloca em perigo cidadãos portugueses», defendeu Luís Campos Ferreira, acrescentando: «O PSD só pode tirar uma consequência e uma conclusão: este ministro não tem nível, categoria ou maturidade para ocupar as funções de Estado que ocupa».

No entender do deputado social-democrata, tratou-se «provavelmente da atitude mais caricata dos últimos ministros da Defesa pós-25 de Abril».

«É a maior malhadela – utilizando uma expressão dele – que as Forças Armadas portuguesas receberam nos últimos anos de um ministro da Defesa», declarou.

Considerando o episódio «a prova dos nove da competência e da imaturidade» do titular da pasta da Defesa, Luís Campos Ferreira salientou que a manutenção de Augusto Santos Silva no executivo se trata agora de «um problema do primeiro-ministro».

«O senhor ministro é incompetente, não tem categoria para o lugar que ocupa, malhou nas Forças Armadas, pôs em perigo aquilo que é a segurança das nossas Forças Armadas e consequentemente põe em perigo a segurança do Estado português porque divulga publicamente matérias que são da reserva e da confidencialidade, o que demonstra a imaturidade do ministro para ocupar as funções que ocupa», reforçou.

Lusa /SOL
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   Qua Ago 25, 2010 12:01 pm

Um País de opereta

25.08.2010

Não vale a pena abrir a boca de espanto. Não vale a pena dar gritinhos de indignação. Não vale mesmo a pena pedir ao Augusto que vá rapidamente para casa tratar da cabecinha.

E muito menos vale a pena sugerir ao engenheiro relativo que demita com estrondo o seu patético e desmiolado ministro da Defesa. Não. O anúncio público do envio de espiões para o Líbano e Afeganistão está de acordo com a melhor tradição lusitana em guerras e afins. Já houve a guerra do Solnado. Agora temos a guerra do Silva. Estão bem uma para a outra. E, bem vistas as coisas, está perfeitamente em sintonia com o que se passa na política, na economia, na cultura e em tudo o resto. Este País há muito que deixou de ser uma República das bananas. É uma opereta rasca que não se recomenda a besta nenhuma.

(António Ribeiro Ferreira)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
AUGUSTO SANTOS SILVA - O MINISTRO SS
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Vídeo CCB autores e direitos autorais do hinário 05 de AGUINALDO TADEU DOS SANTOS
» Tenente Dean.santos
» Receita de Massa para Pizza Brotinho por Sidinei Silva dos Santos
» Mercado da Pizza em Santos
» FCA subindo a serra de Augusto Pestana

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A LIBERDADE É AMORAL :: GRANDES PORTUGUESES-
Ir para: