A LIBERDADE É AMORAL

Local de discussão livre sobre todos os temas sociais.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:35 pm

Contrastes Trágicos

Quem não quer ver o que há de elevado num homem olha com maior agudeza para aquilo que nele é baixo e superficial – e assim se revela a si mesmo.

É bastante mau! Sempre a velha história! Quando se acaba de construir a casa nota-se que ao construí-la, sem dar por isso, se aprendeu algo que simplesmente se devia ter sabido absolutamente antes de – começar a construir. O eterno e maçador «tarde de mais!» - A melancolia de todo o terminado!...

Os homens de profunda tristeza denunciam-se quando são felizes: têm um modo de pegar na felicidade como se quisessem esmagá-la e sufocá-la, por ciúme – ah, sabem bem de mais que lhes foge!

Friedrich Nietzsche, in 'Para Além de Bem e Mal'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:37 pm

Citações de Friedrich Wilhelm Nietzsche:

O homem do conhecimento não só deve poder amar os seus inimigos, deve também poder odiar os seus amigos

Para resistir aos elogios e às reprovações não há receitas. Para que os elogios e as reprovações tenham para nós sentido, só formando um círculo, em que haja conhecimento dos nossos desígnios e das nossas normas

São de rejeitar todos os elogios: fazer só o que nos é útil ou o que nos dá prazer; ou o que somos obrigados a fazer

Pelo modo como homenageamos e pela escolha que fazemos dos que recebem as nossas homenagens, logo demarcamos a distância do que nos rodeia

O estado genial do homem é aquele em que pode, simultaneamente, amar uma coisa e rir-se dela


O heroísmo é o estado de espírito de um homem que caminha para um fim único, em face do qual nada mais é tido em consideração. O heroísmo é: a decidida vontade de perecer

Nós nunca temos mais do que uma virtude. Ou nenhuma. O triunfo sobre si próprio e todas as virtudes não têm qualquer sentido se não se tornarem meios de formarem em nós a força dominante

Com a virtude, nunca se fundaria o reino da virtude! É que a virtude consiste na renúncia ao poder, à perda da vontade de dominar

Haja em vista que determinada virtude pode sair cara e que pode até nem ser a mais conveniente para o vulgo; ela pode não passar de uma nobre loucura, de uma bela excepção, de um surto temperamental

Como tem diminuído o mal! Outrora, suponha-se que todos os fenómenos naturais tinham a intenção de causar males

Como vos acho pobres de vida quando achais que a economia é a virtude por excelência!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:38 pm

A Comédia do Ambicioso

Um homem que aspira a coisas grandes considera todo aquele que encontra no seu caminho, ou como meio, ou como retardamento e impedimento, - ou como um leito de repouso passageiro. A sua bondade para com os outros, que o caracteriza e que é superior, só é possível quando ele atinge o seu máximo e domina. A impaciência e a sua consciência de, até aqui, estar sempre condenado à comédia – pois mesmo a guerra é uma comédia e encobre, como qualquer meio encobre o fim -, estraga-lhe todo o convívio: esta espécie de homem conhece a solidão e o que ela tem de mais venenoso.

Friedrich Nietzsche, in 'Para Além de Bem e Mal'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:38 pm

O Supremo Instinto do Asseio

O que separa mais profundamente duas pessoas é um sentido e grau diferentes de asseio. Para que serve toda a honestidade e utilidade mútua, para que serve toda a boa vontade de uns para os outros: por fim é sempre o mesmo – “eles não se podem cheirar!” O supremo instinto do asseio coloca quem o tiver na solidão mais estranha e perigosa, como um santo: pois isso precisamente é santidade – a suprema espiritualização desse instinto. Qualquer saber comum de uma indescritível felicidade do banho, qualquer ardor e sede que impelem a alma constantemente da noite para a manhã e do turvo, da «tribulação» para o claro, resplandecente, profundo, subtil: - do mesmo modo que tal tendência distingue – pois é uma tendência aristocrática -, também separa. A compaixão do santo é a compaixão com a sujidade do humano, demasiadamente humano. E há graus e alturas em que a própria compaixão é sentida, por ele, como contaminação, como sujidade...

Friedrich Nietzsche, in 'Para Além de Bem e Mal'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:39 pm

Dominar ou Morrer

Uma espécie nasce, um tipo fixa-se e torna-se forte sob a longa luta com condições desfavoráveis essencialmente constantes. Inversamente, sabe-se pelas experiências dos criadores de gado que as espécies que foram superalimentadas e, de um modo geral, tiveram demasiada protecção e cuidados, logo tendem marcadamente para a variação de tipos e abundam em prodígios e monstruosidades (também em vícios monstruosos). Considere-se agora uma comunidade aristocrática, por exemplo uma antiga polis grega ou Veneza como instituição voluntária ou involuntária, destinada à selecção: há ali homens convivendo dependentes uns dos outros e que querem impor a sua espécie, em geral porque se têm que impor ou de contrário correm o terrível risco de serem exterminados.

Friedrich Nietzsche, in 'Para Além de Bem e Mal'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:40 pm

Citações de Friedrich Wilhelm Nietzsche:

As qualidades que reconhecemos num homem, são suscitadas nele por nós, ao reconhecê-las; reconhecermos-lhe nós qualidades vis, é excitar estas até à explosão

Os sentimentos dos que te são mais próximos constituem a crítica ao conhecimento que tu tens de ti mesmo, tanto em nobreza como em baixeza

O prazer é: a sensação do aumento de poder

O prazer produz-se quando há sentimento de poder. A felicidade dá-se quando tomamos consciência plena do poder e da vitória

Desenvolver todas as faculdades significa desenvolver a anarquia. Perigoso!

A solidão, mais ainda que a doença, demonstra, da maneira mais radical, se um homem foi criado e predestinado para a vida; ou se, como a maioria, o foi para a morte

A nobreza de alma reconhece-se, em parte, pelo modo orgulhoso e magnífico como ela ataca: sempre a direito

Uma hierarquia do espírito implica que as naturezas trágicas não sejam colocadas no primeiro plano

Quem não estiver familiarizado com o sublime, sente o sublime como inquietante e falso

O amor à vida é quase o contrário do amor a uma vida longa. Todo o amor incide sobre o instante ou sobre a eternidade e não sobre o tempo no qual a vida perdura
Imprimamos na nossa própria vida o selo da eternidade. Este pensamento tem mais peso de conteúdo do que todas as religiões, que desprezam esta vida como fugidia e nos instigam a olhar para a «outra» vida, assaz mal definida...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:42 pm

O Princípio Fundamental da Sociedade

Abster-se reciprocamente de ofensas, da violência, da exploração, adaptar a sua própria vontade à de outro: tal coisa pode, num certo sentido tosco, tornar-se bom costume entre indivíduos, se existirem condições para tal (a saber, semelhança efectiva entre as suas quantidades de força e entre as suas escalas de valores e a homogeneidade dos mesmos dentro de um só organismo). Logo que, porém, se quisesse alargar este princípio, concebendo-o até como príncipio fundamental da sociedade, revelar-se-ia imediatamente como aquilo que é: vontade de negação da vida, princípio de dissolução e de decadência. Aqui é preciso pensar-se bem profundamente e defender-se de toda a fraqueza sentimentalista: a própria vida é essencialmente apropriação, ofensa, sujeição daquilo que é estranho e mais fraco, opressão, dureza, imposição de formas próprias, incorporação e pelo menos, na melhor das hipóteses, exploração, - mas para que empregar palavras a que, desde há muito, se deu uma intenção difamadora?

Também aquele organismo dentro do qual conforme acima se admitiu, os indivíduos se tratam como iguais - e tal se dá em toda a aristocracia sã -, tem de fazer, no caso de ser um organismo vivo e não moribundo, ao enfrentar outros organismos, tudo o que os indivíduos dentro dele se abstêm de fazer entre si: terá de ser a vontade de poder personificada, quererá crescer, expandir-se, atrair a si, obter preponderância, - não por qualquer moralidade ou imoralidade, mas porque vive e porque a vida é cabalmente vontade de poder.

Friedrich Nietzsche, in 'Para Além de Bem e Mal'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:43 pm

Toda a Comunidade nos Torna Vulgares

Viver com uma imensa e orgulhosa calma; sempre para além. - Ter e não ter, arbitrariamente, os seus afectos, o seu pró e contra, condescender com eles por umas horas; montar sobre eles como em cavalos, frequentemente como em burros; - é que se deve saber aproveitar a sua estupidez tal como a sua fogosidade. Conservar os seus trezentos primeiros planos; também os óculos escuros; pois há casos em que ninguém nos deve olhar nos olhos e muito menos ainda nas nossas «razões». E escolher, para companhia, aquele vício matreiro e sereno, a cortesia. E ficar senhor das suas quatro virtudes, a coragem, a perspicácia, a simpatia, a solidão. Pois a solidão é entre nós uma virtude, como tendência e impulso sublimes do asseio que adivinha como, no contacto de homem para homem - «em sociedade» - tudo é, inevitavelmente, sujo, Toda a comunidade nos torna de qualquer modo, em qualquer parte, em qualquer altura - «vulgares».

Friedrich Nietzsche, in 'Para Além de Bem e Mal'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:44 pm

As Nossas Verdades

A aprendizagem transforma-nos, faz o mesmo que toda a alimentação que também não «conserva» apenas -: como sabe o fisiólogo. Mas no fundo de nós mesmos, muito «lá no fundo», há, na verdade, qualquer coisa rebelde a toda a instrução, um granito de fatum espiritual, de decisões predestinadas e de resposta a perguntas escolhidas e pré-formuladas. A cada problema fundamental ouve-se inevitavelmente dizer «isso sou eu»; por exemplo, a respeito do homem e da mulher, um pensador não pode aprender nada de novo mas apenas aprender até ao fim, - prosseguir até ao fim na descoberta do que, para ele, era «coisa assente» a esse respeito. Encontram-se por vezes certas soluções de problemas que alimentam precisamente a nossa grande fé; talvez de ora em diante lhes chamemos as nossas «convicções».

Mais tarde - só se verá, nessas convicções, pegadas que conduzem ao autoconhecimento, indicadores que conduzem ao problema que nós somos, - ou mais exactamente, à grande estupidez que somos, ao nosso fatum espiritual, ao incorrigível, que se encontra totalmente «lá no fundo». - Depois dessa atitude simpática que acabo de assumir em relação a mim próprio, talvez me seja mais facilmente permitido dizer francamente algumas verdades sobre «a mulher em si»: uma vez que agora já se sabe de antemão que são apenas - as minhas verdades.

Friedrich Nietzsche, in 'Para Além de Bem e Mal'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:46 pm

Citações de Friedrich Wilhelm Nietzsche:

O disfarce sob o manto da religião e da transfiguração através da moral: metamorfoses da escravatura

Para alguns, não ter ideais é como que um espírito de vingança: estão à vontade para destruírem os dos outros

É preciso estudar as misérias dos homens, incluindo entre essas misérias as ideias que eles têm quanto aos meios para combatê-las

Eis o problema do homem dominador: sacrificar ao seu ideal aqueles a quem ama

Não se conhecer a si mesmo revela a prudência do idealista: uma pessoa que tem razões para não se ver claramente a si própria e que é assaz inteligente para não esclarecer as suas próprias razões

A Igreja é exactamente aquilo contra o qual Jesus pregou e contra aquilo pelo qual ensinou os discípulos a lutarem

A Igreja é a pedra colocada sobre a sepultura de um homem-deus, e procura, à viva força, impedi-lo de ressuscitar

A vontade de alcançar a verdade e a certeza nasce da «crença» que a incerteza produz

O que é a verdade? Inércia. Uma hipótese que satisfaz, que exige o consumo mínimo de força intelectual

Um facto, uma obra têm, segundo cada época e conforme cada espécie de homens novos, uma renovada eloquência. A história não se cansa de proclamar novas verdades

Tudo o que é simples é inteiramente imaginário, não é verdadeiro. O que é real, o que é verdadeiro, não é «um», nem é redutível à unidade

O homem divino cria o seu próprio deus. Porém, não há inimizade pior à superfície da terra do que a inimizade entre deuses

Quando o Diabo fica silencioso, até o nome perde
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:47 pm

A Maldade Espiritualiza-se

O julgamento e a condenação morais são a vingança predilecta dos espíritos tacanhos para com os que são menos, além de uma espécie de indemnização por terem sido mal dotados pela natureza, e finalmente uma oportunidade de eles próprios obterem espírito e tornarem-se finos: - a maldade espiritualiza-se. Bem no fundo do coração agrada-lhes que exista um padrão que ponha ao seu nível os abundantemente dotados de bens e privilégios de espírito: - lutam pela «igualdade de todos perante Deus» e para isso é que quase precisam da fé em Deus.

Friedrich Nietzsche, in 'Para Além de Bem e Mal'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:48 pm

Duas Espécies de Génio

Há duas espécies de génio: um que, antes de mais, fecunda e quer fecundar outros, e outro que prefere ser fecundado e parir. E da mesma maneira há entre os povos geniais aqueles a quem coube o problema feminino da gravidez e a missão secreta de formar, amadurecer e aperfeiçoar - os gregos, por exemplo, foram um povo desta espécie, assim como os franceses - ; e outros que têm de fecundar e ser a causa de novas ordens de vida, - como os judeus, os romanos e talvez, perguntando-se com toda a modéstia, os alemães? - povos atormentados e extasiados com febres desconhecidas e irresistivelmente impelidos para fora de si próprios, apaixonados e ávidos de raças estranhas (aqueles que se «deixam fecundar» -) e, com tudo isso, ávidos de domínio, como tudo o que se sabe cheio de força geradora e, por conseguinte, escolhido «pela graça de Deus». Estas duas espécies procuram-se como o homem e a mulher; mas também se dão mal mutuamente, - como o homem e a mulher.

Friedrich Nietzsche, in 'Para Além de Bem e Mal'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:50 pm

Citações de Friedrich Wilhelm Nietzsche:

Ao refutarmos Deus, verdadeiramente só refutamos o Deus moral

Quando deixamos de encontrar em Deus a grandeza, também não a encontramos em parte alguma. Então, ou a negamos, ou temos que criá-la

Depois de ter deixado de haver Deus, a solidão torna-se insuportável: é preciso que os homens superiores encontrem uma solução

Para mim, um determinado grau de crença constitui actualmente uma objecção a essa crença; antes de mais, inspira-me dúvidas relativas à integridade mental do crente

O que falta na religião, é a obrigação de nos considerarmos a nós próprios como fonte de valores

Uma doutrina que seja doce para com os que têm fé nela não contém inferno nem ameaças. Os que não têm fé, esses apenas sentirão em si uma vida fugidia

Há que não atentar muito em felicidades, graças, bem-aventuranças distantes e desconhecidas, mas sim em viver da maneira com que gostaríamos de reviver, dentro dos mesmos moldes, até à eternidade. É esta a tarefa que temos pela frente: constante e continuadamente

A religião é essencialmente uma doutrina de hierarquia, uma tentativa para recriar uma ordem cósmica de posições e poderes

Definição do místico: aquele que possui muita, excessiva, felicidade e que procura uma linguagem para essa felicidade, de modo a poder reparti-la com os outros

O meio de refutar os padres e os religiosos é sempre o mesmo: mostrar que os erros deles deixaram de ter préstimo; que são eminentemente nocivos, e que as «demonstrações» que fazem de como são eficazes já não têm cabimento
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:51 pm

A Eterna Criança

Com a força do seu olhar intelectual e da sua penetração espiritual cresce a distância e, de certo modo, o espaço que circunda o homem: o seu mundo torna-se mais profundo, avistam-se continuamente estrelas novas, imagens novas e novos enigmas. Talvez tudo aquilo em que o olhar do espírito exercitou a sua sagacidade e profundeza tenha sido apenas um pretexto para este exercício, um jogo e uma criancice e infantilidade. E talvez um dia os conceitos mais solenes, os que provocaram maiores lutas e maiores sofrimentos, os conceitos de «Deus» e do «pecado», não signifiquem, para nós, mais do que um brinquedo e um desporto de criança significam para um velho, - e talvez o «velho homem» tenha, então, necessidade de um outro brinquedo ainda e de um outro desgosto, - por continuar a ser muito criança, eterna criança!

Friedrich Nietzsche, in 'Para Além de Bem e Mal'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:52 pm

A Segunda Juventude

Nos anos da juventude venera-se ou despreza-se ainda sem aquela arte da nuance que é o melhor partido da vida e paga-se, com justiça, muito caro o ter assaltado deste modo as coisas e as pessoas com sim e não. Tudo se predispõe de modo que o pior de todos os gostos, o gosto do absoluto, seja cruelmente achicalhado e abusado, até que o homem aprenda a pôr um pouco de arte nos seus sentimentos e prefira ousar fazer uma tentativa com o artificial: tal como o fazem os verdadeiros artistas da vida. A tendência para a cólera e o instinto da veneração, próprios da juventude, parecem não descansar enquanto não tiverem falseado homens e coisas para os poder dominar: - a juventude, já de si, é algo que engana e falseia.

Mais tarde, quando a alma jovem, martirizada por mil desilusões, se volta por fim, desconfiada, contra si mesma, ardente e selvagem ainda, mesmo nas suas suspeitas e remorsos: como se encoleriza consigo mesmo, como se dilacera com impaciência, como se vinga da sua longa cegueira, como se ela tivesse sido voluntária! Neste período de transição autocastiga-se pela desconfiança para com os seus próprios sentimentos; martiriza-se o entusiasmo pela dúvida; a consciência limpa até aparece já como um perigo, como uma espécie de auto-enconbrimento e fadiga da honestidade mais subtil; e sobretudo toma-se partido por princípio contra «a juventude». - Dez anos mais tarde: e percebe-se que também isso tudo era ainda - juventude!

Friedrich Nietzsche, in 'Para Além de Bem e Mal'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:53 pm

Citações de Friedrich Wilhelm Nietzsche:

Os pensamentos morais escondidos têm sido, até ao presente, os mais pesados estorvos ao avanço da filosofia

O homem moral é uma espécie inferior à do homem imoral, uma espécie mais fraca. Mais ainda: ele deriva de um tipo moral, mas não é propriamente esse tipo; não passa de uma cópia, ainda que possa ser uma boa cópia, e a medida do valor que tem é-lhe dada pelo exterior

Ao sabermos como nasce a glória, somos levados a desconfiar até da glória de que a virtude goza

Sucede que qualquer interpretação moral dos nossos actos poderá ser unicamente um imenso mal-entendido, tal como o tem sido a interpretação moral dos factos naturais

A piedade não assenta em máximas, mas em emoções: ela é patológica. A dor dos outros contamina-nos. A piedade é contagiosa

Os valores morais não podem deixar de ser valores aparentes, em confronto com os valores psicológicos

Na medida em que cremos na moral, condenamos a vida: uma antinomia!

O triunfo de um ideal moral é obtido usando os mesmos meios imorais utilizados para obter qualquer outro triunfo: a violência, a mentira, a calúnia, a injustiça

A moral é tão imoral como tudo o mais na terra. A própria moral é uma forma de imoralidade

Toda a moral comporta uma certa análise das acções. Todas as morais são falsas. Mas toda a moral tem as suas perspectivas e as suas visões próprias, bem como a teoria dos seus motivos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:55 pm

A Felicidade e a Virtude Não São Argumentos

Ninguém tomará facilmente por verdadeira uma doutrina somente porque ela torna felizes ou virtuosos os homens: exceptuando, talvez, os amáveis «idealistas» que se entusiasmam pelo Bom, o Verdadeiro, o Belo e fazem nadar, no seu charco, toda a espécie de variegadas, pesadonas e bonacheironas idealidades. A felicidade e a virtude não são argumentos. Mas de bom grado se esquece, mesmo os espíritos ponderados, que tornar infeliz e tornar mau não são tão-pouco contra-argumentos. Uma coisa deveria ser certa, embora fosse muitíssimo prejudicial e perigosa; seria até possível fazer parte da estrutura básica da existência o perecermos por causa do nosso conhecimento total, - de forma que a força de um espírito se mediria justamente pela quantidade de «verdade» que era capaz de suportar ou, mais claramente, pelo grau em que necessitasse de a diluir, velar, adocicar, embotar, falsificar. Mas está fora de dúvida o facto de os maus e infelizes serem mais favorecidos e terem maior possibilidade de êxito na descoberta certas partes da verdade; para não falar dos maus que são felizes, - espécie que os moralistas passam em silêncio.

É possível que a dureza e a astúcia forneçam, para o desenvolvimento do espírito e do filósofo firmes e independentes, condições mais favoráveis do que aquela benevolência suave, fina, conciliadora e aquela arte de não complicar as coisas que se aprecia, e com razão, num erudito. Contando, e isso interessa em primeiro lugar, que não se restrinja o conceito de «filósofo» ao que escreve livros - ou até estampa neles a sua filosofia! - Stendhal contribui com uma última pincelada para o retrato do filósofo de espírito livre que não quero deixar de sublinhar por amor do gosto alemão: - pois que vai contra o gosto alemão: 'Pour être bon philosophe, diz este último grande psicólogo, - il faut être sec, clair, sans illusion. Un banquier, qui a fait fortune, a une partie du caractère requis pour faire des découvertes en philosophie, c'est-à-dire pour voir clair dans ce qui est.'

Friedrich Nietzsche, in 'Para Além de Bem e Mal'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:56 pm

Escolhe Inimigos Que Te Mereçam

Gosto dos valentes; mas não basta bater a torto e a direito; é preciso saber ainda no que se bate. E muitas vezes há mais coragem em se conter e passar adiante, a fim de se reservar para um adversário mais digno. Tende apenas inimigos dignos de ódio, e não inimigos desprezíveis; é necessário que possais estar orgulhosos dos vossos inimigos; já vos ensinei isso.
É necessário reservardes-vos para um adversário mais digno, meus amigos; por isso tereis de passar por cima de muitas ofensas, - passar por cima de muita canalha que vos massacrará com as palavras povo e nação.
Livrai o vosso olhar de se misturar às suas contestações. É um matagal de direitos e de abusos. Ter de considerá-los irrita. Lançar aí os olhos - atirar-se para a confusão - é a mesma coisa; ide-vos pois para os bosques e deixai dormir a vossa espada!
Segui os caminhos que vos pertencem. E deixai povos e nações seguirem os seus escuros caminhos, na verdade, nos quais não brilha uma única esperança!

Friedrich Nietzsche, in 'Assim Falava Zaratustra'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:57 pm

Citações de Friedrich Wilhelm Nietzsche:

O pensamento moral persegue a nossa conduta; não a dirige

Os homens são egoístas medíocres, chegando os piores a atribuir mais importância ao hábito do que ao proveito

Toda a moral não é, no fundo, senão uma forma depurada de medidas desenvolvidas por toda a vida orgânica para se adaptar e, conjuntamente, se alimentar e conseguir poder

O nosso sentimento moral é uma síntese, um concerto de todos os sentimentos dominados e subalternos que têm reinado na história dos nossos antepassados

Sendo a moral o único esquema de interpretação que permite ao homem tolerar-se, não será ela então uma espécie de orgulho?

O génio reside no instinto e a bondade também. Não há um acto perfeito que não seja acto instintivo. Mesmo sob o ponto de vista moral, todo o pensamento consciente se reduz a uma simples tentativa, e é geralmente o contrário da moral

Os juízos morais são epidemias que pouco tempo duram

É preciso ser-se imoral para pôr a moral em acção. Os meios dos moralistas são os meios mais asquerosos que alguma vez foram usados. Quem não tiver a coragem de ser imoral, pode até servir para tudo, excepto dar em moralista

Odiarmos a fraqueza... porquê? Na maioria das vezes, porque somos necessariamente fracos

Tenho por primeiro princípio: não há fenómenos morais, mas sim uma interpretação moral desses fenómenos. Essa mesma interpretação não é, por si, de origem moral
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:58 pm

Os Eternos Descontentes

'Para que serve viver? Tudo é vão! Viver é trilhar palha. Viver, é consumir-se sem se aquecer.'
Estas cantilenas gastas passam ainda por sabedoria; quanto mais velha mais cheira a bafio, mais honrada é. A podridão é também um título de nobreza.
Para as crianças é que é bom falar assim! Receiam o lume porque nele se queimaram. Há muita infantilidade nos antigos livros da sabedoria!
E o que trilha eternamentente palha, com que direito troça de quantos manejam o mangal? Seria preciso amordaçar tais loucos, - os que se sentam à mesa sem levar nada, nem sequer um bom apetite, e que blasfemam em seguida: 'Tudo é vão'.
Mas comer bem e beber bem, ó meus irmãos, é uma arte que não tem nada de vão. Quebrai, eu vos conjuro, quebrai as tábuas desses eternos descontentes!

Friedrich Nietzsche, in 'Assim Falava Zaratustra'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 4:59 pm

Os Sábios Célebres

Todos vós, os sábios célebres, nunca fostes mais do que os servidores do povo e da superstição popular, e não os servidores da verdade. E é precisamente por isso que vos têm honrado.
E por isso também foi tolerada a vossa incredulidade, porque parecia uma brincadeira, um rodeio engenhoso que vos levava ao povo. Assim o amo dá maior liberdade aos seus escravos e regozija-se até com a sua presunção.
Mas aquele que o povo odeia, com o ódio do lobo pelos cães, é o espírito livre, inimigo das algemas, aquele que não adora, aquele que habita as florestas.
Persegui-lo até ao seu esconderijo, é aquilo a que o povo, sempre chamou ter o «sentido de justiça»; e ainda por cima dão caça ao solitário com os seus ferozes mastins.
'Porque a verdade está onde o povo está! Ai daqueles que a procuram!' - é isto o que ecoa através dos tempos.
Queríeis assentar na razão a piedade tradicional do vosso povo e é a isso que chamais «a vontade de verdade», ó sábios célebres!
E o vosso coração insiste em dizer para si próprio: 'Eu vim do povo, foi também do povo que me veio a voz de Deus.'
Teimosos e prudentes como burros, sempre tomastes a defesa do povo.
E mais de um poderoso que queria estar em boas relações com o povo, atrelou à dianteira dos seus cavalos um burrico, um sábio célebre.

Friedrich Nietzsche, in 'Assim Falava Zaratustra'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 5:01 pm

Citações de Friedrich Wilhelm Nietzsche:

Dizemos bom aquele que só escuta o seu coração, mas também aquele que só escuta o seu dever

Dizemos que é bom o indulgente, o pacífico, mas também dizemos que é bom o valente, o inflexível, o rígido

Dizemos bom aquele que não pratica a violência contra si próprio, mas também dizemos bom o herói, que triunfa de si mesmo

Dizemos bom o amigo da verdade absoluta, mas também dizemos bom o homem piedoso, que tudo transfigura

Dizemos bom o homem cordato, que evita conflitos, mas também dizemos bom o que deseja a luta e a vitória

Dizemos bom aquele que quer ser sempre o primeiro, mas também dizemos bom aquele que não deseja sobrepor-se a ninguém

Toda a moral consiste na glorificação de si mesmo. Há até uma espécie de homens que se comprazem com o que são e com a forma como vivem e chegam a afastar a influência de homens de «raça» diferente, que sentem inferior à deles

A moral é a teoria da hierarquia entre os homens e, por consequência, também do valor dos seus actos e das suas obras, em referência a essa hierarquia. Ela é pois a teoria dos juízos humanos de valor relativos a tudo o que é humano

Como a ilusão da espécie, a moral força o indivíduo a sacrificar-se pelo futuro: atribui-lhe, aparentemente, um valor infinito, para que, com a consciência do seu valor, tiranize as outras tendências da sua natureza, o subjugue e o impeça de estar satisfeito consigo

A moral é, essencialmente, um meio de defesa; como tal, ela é um símbolo do crescimento incompleto do homem couraçado, estóico

Se é verdade que coisas há que nos são desconhecidas, verdade é também que o Homem nos é desconhecido. A que correspondem então «aprovação» e «reprovação»?

A moral é um erro útil, mais explícito do que muitos outros, por ter parecido aos maiores e mais livres promotores dela que uma mentira assim era mesmo necessária
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 5:02 pm

O Amor ao Próximo

Vós outros andais muito solícitos em redor do próximo, e a vossa solicitude exprime-se em belas palavras. Mas eu vos digo: o vosso amor ao próximo é apenas o vosso mau amor por vós próprios.
É para fugirdes de vós que andais em volta do próximo, e quereríeis converter isso numa virtude; mas pus a claro o vosso «desinteresse».
(...) Não suportais a vossa própria companhia, e não vos amais o suficiente; procurais então seduzir o próximo com o vosso amor e doirar-vos com o seu erro.
Eu quisera que todos os próximos e aqueles que se seguem se vos tornassem intoleráveis: assim teríeis de extrair de vós mesmos o amigo de coração transbordante.
Convocais uma testemunha quando quereis dizer bem de vós; e logo que a haveis induzido a pensar bem da vossa pessoa, vós mesmos pensais bem da vossa pessoa.
É mentiroso não só o que fala contra a sua consciência, mas também o que fala contra a sua inconsciência. Ora é assim que falais de vós no trânsito diário, e que enganais o próximo e a vós mesmos.
Assim fala o louco: 'O convívio dos homens estraga o carácter, sobretudo quando não tem carácter'.
Um procura o próximo porque se procura, o outro porque anseia perder-se. O vosso mau amor por vós próprios converte a vossa solidão num cativeiro.

Friedrich Nietzsche, in 'Assim Falava Zaratustra'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 5:03 pm

A Corrosão da Exposição Pública

A vida de todas as nascentes profundas decorre com vagar; têm de esperar muito tempo antes de saber o que caiu nas suas profundezas. Tudo o que é grande foge da praça pública e da fama: é longe da praça e da fama que sempre viveram os inventores de novos valores.
Foge, meu amigo, refugia-te na tua solidão! Vejo-te aguilhoado pelas moscas venenosas. Refugia-te onde sopre um vento rijo e forte!
Refugia-te na tua solidão! Viveste muito perto dos pequenos e dos miseráveis. Foge da sua vingança invisível! A teu respeito só têm um sentimento, o rancor.
Não levantes mais a mão contra eles! São inumeráveis; o teu destino não é ser enxota-moscas!
São inumeráveis, esses pequenos, esses miseráveis; e já se viram altivos edifícios reduzidos a escombros pela acção das gotas da chuva e das ervas daninhas.

Friedrich Nietzsche, in 'Assim Falava Zaratustra'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Ter Ago 04, 2009 5:05 pm

Citações de Friedrich Wilhelm Nietzsche:

A educação actua essencialmente como um meio, que arruína a excepção em proveito da regra. Por sua vez, a cultura é essencialmente o meio de revirar o gosto contra a excepção, em proveito da mediania

O homem superior, em cada uma das suas acções, viola um sem-número de vezes a vossa lei moral

Vós nunca tereis senão a moral que corresponde à vossa força

Frequentemente, para triunfar é preciso ter muitos inimigos, a fim de que todas as nossas energias estejam dispostas para o combate

A grandeza de alma é inseparável da grandeza intelectual, porque implica independência. Mas, sem grandeza intelectual, a grandeza de alma deveria ser contida, pois que cria a desordem, mesmo que tenha a intenção de proceder bem e de obrar com justiça

É preciso ser-se bom e mau. E quem for bom apenas por fraqueza, é sempre eminentemente mau

Aquele a quem a tragédia traz satisfação moral tem necessidade de se elevar ainda mais uns graus

Quem possui talento torna-se vítima dele e vive no vampirismo desse talento

Nós nunca comunicamos pensamentos; comunicamos tão-só movimentos, sinais mímicos com os quais remontamos aos pensamentos

Os cumes da civilização e do progresso estão distantes um do outro. Não devemos deixar-nos enganar sobre o antagonismo profundo que separa civilização de progresso

O filósofo representa a espécie superior, contudo bastante mesquinha, até ao presente. A espécie que o artista representa, sendo embora inferior àquela, é a que mais bela e ricamente é desenvolvida
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...   Hoje à(s) 11:26 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
FRIEDRICH NIETZSCHE - UMA OBRA DE DEUS...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 6 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Obra de Deus é fechada novamente pela mão do homem e irmandade novamente é expulsa da casa de Deus Veja como esta a ação para reabertura da Igreja em São Carlos roubada covardemente da irmandade
» HISTÓRICO DA OBRA DE DEUS REALIZADA PELO ESPÍRITO SANTO Introdução
» Diferença entre estar Apaixonado pela Obra de Deus e Amar a Obra de Deus
» Estudos variados sobre o que é a obra de Deus !!
» Mensagens Deus muda a sua sorte Apostolo Valdemiro Santiago

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A LIBERDADE É AMORAL :: GRANDES PENSADORES-
Ir para: