A LIBERDADE É AMORAL

Local de discussão livre sobre todos os temas sociais.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 OS QUE NUNCA SERÃO RICOS...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: OS QUE NUNCA SERÃO RICOS...   Qui Jul 30, 2009 5:04 pm

DESEMPREGADO À PROCURA DE TRABALHO - Porto

Localização: Porto, Portugal

Data de publicação: Julho 24

"Não vou dizer que estou disponível para fazer TUDO por dinheiro. Mas, se quiser, faça a sua proposta..."

(Anúncio no portocity.olx.pt)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: OS QUE NUNCA SERÃO RICOS...   Qui Jul 30, 2009 5:07 pm

Desemprego:Inscritos no Algarve quase duplicam em Junho

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego do Algarve quase duplicou em Junho face ao mesmo mês de 2008, com a região a sofrer a maior subida do país pelo oitavo mês consecutivo, de 91,5 por cento.

De acordo com os dados divulgados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), o Algarve tinha, no final de Junho, mais 8.372 inscritos do que há um ano atrás, totalizando os 17.525 indivíduos.

O aumento homólogo do desemprego foi observado em todas as regiões do país, destacando-se, além do Algarve, a subida na Madeira, de 47,4 por cento, para 12.483 inscritos, e nos Açores, de 40,3 por cento, para 4.464 pessoas.

No Norte, a região do país que concentra o maior número de desempregados (44,4 por cento), o desemprego continua também a crescer, com o número de inscritos nos centros de emprego a subir 26,2 por cento para 217.554.

Em Lisboa e Vale do Tejo, onde se localizam 29,8 por cento do número de inscritos, existiam, no final de Junho, mais 30 mil desempregados do que há um ano atrás, num total de 145.889 pessoas (mais 26,7 por cento).

No Alentejo, o número de desempregados inscritos subiu 19,8 por cento para 20.681 pessoas em Junho face ao mesmo mês de 2008, enquanto que no Centro aumentou 14,5 por cento para 71.224 inscritos.

Comparativamente a Maio, o aumento do desemprego verificou-se apenas nas regiões Norte (mais 1,4 por cento) e na Madeira (mais 2,4 por cento). Nas restantes regiões, o número de inscritos recuou entre os 5,4 por cento (no Algarve) e os 0,3 por cento (em Lisboa).

No que diz respeito às ofertas de emprego, as actividades económicas com maior dinamismo no Continente são as "actividades imobiliárias, administrativas e dos serviços de apoio, o alojamento, restauração e similares, o comércio por grosso e a retalho, e a construção", refere o IEFP, sublinhando que "estes quatro ramos de actividade foram responsáveis por 61,2 por cento do total de ofertas recebidas ao longo de Junho de 2009".

No que diz respeito às colocações efectuadas em Junho, o IEFP destaca que os centros encontraram emprego para 5.531 pessoas, "valor superior ao do mês homólogo de 3008 (mais 9,6 por cento), mas que se revela inferior ao do mês anterior (menos 1,2 por cento)".

(Jornal de Notícias)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: OS QUE NUNCA SERÃO RICOS...   Seg Fev 01, 2010 9:53 pm

A Internacional

De pé ó vítimas da fome
De pé famélicos da terra
Da idéia a chama já consome
A crosta bruta que a soterra
Cortai o mal bem pelo fundo
De pé, de pé, não mais senhores
Se nada somos em tal mundo
Sejamos tudo ó produtores.

Bem unidos façamos
Nesta luta final
Uma terra sem amos
A Internacional

Senhores patrões chefes supremos
Nada esperamos de nenhum
Sejamos nós que conquistemos
A terra mãe livre comum
Para não ter protestos vãos
Para sair deste antro estreito
Façamos com nossas mãos
Tudo o que a nós nos diz respeito.

O crime do rico a lei o cobre
O Estado esmaga o oprimido
Não há direito para o pobre
Ao rico tudo é permitido.
À opressão não mais sujeitos
Somos iguais todos os seres
Não mais deveres sem direitos
Não mais direitos sem deveres

Abomináveis na grandeza
Os reis da mina e da fornalha
Edificaram a riqueza
Sobre o suor de quem trabalha.
Todo o produto de quem sua
A corja rica o recolheu
Querendo que ele o restitua
O povo quer só o que é seu.

Nós fomos de fumo embriagados
Paz entre nós guerra aos senhores
Façamos greve de soldados
Somos irmãos trabalhadores.
Se a raça vil cheia de galas
Nos quer à força canibais
Logo verá que nossas balas
São para os nossos generais

Pois somos do povo os ativos
Trabalhador forte e fecundo
Pertence a terra aos produtivos
Ó parasita deixa o mundo.
Ó parasita que te nutres
Do nosso sangue a gotejar
Se nos faltarem os abutres
Não deixa o sol de fulgurar
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: OS QUE NUNCA SERÃO RICOS...   Seg Nov 01, 2010 9:04 pm

Quase 400 mil famílias perdem o abono

1.11.2011

A partir de hoje, segunda-feira, o abono de família deixa de existir para os escalões de rendimentos mais elevados e fica reduzido para as famílias mais carenciadas, no âmbito das medidas aprovadas pelo Governo para contenção da despesa pública.

O diploma do Governo, que entra hoje em vigor, prevê o fim da majoração de 25% que tinha sido atribuída em 2008 ao primeiro e segundo escalão e elimina o quarto e o quinto escalão.

Os novos valores do abono situam-se agora nos 35,19 euros para crianças com mais de um ano nas famílias mais carenciadas e nos 29,19 euros nas famílias do segundo escalão.

Quanto às crianças com menos de 12 meses, as do primeiro escalão passam a receber 140,76 euros e as do segundo escalão recebem 116,74 euros.

Nos agregados correspondentes ao terceiro escalão, as crianças e jovens com mais de um ano têm 26,54 euros e quando a idade é igual ou inferior a 12 meses é de 92,29 euros.

O abono de família pré-natal fica nos 92,29 euros para o terceiro escalão, 116,74 euros para o segundo escalão e 140,76 euros para o primeiro.

Os montantes mensais resultantes da majoração do abono para crianças e jovens de famílias numerosas situam-se entre 70,38 euros e 26,54 euros, dependendo do rendimento.

A majoração para crianças e jovens que vivem apenas com um dos pais corresponde à aplicação de 20% sobre os valores do abono fixados.

(Jornal de Notícias)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: OS QUE NUNCA SERÃO RICOS...   Hoje à(s) 11:24 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
OS QUE NUNCA SERÃO RICOS...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» POR TUAS PALAVRAS VOCE SERÁ JUSTIFICADO E POR TUAS PALAVRAS VOCE SERÁ CONDENADO! (MT 12:37) postado por Jahyr
» “a mulher será salva dando à luz filhos” (1Tm 2:15
» Pastores ricos (podres de ricos), fiel pobre muito pobre.
» Será que um dia terei meus cachos de volta???
» CCB Brás e a CCB ministério de Jandira será a ultima o Jacó da CCB ??

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A LIBERDADE É AMORAL :: NOTICIAS E ACTUALIDADES-
Ir para: