A LIBERDADE É AMORAL

Local de discussão livre sobre todos os temas sociais.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 MOMENTO DE CULTURA...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
AutorMensagem
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Ter Nov 17, 2009 9:48 pm

OS SIGNOS E A SAUDE

Peixe - Cuidado com os gatos, com os nativos de Aquário e com as redes e as canas de pesca.

Aquario – Está a ir pelo cano, que é como quem diz, por água abaixo. Para além disso, com as constantes molhas que apanha é natural que não se consiga curar convenientemente das sucessivas constipações que o/a afectam.

Capricórnio – É boa desde que não haja trabalho. E tente não se irritar quando lhe chamam Bruce Lose em vez de Bruce Lee ou Bruce Springsteen!

Sagitário – Tem tendência a ter arritmias galopantes, uma vez que o seu coração, de quando em vez, dá violentos coices. Aconselhamos, igualmente, a que tenha a coragem de se assumir: ou ser humano ou equídeo (hoje fazem-se plásticas baratinhas em clínicas médicas não licenciadas da especialidade). Sabe, isso de meios termos não está com nada e pode prejudicar a sua vida amorosa.

Escorpião – A sua está óptima, até parece que o seu organismo se encontra protegido por uma espécie de armadura. A dos que consigo convivem é que só é boa enquanto não o/a enfurecerem.

Balança - O marcador não engana: necessita urgentemente de perder peso. Faça uma alimentação saudável, à base de dieta: coma só gorduras magras e doces de fruta.

Virgem – Trate dela aos seus clientes habituais.

Leão – Infelizmente, atravessa um período de alguma carência, pois são só nervos e ataques do coração, tudo à custa do futebol praticado pela sua equipa leonina preferida.

Caranguejo - Para si a vida está a andar para trás. Faça um TAC e depois venda-o na Feira do Relógio fazendo-o passar por um original do Picasso!

Gémeos – Não acha que já é altura de consultar um psicólogo ou um psiquiatra? Para além da paixão ardente que nutre pelo seu irmão ou irmã, o facto de, em casa, tomar banho, comer à mesa e deitar-se com um Nenuco é capaz de já não ser saudável, sobretudo a partir dos 40 anos.

Touro - Pujante, desde que não existam cavaleiros, toureiros ou bandarilheiros nas proximidades.

Carneiro - Vá ao médico, uma vez que tem uma ligeira tendência para as irritações cutâneas da pele, devido às constantes tosquias e é muito dado à sonolência, pois farta-se de contar ovelhas;
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Nov 18, 2009 2:50 pm

OS SIGNOS E A FAMÍLIA

Peixe - Vive angustiado sem saber quem é o seu verdadeiro pai. A sua mãe, uma chaputa reformada, nem quer falar do assunto e apenas lhe disse, num certo dia distante, que ele fora um pargo qualquer que lhe aparecera num dia e, no seguinte, já tinha desaparecido, não sem antes a ter mandado ir desovar para casa da chaputa que a pariu.

Aquario – Temos notícias para si: aquele moinho existente ao pé da pedra, com uma roda giratória que solta bolhinhas que fazem movimentar as algas, não é, verdadeiramente, o seu lar. Por isso, não passe o resto da sua vida iludido à espera que lá de dentro saia a sua família.

Capricórnio – Temos boas e más notícias para si. A boa notícia é que a sua verdadeira família foi encontrada num pasto perto de uma terreola lá para as bandas da Serra da Estrela. A má notícia é que fazem "mé-mé", são peludos e são vegeterianos.

Sagitário – Enquanto um nativo de Carneiro se arrisca a ter uma ovelha negra na família, você tem mais sorte, porque só pode ter um burro. Aliás, muitos políticos actuais são deste signo, constituindo dessa forma a parte negra das respectivas famílias.

Escorpião – Não entre em stress por não saber para onde eles fugiram. Não desespere pois, com as suas qualidades, temos a certeza de que eles não o/a abandonariam de propósito. Devem ter sido espicaçados a fazê-lo.

Balança - É um facto que não se consegue decidir relativamente a qual dos progenitores mais gosta: se do pai, se da mãe ou se do leiteiro. Ora bem, se não sabe de qual gosta mais e é parte interessada, o que lhe hei-de eu dizer que nem os conheço

Virgem – Não se espante se os familiares passarem por si e não lhe falarem. No fundo, eles têm é inveja de não conseguirem obter os seus rendimentos diários.

Leão – Não se assuste se, muitas das vezes, a sua casa parecer uma selva. E não vale a pena rugir muito alto porque, para além de colocar os vizinhos mal-dispostos, pode acordar as crias.

Caranguejo - Fuja dela a sete patas e compre uns comprimidos para o enjoo caso seja apanhado pelas inúmeras pretendentes que lhe querem colocar as pinças no lombo!

Gémeos – Invista na Bolsa, vai ver como ela se acalma. Aproveite o investimento para conhecer o mundo e conviver com outras pessoas. Se, ainda assim, não conseguir esquecer aquela pessoa que nasceu no mesmo dia, meta-se nos copos e cometa uma loucura, assim tipo fazer uma viagem de metro em hora de ponta!

Touro - Deixe de marrar contra as paredes! Os vizinhos não gostam e podem arranjar problemas com os seus pais.

Carneiro - É normalmente numerosa e está reunida num pasto, mas deve conter-se em abandonar o lar conjugal sempre que escuta a flauta de um amolador, já que as hastes ornamentais situadas na zona cerebral estão em boa forma e apresentam muito uso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qui Nov 19, 2009 3:19 pm

Perguntas por responder...

Como se escreve zero em algarismos romanos?

Porque é que os Flintstones comemoravam o Natal se eles viviam numa época antes de Cristo?

Porque é que os filmes de batalha espaciais têm explosões tão barulhentas se o som não se propaga no vácuo?

Se depois do banho estamos limpos porque é que lavamos a toalha?

Se Deus está em todo o lugar, porque é que as pessoas olham para cima para falar com ele?

Se os homens são todos iguais, porque é que as mulheres escolhem tanto?

Porque é que a palavra "Grande" é menor do que a palavra "Pequeno"?

Porque é que "Separado" se escreve tudo junto e "Tudo Junto" se escreve separado?

Se o vinho é liquido, como pode existir vinho seco?

Porque é que as luas dos outros planetas têm nome mas a nossa se chama só lua?

Porque é que as pessoas apertam o comando da televisão com mais força quando a pilha está fraca?

O instituto que emite os certificados de qualidade ISO 9002 tem qualidade certificada por quem?

Quando inventaram o relógio como sabiam que horas eram para poder acertá-lo?

Se a ciência consegue desvendar até os mistérios do DNA, porque é que ninguém descobriu ainda a fórmula da Coca-Cola?

Como foi que a placa "É Proibido Pisar a Relva" lá foi colocada?

Porque é que quando alguém nos pede que ajudemos a procurar um objecto perdido temos a mania de perguntar: "Onde é que perdeste?"

Porque é que há pessoas que acordam os outros para perguntar se estavam a dormir?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sex Nov 20, 2009 6:09 pm

A Sabedoria Oriental do Mestre Hã...

O Mestre Hã disse, «Se queres viver muito tempo, faz os possíveis por teres uma vida miserável; pois os piores anos das nossas vidas são sempre os mais compridos.»

O Mestre Hã disse, «Aquele que sai da casa de banho pública sem lavar as mãos, apenas fingiu fazer chichi.»

O Mestre Hã disse, «Um mau livro pode estar bem escrito, mas um bom livro não pode nunca estar mal escrito.»

Tcheng-Tcheng disse, «Mestre, e se for a má tradução de um bom livro?»

O Mestre Hã disse, «Nesse caso não se trata de um bom livro, mas da sombra de um bom livro, porque o bom livro projecta luz; mas a má tradução não permite que ela passe.»

Tcheng-Tcheng disse, «Mestre, não é mais ou menos isso que Platão nos quer explicar com a Alegoria da Caverna?»

O Mestre Hã bateu três vezes na cabeça de Tcheng-Tcheng com um grande leque, produzindo um som não muito diferente do que os grandes juncos fazem nos limites do arrozal quando as aves e também o vento e até alguns mamíferos os agitam, e disse, «O discípulo que frequenta a concorrência do seu Mestre é um mau discípulo.»

O Mestre Hã disse, «Confúcio disse: "Se verdadeiramente desejarmos a bondade, saberemos que ela sempre esteve ao nosso lado".»

Tcheng-Tcheng disse, «Mas, Mestre, como a reconheceríamos?»

O Mestre Hã bateu três vezes na cabeça de Tcheng-Tcheng com um gongo muito grande e pesado e disse, «Pela roupa de Homem Invisível.»

O Mestre Hã disse, «Quando um dos teus discípulos começar inexplicavelmente a tratar-te por “tu”, saberás que a tua esposa é demasiado jovem para ti.»

O Mestre Hã disse, «Confúcio disse: "Não importa o quão devagar vais, desde que não pares". É essa, de facto, a forma correcta de se conduzir numa auto-estrada.»

O Mestre Hã disse, «Um herói sem música não é um herói, mas apenas um tipo forte.»

O Mestre Hã disse, «Se te sentires só no meio de uma multidão, é possível que estejas dentro de uma cabina telefónica, pois eles agora fazem-nas muito transparentes.»

Tcheng-Tcheng disse, «Mestre, que faremos se assim não for e continuarmos a sentir-nos sozinhos no meio da multidão?»

O Mestre Hã disse, «Podes sempre telefonar a alguém.»

O Mestre Hã disse, «Quando te cansares de ter uma dúvida sobre algo, lê um livro sobre o assunto; dessa forma ficarás com muitas dúvidas novas.»

Tcheng-Tcheng disse, «Mas, Mestre, e se depois de ler o livro ficar também com algumas certezas?»

O Mestre Hã disse, «Se depois de leres um livro sobre o assunto sentires uma ou outra certeza, podes dissipá-la consultando enciclopédias online.»

O Mestre Hã disse, «Aqueles que acreditam que uma árvore faz barulho ao tombar mesmo que não haja ninguém por perto para ouvir, acabarão escolhendo temas musicais para o modo “vibrar” dos seus telemóveis.»

O Mestre Hã disse, «Carrega seis meses de luto por cada projecto em que fracassares.»

Tcheng-Tcheng disse, «Mas, Mestre, se usarmos luto por cada projecto em que fracassarmos, certamente vestiremos sempre de preto.»

O Mestre Hã disse, «Se todos carregassem luto por cada projecto em que fracassassem, depressa o preto deixaria de ser a cor do luto.»

Os discípulos compreenderam; e começaram a consultar livros de amostras com muitas e variadas cores.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Dom Nov 22, 2009 2:45 pm

O Novo Dicionário de Língua Portuguesa - I


Alevantar
O acto de levantar com convicção, com o ar de "a mim ninguém me come por parvo!... alevantei-me e fui-me embora!".

Assentar
O acto de sentar, só que com muita força, como fosse um tijolo a cair no cimento.

Capom
Porta de motor de carros que quando se fecha faz POM!

Destrocar
Trocar várias vezes a mesma nota até ficarmos com a mesma.

Deus
Treinador de todos os jogadores brasileiros de futebol que nunca se esquecem de lhe agradecer nos finais dos jogos...

Disvorciada
Mulher que se diz por aí que se vai divorciar.

É assim
Talvez a maior evolução da língua portuguesa. Termo que não quer dizer nada e não serve para nada. Deve ser colocado no início de qualquer frase.


Última edição por Anarca em Sab Nov 28, 2009 8:16 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Nov 25, 2009 12:47 pm

O Mundo Animal – I


"Porque é a Orca conhecida como baleia assassina?

A orca é conhecida por ser uma grande caçadora. É comum a mãe orca abater sua presa sem matá-la instantâneamente. Assim, é possível que ela leve algumas presas ainda vivas para os filhotes.
Outro hábito da orca que pode ter sido interpretado como sadismo, é o fato dela arremessar sua presa já morta para o alto, além de golpeá-la com a cauda. É o caso dos leões-marinhos que são mortos por orcas.
Nesse caso, a violência da orca serve apenas para soltar bem o couro da carne. Assim, fica mais fácil para ela comer apenas a carne de sua presa.


Qual o animal que mais mata humanos no mundo?

Não existe um levantamento preciso e específico, mas, entre a comunidade científica, é consenso que o animal que mais mata humanos é o hipopótamo.
"O hipopótamo é um animal extremamente territorialista. A menor aproximação de um estranho tem como resposta um ataque", explica Guilherme Domenichelli, biológo do zoológico de SP. Por isso, é comum o registro de muitas mortes, principalmente na África, por ataques desses animais.
A aparência pacata do hipopótamo disfarça a verdadeira intenção do bicho quando ele abre a boca ao notar a aproximação de alguma pessoa: mostrar suas poderosas e destrutivas presas.
O biólogo lembra ainda que as principais vítimas são as populações ribeirinhas do continente africano, que navegam pelos rios em pequenas canoas que são consideradas uma ameaça pelos hipopótamos.
Mas antes de causar pânico, Domenichelli avisa: os humanos não são presas de nenhuma espécie. "As mortes de pessoas causadas por animais são considerados acidentes. O ser humano não é presa de nenhum animal."


Os peixes são capazes de dormir?

Os peixes dormem, mas não como os seres humanos, pois, já que não possuem pálpebras, eles não fecham os olhos. O "sono" dos peixes é caracterizado pela redução de seus movimentos vitais durante um certo período do dia.
"Alguns peixes gostam de 'dormir', ou seja, descansar durante a noite ou quando a água está bem fria. Outros peixes descansam até mesmo durante o dia", segundo o professor Athiê Jorge Guerra, do Departamento de Pesca da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).
Mesmo durante esse período de "descanso", os peixes forçam a passagem de oxigênio em suas brânquias com o abrir e o fechar das bocas. Assim, eles continuam respirando enquanto "cochilam".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qui Nov 26, 2009 7:39 pm

O Mundo Animal – II


Por que os gatos sempre caem de pé?

Isso ocorre porque a transmissão das mensagens nervosas entre os olhos, os ouvidos, os músculos e as articulações do gato ocorre tão rapidamente que faz com que o animal tenha um grande equilíbrio. Porém, para que ele caia em pé, é necessário que a queda lhe dê tempo suficiente para retomar o equilíbrio.
Quando o gato cai, os olhos e os ouvidos enviam ao cérebro uma mensagem sobre a posição da cabeça em relação ao solo. O cérebro responde com comandos para os músculos, que corrigem a postura da cabeça e alinham o corpo do animal. "Isso tudo acontece em frações de segundo e o gato chega ao solo com as patas para baixo, pronto para absorver o impacto", disse a veterinária Márcia Lima de Oliveira.
Segundo a veterinária, a elasticidade dos ossos dos gatos é apenas 1/10 menor do que a da borracha. Por isso, se um gato cair do 10º andar de um prédio, tem 90% de chance de sobreviver. Nos humanos, essa taxa cai para 10%.


Por que morcegos ficam de cabeça para baixo?

Essa posição facilita a saída dos morcegos para o vôo. A característica tem a ver com o fato de que eles são os únicos mamíferos que voam. Várias estruturas desses animais sofreram mudanças durante sua evolução, em um período de cerca de 50 milhões de anos, para que eles adquirissem o hábito de voar.
Os morcegos se desprendem do local onde estão, abrem as asas, planam e em seguida, batem as asas. "Para que esses animais possam ficar de cabeça para baixo por longos períodos, houve a rotação em 180 graus dos seus membros inferiores: isto é, as plantas dos pés desses animais se voltaram para frente", disse a bióloga Susi Missel Pacheco.
Os morcegos podem ser encontrados pendurados de cabeça para baixo até quando estão mortos. "A musculatura e a força imposta pelos tendões permanece mesmo após a morte", afirmou a bióloga Susi Missel Pacheco. É também nessa posição que morcegos têm seus filhotes.


Por que a aranha não fica presa em sua teia?

Há duas explicações para o fato de a aranha não ficar presa na própria teia. A primeira, é que a cola em que ficam grudados os insetos é colocada em apenas alguns fios. A aranha seria capaz de distinguir os fios "secos" e andar somente sobre esses. Outra justificativa é que elas produzem uma secreção, como se fosse um óleo, que faz com que elas possam andar sobre os fios de seda.
As aranhas possuem estruturas na parte posterior do seu corpo chamadas de fiandeiras, por onde é expelido esse líquido, que endurece em contato com o ar, formando os fios da teia. Todas as glândulas secretam esse líquido, mas os fios de cada aranha uma diferem quanto à consistência e propósito devido a outras secreções que cada glândula produz."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sab Nov 28, 2009 8:15 pm

O Novo Dicionário de Língua Portuguesa - II


Entropeçar
Tropeçar duas vezes seguidas.

Eros
Moeda alternativa ao Euro, adoptada por alguns portugueses.

Exensar
Termo que, para ser bem utilizado, tem que ser dito rapidamente para que algumas pessoas percebam que se quer dizer "deves pensar".

Falastes, dissestes e afins
Articulação na 4ª pessoa do singular. Ex.: EU falei, TU falaste, ELE falou, TU FALASTES.

Fracturação
O resultado da soma do consumo de clientes em qualquer casa comercial. Casa que não fractura não predura.


A forma mais prática de articular a palavra MEU e dar um ar afro à língua portuguesa, como "bué" ou "maning". Ex.: Mô tio.

Nha
Assim como Mô, é a forma mais prática de articular a palavra MINHA. Para quê perder tempo, não é? Fica sempre bem dizer "Mô tio" e "Nha mãe" e é uma poupança extraordinária.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Seg Nov 30, 2009 11:59 pm

O Novo Dicionário de Língua Portuguesa - III


Númaro
Já está na Assembleia da República uma proposta de lei para se deixar de utilizar a palavra NÚMERO, a qual está em claro desuso. Por mim, acho um bom númaro!

Parteleira
Local ideal para guardar os livros de português do tempo da escola.

Perssunal
O contrário de amador. Muito utilizado por jogadores de futebol. Ex.: "Sou perssunal de futebol". Dica: deve ser articulada de forma rápida.

Pitaxio
Aperitivo da classe do "mendoim".

Prontus
Usar o mais possível. É só dar vontade e podemos sempre soltar um "prontus"! Fica sempre bem.

Prutugal
País ao lado da Espanha. Não é a Francia.

Rondana
Uma roldana que ronda à volta de si mesma.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Dez 02, 2009 12:19 am

O Novo Dicionário de Língua Portuguesa - IV

Quaise
Também é uma palavra muito apreciada pelos nosso pseudo-intelectuais. Ainda não percebi muito bem o quer dizer, mas o problema deve ser meu.

Shampum
Líquido para lavar o cabelo que quando cai na banheira faz PUM.

Stander de vendas
Local de venda. A forma mais famosa é, sem dúvida, o "stander de automóveis".

Tçou, Tçi e afins
Inicialmente usado por músicos da zona da baía de Cascais, rapidamente se estendeu a outros tipos de utilizadores.Atender o telefone e dizer "tçou" é uma experiência aconselhável a qualquer um com ligações familiares à cantora Ágata.

Tipo
Juntamente com o "É assim", faz parte das grandes evoluções da língua portuguesa. Também sem querer dizer nada e não servir para nada, pode ser usado quando se quiser, porque nunca está errado, nem certo. É assim... tipo tás a ver?

Treuze
Palavras para quê? Todos nós conhecemos o numaro treuze.

Vosso mail
Se alguém não atende o telemóvel obviamente que vai para o vosso mail...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sex Dez 04, 2009 9:57 pm

A ORIGEM DAS PALAVRAS - III

Ter ouvidos de tísico
Significado: Ouvir muito bem.
Origem: Antes da II Guerra Mundial (l939 a l945), muitos jovens sofriam de uma doença denominada tísica, que corresponde à tuberculose. A forma mais mortífera era a tuberculose pulmonar.
Com o aparecimento dos antibióticos durante a II Guerra Mundial, foi possível combater este doença com muito maior êxito.
As pessoas que sofrem de tuberculose pulmonar tornam-se muito sensíveis, incluindo uma notável capacidade auditiva. A expressão « ter ouvidos de tísico» significa, portanto, «ouvir tão bem como aqueles que sofrem de tuberculose pulmonar».

Comer muito queijo
Significado: Ser esquecido; ter má memória.
Origem: A origem desta expressão portuguesa pode explicar-se pela relação de causalidade que, em séculos anteriores, era estabelecida entre a ingestão de lacticínios e a diminuição de certas faculdades intelectuais, especificamente a memória.
A comprovar a existência desta crença existe o excerto da obra do padre Manuel Bernardes "Nova Floresta", relativo aos procedimentos a observar para manter e exercitar a memória: «Há também memória artificial da qual uma parte consiste na abstinência de comeres nocivos a esta faculdade, como são lacticínios, carnes salgadas, frutas verdes, e vinho sem muita moderação: e também o demasiado uso do tabaco».
Sabe-se hoje, através dos conhecimentos provenientes dos estudos sobre memória e nutrição, que o leite e o queijo são fornecedores privilegiados de cálcio e de fósforo, elementos importantes para o trabalho cerebral. Apesar do contributo da ciência para desmistificar uma antiga crença popular, a ideia do queijo como alimento nocivo à memória ficou cristalizada na expressão fixa « comer (muito) queijo».

Acordo leonino
Significado: Um «acordo leonino» é aquele em que um dos contratantes aceita condições desvantajosas em relação a outro contratante que fica em grande vantagem.
Origem: «Acordo leonino» é, pois, uma expressão retórica sugerida nomeadamente pelas fábulas em que o leão se revela como todo-poderoso.

Que massada!
Significado: Exclamação usada para referir uma tragédia ou contra-tempo.
Origem: É uma alusão à fortaleza de Massada na região do Mar Morto, Israel, reduto de Zelotes, onde permaneceram anos resistindo às forças romanas após a destruição do Templo em 70 d.C., culminando com um suicídio colectivo para não se renderem, de acordo com relato do historiador Flávio Josefo.

Passar a mão pela cabeça
Significado: perdoar ou acobertar erro cometido por algum protegido.
Origem: Costume judaico de abençoar cristãos-novos, passando a mão pela cabeça e descendo pela face, enquanto se pronunciava a bênção.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Seg Dez 07, 2009 5:19 pm

Algumas respostas para situações habituais - I

- Por que soluçamos?
O soluço é a contracção involuntária do músculo do diafragma, responsável pela respiração. O soluço geralmente é causado por uma irritação no nervo frénico, responsável por activar o diafragma devido a um aumento do volume do estômago. E não é lenda a história de que um susto pode curar o "soluçante", pois liberta adrenalina e activa o nervo frénico, outra saída é a água gelada, que provoca o mesmo efeito.

- O meu pé adormeceu!
Isso acontece porque a compressão do fluxo sanguíneo (ao cruzar as pernas, por exemplo) interrompe o tráfego de impulsos nervosos. Ao restabelecer o fluxo, acontece uma espécie de "curto-circuito" nos impulsos eléctricos dos nervos, daí a sensação de "formigueiro". Há um problema conhecido como "paralisia dos amantes". O casal dorme junto e um deles fica em cima do braço do outro. O fluxo sanguíneo pode ficar interrompido por horas, comprometendo por meses ou até para sempre o músculo do braço". A saída para o "formigueiro" restabelecer o fluxo sanguíneo é movimentar o músculo. Dependendo do caso, é necessário fazer fisioterapia.

- Por que tenho vontade de urinar quando entro na piscina?
Ao entrar na água, a pressão externa sobre o corpo aumenta. "Os líquidos componentes do plasma que estão fora dos vasos são "empurrados" para dentro deles", com o aumento do volume de sangue nos vasos - chamado volemia - vem a vontade de urinar. É como beber água. Por falar em água, é verdade que a torneira aberta e o chuveiro despertam a vontade. "É psicológico, chamamos de reflexo da micção".

- De onde vem a cãibra?
Segundo o neurologista Acary Oliveira, da Unifesp, 95% da população já experimentou esse espasmo muscular, em geral na barriga da perna. "Após intensa actividade física, acaba a energia e a musculatura contrai-se e não relaxa". Para passar, o segredo é contrair o músculo oposto ao que está a doer, como fazem os jogadores de futebol. Se a cãibra for na barriga da perna, por exemplo, basta alongar os músculos da parte da frente, Puxando a ponta do pé para cima, em direcção à canela.


Última edição por Anarca em Qua Dez 09, 2009 6:38 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Dez 09, 2009 6:37 pm

Algumas respostas para situações habituais - II

- O que causa o arroto?
Também chamado eructação, o arroto é causado pelo acto de engolir ar (aerofagia). "Falar ou comer muito rápido, engolindo ar, são as causas mais comuns". Ingerir alguma substância que contenha gás, como refrigerante, pode ser outra causa provável. A cura não é muito educada. Basta "eructar".

- Por que é que às vezes o meu olho treme?
O espasmo das pálpebras é causado pela contracção do músculo orbicular (músculo responsável por fechar das pálpebras). A causa mais provável é que seja provocado pelo cansaço ou tensão. "É como uma cãibra", explica o oftalmologista Paulo Henrique, da Unifesp. O músculo movimenta-se rápido para fazer circular mais sangue na região e dissipar o ácido láctico, responsável pela irritação na terminação nervosa.

- Por que é que há uma espécie de "choque" quando se bate o cotovelo na quina da mesa?
A reacção é causada pela compressão de um nervo chamado ulnar. "No cotovelo, o nervo ulnar está muito exposto, ficando susceptível a pancadas". Esse nervo está ligado aos dedos mínimo e anular. Por isso, a sensação de choque espalha-se do cotovelo até esses dois dedos.

- Estalar os dedos engrossa as articulações?
Não. "Ao esticar o dedo, o líquido sinovial lubrificante da articulação responsável por diminuir o atrito desloca-se sob o vácuo formado entre as articulações, fazendo o barulho do estalo", ensina o ortopedista cirurgião de mão Luís Nakashima. O mesmo fenómeno pode ser percebido nas costas e nos joelhos. "Provocar o estalo no dedo não faz mal algum".

- Por que é que tenho a impressão de já ter visto um lugar onde nunca estive?
A sensação de "déjá vu" pode acontecer com quase todos e tem origem biológica. O hipocampo - região do cérebro responsável pelo processamento da memória - é activado fora de hora, exactamente quando está a ocorrer um facto novo, dando a impressão de que aquilo já estava registado, de que é um facto do passado. O evento é mais frequente em pessoas com epilepsia no lobo temporal e isso, provavelmente, está relacionado com o disparo "anormal do hipocampo, um dos centros cerebrais da memória", explica o psiquiatra Roberto Sassi. Mas isso não implica que pessoas que tenham "déjá vu" sofram de epilepsia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qui Dez 10, 2009 8:09 pm

Algumas respostas para situações habituais - III

- Por que é que se Boceja?
"É uma forma de activar o cérebro e evitar o sono", afirma o coordenador do departamento de distúrbio do sono da Unifesp, Ademir Baptista Silva. Ao bocejar, o segundo e o terceiro ramo do nervo trigémeo (um dos nervos da face) são activados, estimulando o cérebro. O mesmo efeito pode ser obtido ao mascar chiclete. "O único mistério é o factor epidémico do bocejo. Ninguém sabe por que é que as pessoas bocejam quando vêem outras a bocejar", diz Ademir.

- Por que é que os pêlos ficam arrepiados?
"O frio e as fortes emoções são os principais estímulos causadores da contracção do músculo erector dos pêlos", afirma a neurologista Cláudia Garavelli. A origem pode estar na teoria darwinista e a sua explicação é que o arrepio é uma forma de defesa. No frio, a camada formada pelos pêlos retém o ar quente, aquecendo o corpo. No medo, aumenta-se o volume do corpo, assustando-se assim um eventual agressor, como fazem os gatos.

- Por que é que a pele da mão enruga quando ficamos na água?
"Porque a camada externa da pele do dedo é composta por uma proteína - a queratina - que pode absorver "água como uma esponja", explica o clínico geral Luís Fernando. A camada externa da pele da ponta dos dedos é "fixa". Para caber o volume de água absorvido, a pele enruga.

- O que causa o espirro?
"É um mecanismo de defesa, uma forma de o organismo libertar bactérias e vírus alojados nas vias respiratórias, especialmente no nariz, limpando-o". Explica o neumologista Clystenes Odyr Silva. Não tente impedir o espirro e nunca bloqueie o nariz para evitar fazer barulho. A velocidade do espirro pode ser de 160 km/h; ao tapar nariz, a pressão é transmitida para um canal do ouvido e corre-se o risco de ter-se o tímpano rompido.

- É verdade que orelhas e nariz crescem quando envelhecemos?
Não. O problema é que o tecido de sustentação da pele perde elasticidade. "A partir dos 75 anos, a flacidez é mais acentuada devido à perda da elastina, proteína responsável pela elasticidade da pele", afirma o geriatra Clineu Almada. "Assim, tecido "cai", dando a impressão de que o órgão cresceu".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sab Dez 12, 2009 1:14 am

Os 10 Mandamentos do Corno...

1 - Amar a mulher acima de todas as coisas

2 - Ser fiel e leal à esposa

3 - Assumir os filhos do Luizão

4 - Fazer amor sempre depois

5 - Ignorar chinelos e toalhas molhadas

6 - Telefonar antes de chegar a casa

7 - Não chegar cedo do trabalho

8 - Usar sempre a campainha

9 - Manter o frigorífico sempre cheio

10 - Nunca ter ciúmes da mulher
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sab Dez 12, 2009 11:40 pm

Apenas a língua Portuguesa permite escrever isto...
Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor, português, pintava portas, paredes, portais. Porém, pediu para parar porque preferiu pintar panfletos. Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder progredir. Posteriormente, partiu para Pirapora.
Pernoitando, prosseguiu para Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres. Porém, pouco praticou, porque Padre Paulo pediu para pintar panelas, porém posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas.
Pálido, porém personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir permissão para Papai para permanecer praticando pinturas, preferindo, portanto, Paris.
Partindo para Paris, passou pelos Pirineus, pois pretendia pintá-los.
Pareciam plácidos, porém, pesaroso, percebeu penhascos pedregosos, preferindo pintá-los parcialmente, pois perigosas pedras pareciam precipitar-se principalmente pelo Pico, porque pastores passavam pelas picadas para pedirem pousada, provocando provavelmente pequenas perfurações, pois, pelo passo percorriam, permanentemente, possantes potrancas. Pisando Paris, permissão para pintar palácios pomposos, procurando pontos pitorescos, pois, para pintar pobreza, precisaria percorrer pontos perigosos, pestilentos, perniciosos, preferindo Pedro Paulo precaver-se.
Profundas privações passou Pedro Paulo. Pensava poder prosseguir pintando, porém, pretas previsões passavam pelo pensamento, provocando profundos pesares, principalmente por pretender partir prontamente para Portugal. Povo previdente! Pensava Pedro Paulo...
Preciso partir para Portugal porque pedem para prestigiar patrícios, pintando principais portos portugueses.
- Paris! Paris! Proferiu Pedro Paulo.
- Parto, porém penso pintá-la permanentemente, pois pretendo progredir.
Pisando Portugal, Pedro Paulo procurou pelos pais, porém, Papai Procópio partira para Província. Pedindo provisões, partiu prontamente, pois precisava pedir permissão para Papai Procópio para prosseguir praticando pinturas. Profundamente pálido, perfez percurso percorrido pelo Pai. Pedindo permissão, penetrou pelo portão principal. Porém, Papai Procópio puxando-o pelo pescoço proferiu:
- Pediste permissão para praticar pintura, porém, praticando, pintas pior. Primo Pinduca pintou perfeitamente prima Petúnia. Porque pintas porcarias?
- Papai, proferiu Pedro Paulo Pinto, porque permitiste, porém, preferindo, poderei procurar profissão própria para poder provar perseverança, pois pretendo permanecer por Portugal.
Pegando Pedro Paulo pelo pulso, penetrou pelo patamar, procurando pelos pertences, partiu prontamente, pois pretendia pôr Pedro Paulo para praticar profissão perfeita: Pedreiro!
Passando pela ponte precisaram pescar para poderem prosseguir peregrinando. Primeiro, pegaram peixes pequenos, porém, passando pouco prazo, pegaram Pacus, Piaparas, Pirarucus. Partindo pela picada próxima, pois pretendiam pernoitar pertinho, para procurar primo Péricles primeiro. Pisando por pedras pontudas, Papai Procópio procurou Péricles, primo próximo, pedreiro profissional perfeito.
Poucas palavras proferiram, porém prometeu pagar pequena parcela para Péricles profissionalizar Pedro Paulo. Primeiramente Pedro Paulo pegava pedras, porém, Péricles pediu-lhe para pintar prédios, pois precisava pagar pintores práticos. Particularmente Pedro Paulo preferia pintar prédios. Pereceu pintando prédios para Péricles, pois precipitou-se pelas paredes pintadas.
Pobre Pedro Paulo, pereceu pintando...
Permita-me, pois, pedir perdão pela paciência, pois pretendo parar para pensar... Para parar preciso pensar. Pensei.
Portanto, pronto pararei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Ter Dez 15, 2009 10:40 pm

Casos tipicos de má gestão – Caso 1

Ia uma jovem a passear com o seu namorado, quando ouviram uns empregados de umas obras gritar:
- Oh cabrão, não a leves a passear, leva-a mas é para um lugar escuro, e come a gaja!!!
O rapaz, muito envergonhado, segue o seu caminho com a namorada, e passam por um parque onde estão vários reformados sentados, que ao vê-los começam ás bocas ao noivo:
- De mãozinha dada com a miúda, devias é levá-la para um motel, ó paneleiro !!!!
O rapaz, cada vez mais envergonhado, decidiu-se levar a namorada a casa e despede-se:
- Então até amanhã, meu amor!
A noiva responde-lhe:
- Até amanhã, surdo de merda!!!

Conclusão:

Escuta e põe em prática os conselhos dos consultores externos pois são gente com experiência. Se não o fizeres, a tua imagem e a tua gestão empresarial ver-se-ão seriamente deterioradas.


Última edição por Anarca em Qua Jan 27, 2010 1:34 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Dez 16, 2009 5:37 pm

Questões de "Etiqueta"...

Uma pessoa pequenina, deve levantar-se para cumprimentar?
Sim, a não ser que em pé fique mais baixa do que sentada, o que poderá dar a sensação que se pôs de cócoras.

Se a pessoa que chega ao restaurante for o Primeiro Ministro, ficamos sentados como diz a etiqueta ou levantamo-nos para cumprimentar?
Se o bufo da DREN estiver ao seu lado ou se tiver algum tacho ou interesse com o governo é melhor levantar-se. Caso contrário também. Os apupos, insultos e arremesso de objectos contundentes têm maior alcance sobre as mesas.

"Os cumprimentos à mesa fazem-se com sorrisos e acenos de cabeça".
E quem perceber que tem alface no meio dos dentes, também deve sorrir?
Primeiro deve chupar furiosamente com a língua nos dentes fazendo tchuic-tchuic, raspar de seguida com a unha do dedo pequenino e só então sorrir. Para quem desejar ser discreto, pode ir ao WC onde procederá a remoção do pedaço vegetal usando para isso a escova que se encontra ao lado da sanita. Atenção, se a água da sanita estiver azulada ou esverdeada é por que tem detergente, não serve para bochechar.

"Conversas mais prolongadas ficam para depois da refeição".
E enfiar a mão entre as coxas da vizinha do lado, pode ser durante?
Sim mas primeiro deve dirigir-se discretamente à visada sussurrando "A querida permite que eu introduza as minhas falanges por entre as suas coxas enquanto desfrutamos desta agradável refeição?" Em caso de resposta afirmativa deve ter-se sempre o cuidado de limpar os dedos ao guardanapo antes de passar a tigela da salada se esta nos for solicitada por um dos restantes convidados.

PS - Depois de escarafunchar a boca com o palito, não se deve guardá-lo no bolso da camisa ou ficar com ele no canto da boca segurando-o às vezes na mão enquanto se gesticula uma explicação.


Última edição por Anarca em Qua Jan 27, 2010 1:34 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qui Dez 17, 2009 1:57 pm

Os Riscos dos Transgénicos - I

Como os transgénicos podem afectar a saúde:

Super bactérias:

1. Algumas plantas geneticamente modificadas recebem um gene de resistência a antibióticos. É uma forma de saber se a transformação foi bem sucedida.

2. Esse gene provoca o aumento da taxa de transferência do ADN, ou seja, da facilidade com que pedaços do código genético da planta passam de um organismo para outro.

3. Há um risco teórico de que as bactérias do intestino humano absorvam esse gene, tornando-se resistentes aos antibióticos. Aí, qualquer doença, mesmo simples, pode tornar-se um problema grave. E o risco de aparecimento de novos vírus, decorrente da recombinação de vírus "engenheirados" com outros já existentes

Alergias:

1. Para se defender de agressores, a planta produz diversas substâncias que podem ser tóxicas ao homem, provocando alergia.

2. Um único gene "alienígena" poderia alterar o equilíbrio de várias dessas substâncias, aumentando a sua produção. Um estudo feito com soja transgénica mostrou que ela é mais alergénica que a soja normal.

3. Como ninguém conhece todos os genes das plantas, alguns especialistas afirmam que faltam estudos para avaliar a segurança dos transgénicos.


Última edição por Anarca em Qua Jan 27, 2010 1:34 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sex Dez 18, 2009 9:56 pm

Casos tipicos de má gestão – Caso 2

Um réu, condenado a prisão perpétua por assassínio em primeiro grau, consegue fugir ao fim de 25 anos na prisão. Ao fugir, entra numa casa onde dorme um jovem casal. O assassino ata o homem a uma cadeira, e a mulher à cama. A seguir, encosta o seu rosto ao peito da mulher, levantando-se de seguida e saindo a seguir do quarto.
Imediatamente, arrastando a cadeira, o marido aproxima-se da esposa e diz-lhe:
- Meu amor, este homem não vê uma mulher há anos. Eu vi-o beijar-te o peito, e aproveitando que ele se afastou um pouco, quero pedir-te que cooperes com ele e faças tudo o que ele te pedir. Se ele quiser fazer sexo contigo não o evites e finge que gostas. Por favor, não o afastes. As nossas vidas dependem disso!!! Sê forte, minha linda, eu amo-te muito.
A jovem esposa diz ao marido:
- Querido, estou reconhecida que penses assim! Efectivamente este homem não vê uma mulher há anos, no entanto não estava a beijar-me o peito. Estava a dizer-me ao ouvido que gostou muito de ti e perguntou-me se guardamos a vaselina na casa de banho. Sê forte, meu lindo, eu também te amo muito.

Conclusão:

Não estar verdadeiramente informado pode trazer sérios inconvenientes. A informação actualizada e exacta é fundamental para sair com êxito do ataque de competência desleal e assim evitar surpresas desagradáveis.


Última edição por Anarca em Qua Jan 27, 2010 1:34 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Dom Dez 20, 2009 7:07 pm

Casos tipicos de má gestão – Caso 3

Um rapaz vai a uma farmácia e diz ao farmacêutico:
- Senhor, dê-me um preservativo. A minha namorada convidou-me para ir jantar esta noite lá a casa, já saímos há três meses, a pobre começa a estar muito quente e parece-me que me vai pedir para lhe pôr o "termómetro".
O farmacêutico dá-lhe o preservativo e o jovem sai da farmácia. De imediato, volta a entrar, dizendo:
- Senhor, é melhor dar-me outro, porque a irmã da minha namorada, é uma boazona de primeira, passa a vida a cruzar as pernas à minha frente que ás vezes até lhe vejo as entranhas. Acho que também quer algo, e como vou jantar hoje lá a casa...
O farmacêutico dá-lhe o preservativo e o jovem sai da farmácia. De imediato, volta a entrar, dizendo:
- Senhor, é melhor dar-me outro, porque a mãe da minha namorada também é boa como o milho. A velha, quando a filha não está ao pé, passa a vida a insinuar-se dum modo que me deixa atrapalhado, e como eu hoje vou jantar lá a casa...
Chega a hora da comida e o rapaz está sentado à mesa com a sua namorada ao lado, a mãe e a irmã á frente.
Nesse instante entra o pai da namorada e senta-se também à mesa.
O rapaz, baixa imediatamente a cabeça, une as mãos e começa a rezar:
- Senhor, abençoa estes alimentos, bzzzz, bzzzz, bzzzz,... damos-te graças por estes alimentos.
Passa um minuto e o rapaz contínua de cabeça baixa rezando:
- Obrigado Senhor por estes dons, bzzz, bzzz, bzzz...
Passam cinco minutos e prossegue:
- Abençoa Senhor este pão, bzzz, bzzz, bzzz...
Passam mais de dez minutos e o rapaz contínua de cabeça baixa rezando.
Todos se entreolham surpreendidos e a namorada diz-lhe ao ouvido:
- Meu amor, não sabia que eras tão crente...!!!
- E eu não sabia que o teu pai era farmacêutico!!!

Conclusão:

Não comente os planos estratégicos da empresa com desconhecidos, porque essa inconfidência pode destruir a sua própria organização.


Última edição por Anarca em Qua Jan 27, 2010 1:33 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Seg Dez 21, 2009 6:58 pm

Lições de Marketing...

Estás numa festa e vês uma mulher muito atraente.

Acercas-te dela e dizes-lhe:

"Sou muito bom na cama"

Isto é MARKETING DIRECTO



Estás numa festa com um grupo de amigos e vês uma mulher muito atraente.

Um dos teus amigos aproxima-se dela e diz-lhe:

"Aquele ali é muito bom na cama"

Isto é PUBLICIDADE



Estás numa festa e vês uma mulher muito atraente.

Pedes-lhe o número do telemóvel. No dia seguinte telefonas-lhe e dizes-lhe:

"Sou muito bom na cama"

Isto é TELEMARKETING



Estás numa festa e vês uma mulher muito atraente.

Reconhece-la. Aproximas-te dela. Refrescas-lhe a memória e dizes-lhe:

"Recordas-te como eu sou bom na cama?"

Isto é CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT



Estás numa festa e vês uma mulher muito atraente.

Levantas-te, compões a roupa, aproximas-te dela e serves-lhe um drink. Elogias-lhe o perfume, admiras a sua roupa, ofereces-lhe um cigarro e dizes-lhe:

"Sou muito bom na cama"

Isto é RELAÇÕES PUBLICAS



Estás numa festa e vês uma mulher muito atraente.

Aproximas-te dela e dizes-lhe:

"Sou muito bom na cama" - e exibes-lhe o teu instrumento...

Isto é MERCHANDISING



Estás numa festa e vês uma mulher muito atraente.

Ela acerca-se de ti e diz-te:

"Ouvi dizer que és muito bom na cama!"

Isto é BRANDING (o poder da marca)



Estás numa festa e vês uma mulher muito atraente.

Aproximas-te dela e dizes:

"Sou muito bom na cama e aguento toda a noite sem parar"

Obviamente isto é PUBLICIDADE ENGANOSA


Última edição por Anarca em Qua Jan 27, 2010 1:32 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Ter Dez 29, 2009 10:38 pm

Os tomates...

A história dos tomates começa no México, sobre um terreno comprado por uma companhia americana. As sementes são híbridas, criadas graças aos subsídios pagos pelos contribuintes americanos, para apoiar a investigação.

A terra em questão foi previamente sulfatada com metil-brometo, 120 vezes mais destruidor da camada de ozono que o CFC-111, e depois foi tratada com pesticidas, distribuídos pela Monsanto, um dos maiores poluidores do Estados Unidos, e não só.

Os resíduos da produção destes pesticidas são transportados, por barco, para a maior lixeira tóxica do mundo em Emelle, no Alabama, onde a maior parte da população vive na pobreza.

Os trabalhadores mexicanos não usam luvas de protecção nem mascaras, que os protejam dos pesticidas, como mandam as normas de segurança. Ganham dois dólares e meio por dia, sem qualquer direito à segurança social.

Depois de colhidos, os tomates são embalados em plástico, sobre pequenos tabuleiros de plástico, e depois em embalagens de cartão.

Estas embalagens foram fabricadas por uma companhia do Texas, cujos trabalhadores estão expostos a riscos crescentes de cancro e enfraquecimento do sistema imunitário, devido à exposição a fortes doses de dioxinas.

As fibras de cartão provêm de velhas árvores, com mais de 300 anos, da Colômbia Britânica, no Canadá.

O cartão é fabricado na região dos Grandes Lagos, cujo peixe os habitantes locais são desaconselhados de consumir, pois estão também poluídos com as dioxinas. O cartão segue depois, por via marítima, para o México.

Uma vez dentro das caixas de cartão, os tomates, avermelhados à base de éter, insípidos e sem valor nutritivo, são expedidos em camiões frigoríficos para o Canadá.

Estes camiões estão equipados com sistemas de refrigeração à base de CFC, produzido pela Du Pont.

Chegados ao destino, as embalagens de plástico vão para o lixo, que é recolhido e enviado para os Estados Unidos, onde é queimado numa incineradora em Detroit.

São precisos combustíveis para assegurar todas estas viagens, que contribuem para o aquecimento do clima.

O petróleo é extraído no Golfo Campeche no México ou nos campos do Texas (quando não vem do Iraque) e enviado para as refinarias da costa dos Estados Unidos, que são, só por si, responsáveis pela morte ecológica da região.

O petróleo refinado é depois redistribuído aos fabricantes de plástico, de pesticidas, de embalagens e de veículos, que tornam possível o transporte dos famosos tomates a cerca de 3 mil quilómetros de distância.

A sua salada de tomate está pronta. Bom apetite!


Última edição por Anarca em Qua Jan 27, 2010 1:32 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qui Jan 07, 2010 8:23 pm

O Dicionário da Verdade

A M O R
Enfermidade temporaria que se cura com o casamento.
Palavra com quatro letras, duas vogais e dois idiotas.

DANÇAR
Representaçao vertical de um desejo horizontal.

CÉREBRO
Orgao que serve para que pensemos que pensamos.

ESCUTEIROS
40 crianças vestidas de pateta, comandadas por um pateta vestido de criança.

DOR DE CABEÇA
O anticonceptivo mais usado pela mulher desde sempre.

VIRGEM
Menina de 9 anos, muito feia, que corre mais que o primo.

EXAME ORAL
Prova para conseguir um estagio na Casa Branca.

LINGUA
Orgao sexual que os antigos usavam para falar.

CONFIANÇA
Via livre que se da a uma pessoa para que cometa uma série de abusos.

FACIL
Diz-se da mulher que tem a moral sexual de um homem.

GINECOLOGISTA
Especialista que trabalha no lugar onde outros se divertem.

HEROI
Individuo que nao teve tempo de fugir.

HOMEM
Ser masculino que durante os seus primeiros nove meses de vida quer sair de um lugar em que tenta entrar pelo resto da sua vida.

INDIFERENÇA
Atitude que uma mulher adopta perante um homem que nao lhe interessa, e que é interpretada pelo homem como se estivesse "a fazer-se de dificil".

INTELECTUAL
Individuo capaz de pensar por mais de duas horas em algo que nao seja sexo.

NINFOMANIACA
Termo com o qual um homem define uma mulher que deseja fazer sexo mais vezes que ele.

TRABALHO EM EQUIPA
Possibilidade de colocar a culpa nos outros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qui Jan 14, 2010 2:11 pm

Aprendendo a ser médico...

Numa faculdade de medicina, o professor diz:

Os médicos têm que aprender duas coisas importantes:

1º - A ter muita atenção!

2º - A não ter nojo de nada. Por isso, vamos fazer um teste.

Trouxeram um cadáver e o professor enfiou o dedo no ânus do morto, depois lambeu-o, e mandou todos fazerem o mesmo...

Todos se entreolharam, com cara de nojo, mas fizeram o mesmo.

Depois de todos lamberem o dedo, o professor disse:

Optimo! Nojo vocês não têm.

Agora só falta a atenção, porque eu enfiei um dedo e lambi o outro!...


Última edição por Anarca em Qua Jan 27, 2010 1:32 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
MOMENTO DE CULTURA...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
 Tópicos similares
-
» .Momento de reflexão .....Veja a hierarquia Jorge Couri no Brás
» Saudação com a Santa Paz de Deus ou santa paz do Senhor - quando e em que momento devemos negar??
» (Tiago 4:7) Se levante nesse momento e declare sua vida abençoada, cheia do poder de Deus
» ORE DEUS QUER TE OUVIR!!!
» NO MOMENTO, NO TCM!! Os Pioneiros 4 TEMPORADA! COMENTE AQUI

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A LIBERDADE É AMORAL :: E O VERBO SE FEZ PALAVRA...-
Ir para: