A LIBERDADE É AMORAL

Local de discussão livre sobre todos os temas sociais.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 MOMENTO DE CULTURA...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
AutorMensagem
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Ter Jul 27, 2010 1:39 pm

A ORIGEM DAS PALAVRAS - II

Embandeirar em arco
Significado: Manifestação efusiva de alegria.
Origem: Na Marinha, em dias de gala ou simplesmente festivos, os navios embandeiram em arco, isto é, içam pelas adriças ou cabos (vergueiros) de embandeiramento galhardetes, bandeiras e cometas quase até ao topo dos mastros, indo um dos seus extremos para a proa e outro para a popa. Assim são assinalados esses dias de regozijo ou se saúdam outros barcos que se manifestam da mesma forma.

Cair da tripeça
Significado: Qualquer coisa que, dada a sua velhice, se desconjunta facilmente.
Origem: A tripeça é um banco de madeira de três pés, muito usado na província, sobretudo junto às lareiras. Uma pessoa de avançada idade aí sentada, com o calor do fogo, facilmente adormece e tomba.

Fazer tábua rasa
Significado: Esquecer completamente um assunto para recomeçar em novas bases.
Origem: A tabula rasa, no latim, correspondia a uma tabuinha de cera onde nada estava escrito. A expressão foi tirada, pelos empiristas, de Aristóteles, para assim chamarem ao estado do espírito que, antes de qualquer experiência, estaria, em sua opinião, completamente vazio. Também John Locke (1632 1704), pensador inglês, em oposição a Leibniz e Descartes, partidários do inatísmo, afirmava que o homem não tem nem ideias nem princípios inatos, mas sim que os extrai da vida, da experiência. «Ao começo», dizia Locke, «a nossa alma é como uma tábua rasa, limpa de qualquer letra e sem ideia nenhuma. Tabula rasa in qua nihil scriptum. Como adquire, então, as ideias? Muito simplesmente pela experiência.»

Ave de mau agouro
Significado: Diz-se de pessoa portadora de más notícias ou que, com a sua presença, anuncia desgraças.
Origem: O conhecimento do futuro é uma das preocupações inerentes ao ser humano. Quase tudo servia para, de maneiras diversas, se tentar obter esse conhecimento. As aves eram um dos recursos que se utilizava. Para se saberem os bons ou maus auspícios (avis spicium) consultavam-se as aves. No tempo dos áugures romanos, a predição dos bons ou maus acontecimentos era feita através da leitura do seu voo, canto ou entranhas. Os pássaros que mais atentamente eram seguidos no seu voo, ouvidos nos seus cantos e aos quais se analisavam as vísceras eram a águia, o abutre, o milhafre, a coruja, o corvo e a gralha. Ainda hoje perdura, popularmente, a conotação funesta com qualquer destas aves.

Verdade de La Palisse
Significado: Uma verdade de La Palice (ou lapalissada / lapaliçada) é evidência tão grande, que se torna ridícula.
Origem: O guerreiro francês Jacques de Chabannes, senhor de La Palice (1470-1525), nada fez para denominar hoje um truísmo. Fama tão negativa e multissecular deve-se a um erro de interpretação.
Na sua época, este chefe militar celebrizou-se pela vitória em várias campanhas. Até que, na batalha de Pavia, foi morto em pleno combate. E os soldados que ele comandava, impressionados pela sua valentia, compuseram em sua honra uma canção com versos ingénuos:
"O Senhor de La Palice / Morreu em frente a Pavia; / Momentos antes da sua morte, / Podem crer, inda vivia."
O autor queria dizer que Jacques de Chabannes pelejara até ao fim, isto é, "momentos antes da sua morte", ainda lutava. Mas saiu-lhe um truísmo, uma evidência.
Segundo a enciclopédia Lello, alguns historiadores consideram esta versão apócrifa. Só no século XVIII se atribuiu a La Palice um estribilho que lhe não dizia respeito. Portanto, fosse qual fosse o intuito dos versos, Jacques de Chabannes não teve culpa.
Nota: Em Portugal, empregam-se as duas grafias: La Palice ou La Palisse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Jul 28, 2010 4:31 pm

O que é o Casamento?...

Acto religioso mediante o qual se cria mais um Cristo e se extingue uma virgem.

Única sentença de prisão perpétua que pode ser cancelada por mau comportamento.

Situação em que nenhuma mulher tem o que esperava e nenhum homem espera o que tem.

Matematicamente: soma de afecto, subtracção de liberdade, multiplicação de responsabilidades e divisão de bens.

Acto considerado a principal causa de divórcio.

Um processo químico através do qual uma laranja se transforma em um limão.

Um catalisador da engorda.

A única guerra onde se dorme com o inimigo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sex Jul 30, 2010 4:22 pm

Dicionário Inglês/Madeirense...

CAN'T
Significa que não está frio
Exemplo: O café está can't.

CAN
Usado por quem sofre de amnésia
Exemplo: Can sou eu?

TO SEE
Onomatopeia que representa tosse
Exemplo: Eu nunca to see tanto na vida.

CREAM
Significa roubar, matar
Exemplo: Ele cometeu um cream.

DARK
Significa generosidade,dar
Exemplo: É melhor dark receber.

ICE
Expressão de desejo
Exemplo: Ice ela me beijasse!

MAY GO
Pessoa dócil, afável
Exemplo: Ele é muito may go!

MONDAY
Vocábulo usado para ordenar
Exemplo: Ontem monday lavar o carro.

MUST GO
Significa mastigar
Exemplo: Ele colocou a pastilha na boca e must go.

NEW
Sem roupa
Exemplo: ele saíu de casa new.

PART
Lugar para onde mandamos as pessoas
Exemplo: Vá para o raio que o part!

PACKER
Prefixo que indica bastante
Exemplo: Eu gosto dela packer-amba!

PAINT
Artefacto para pentear o cabelo
Exemplo: Empresta-me o paint !

RIVER
Pior que feio
Exemplo: Ele é o river.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Ter Ago 03, 2010 11:41 pm

173. – Besta, estupido, idiota.

São termos injuriosos pelos quais se demonstra a falta de entendimento, mas cada um d´elles com a sua particularidade.

Diz-se que um homem é um (sic) besta para significar que não tem intelligencia, penetração nem discernimento;

que é um idiota, par indicar que é incapaz de combinar as idéas que lhe excitão seus sentidos;

e que é estupido, para manifestar que carece de todo sentimento.

– O homem besta nada comprehende; o idiota nada concebe; ao estupido nada commove.

ROQUETE, J.I., O.F.M. (1885) Diccionario dos synonymos poéticos e de epithetos da língua portuguesa.
Paris: Guillard, Aillaud. Pág. 125-126
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Seg Ago 09, 2010 3:01 pm

MOSTRE A SUA CULTURA EM BAPTIZADOS, CASAMENTOS E FUNERAIS - I

"Princípio de Arquimedes:
Todo o corpo sólido mergulhado na água, ou noutro fluido qualquer, sofre uma impulsão vertical de baixo para cima, igual ao peso da água ou do fluido deslocado pelo corpo"

"Epiciclóide é a curva gerada por um ponto fixo de uma circunferência que gira, sem deslizar, em volta de outra cujo raio é um múltiplo inteiro da primeira"

"A língua é o orgão sexual que os antigos usavam para falar"

"O vitríolo e uma designação química antiga para alguns sulfatos hidratados de metais pesados que o calor decompõe com libertação de anidrido sulfúrico. É uma designação do Ácido sulfúrico, também chamado óleo de vitríolo. O vitríolo amoniacal designa o sulfato de amónio; o vitríolo branco designa o sulfato de zinco; o vitríolo verde designa o sulfato de ferro"

"Os frutos do Nopal (cacto) chamam-se tunas, tabaibos ou figos-de-piteira. Deles, faz-se o mel de tuna (xarope) e o colonche (bebida alcoólica). Pode fazer-se farinha das sementes de tuna e as flores e caules podem usar-se como legumes na alimentação"

"O Tocomático é um mono ou manequim que possibilita aos estudantes de medicina o estudo do mecanismo e movimentos do parto e a prática de operações obstétricas, etc
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Seg Ago 09, 2010 5:04 pm

A VERMELHINHA...

A vermelhinha é um jogo de cartas, da mais pura batota, e que ainda se vê, um pouco à socapa, por feiras e romarias, onde se depenam os incautos.

Consiste em escolher uma dama de um naipe vermelho - daí o nome Vermelhinha - entre duas outras cartas de naipe preto.

O jogador, batoteiro, mostra previamente onde esta a dama e, depois de manipular as cartas com grande velocidade, convida a vítima a tentar descobri-la...

Para servir de isco há sempre um cúmplice.

Este joga e acerta quase sempre e até nos “ajuda” quando o batoteiro finge uma pequena distracção...

Indica-nos onde devemos apostar, chamando-nos a atenção para o facto da dama estar marcada com uma pequena dobra num dos cantos...

Ganhamos a primeira vez, o que leva os incautos a apostar mais forte de seguida...

E a perder, claro...

PS: A nova versão da vermelhinha já é com o NIB...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Seg Ago 16, 2010 5:42 pm

O Novo Dicionário de Língua Portuguesa - I

Alevantar
O acto de levantar com convicção, com o ar de "a mim ninguém me come por parvo!... alevantei-me e fui-me embora!".

Assentar
O acto de sentar, só que com muita força, como fosse um tijolo a cair no cimento.

Capom
Porta de motor de carros que quando se fecha faz POM!

Destrocar
Trocar várias vezes a mesma nota até ficarmos com a mesma.

Deus
Treinador de todos os jogadores brasileiros de futebol que nunca se esquecem de lhe agradecer nos finais dos jogos...

Disvorciada
Mulher que se diz por aí que se vai divorciar.

É assim
Talvez a maior evolução da língua portuguesa. Termo que não quer dizer nada e não serve para nada. Deve ser colocado no início de qualquer frase.

Entropeçar
Tropeçar duas vezes seguidas.

Eros
Moeda alternativa ao Euro, adoptada por alguns portugueses.

Exensar
Termo que, para ser bem utilizado, tem que ser dito rapidamente para que algumas pessoas percebam que se quer dizer "deves pensar".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Seg Ago 16, 2010 11:17 pm

MOSTRE A SUA CULTURA EM BAPTIZADOS, CASAMENTOS E FUNERAIS - II

"A Limnologia é o estudo das relações funcionais e da produtividade das comunidades de água doce e do efeito nelas causado pelo seu ambiente físico, químico e biológico"

"A sistemática é o estudo científico das formas de organismos, sua diversidade e toda e qualquer relação entre eles"

"Uma barbacã não significa apenas a fortificação avançada, mas também o orifício em muros de arrímo que serve para escoar as águas pluviais infiltradas"

"Zonas húmidas são extensões de águas salgadas, salobras ou doces, que incluem águas litorais até 6 metros de profundidade em baixa-mar, estuário, lagunas, rios, lagoas, lagos rios, ribeiros, riachos, pauis, charcos ou turfeiras"

"Um sistema autónomo de esgotos consiste na drenagem e tratamento de esgotos, de utilização colectiva, através de fossas sépticas ou decantadores/digestores pré-fabricados com poços absorventes, valas drenantes simples ou valas drenantes com recolha inferior e condução a poço absorvente ou fossas estanques, aprovados pelas entidades competentes"

"O sushi é a especialidade culinária japonesa mais famosa e é, originariamente, peixe limpo e cru prensado e fermentado entre camadas de sal (quando feito com Carpa chama-se narezushi). O nigiri-sushi consiste num pouco de marisco ou peixe e arroz temperado, tranformados em pacotes comestíveis e decorativos. O sashimi consiste em peixe fresco finamente cortado e servido cru com wasabi (rábano bastardo), molho de soja e gengibre. Acompanham-se com saké e chá, ou qualquer outra bebida"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Ter Ago 17, 2010 6:52 pm

O Novo Dicionário de Língua Portuguesa - II

Falastes, dissestes e afins
Articulação na 4ª pessoa do singular. Ex.: EU falei, TU falaste, ELE falou, TU FALASTES.

Fracturação
O resultado da soma do consumo de clientes em qualquer casa comercial. Casa que não fractura não predura.

A forma mais prática de articular a palavra MEU e dar um ar afro à língua portuguesa, como "bué" ou "maning". Ex.: Mô tio.

Nha
Assim como Mô, é a forma mais prática de articular a palavra MINHA. Para quê perder tempo, não é? Fica sempre bem dizer "Mô tio" e "Nha mãe" e é uma poupança extraordinária.

Númaro
Já está na Assembleia da República uma proposta de lei para se deixar de utilizar a palavra NÚMERO, a qual está em claro desuso. Por mim, acho um bom númaro!

Parteleira
Local ideal para guardar os livros de português do tempo da escola.

Perssunal
O contrário de amador. Muito utilizado por jogadores de futebol. Ex.: "Sou perssunal de futebol". Dica: deve ser articulada de forma rápida.

Pitaxio
Aperitivo da classe do "mendoim".

Prontus
Usar o mais possível. É só dar vontade e podemos sempre soltar um "prontus"! Fica sempre bem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Ago 18, 2010 5:41 pm

O Novo Dicionário de Língua Portuguesa - III

Prutugal
País ao lado da Espanha. Não é a Francia.

Rondana
Uma roldana que ronda à volta de si mesma.

Quaise

Também é uma palavra muito apreciada pelos nosso pseudo-intelectuais. Ainda não percebi muito bem o quer dizer, mas o problema deve ser meu.

Shampum
Líquido para lavar o cabelo que quando cai na banheira faz PUM.

Stander de vendas
Local de venda. A forma mais famosa é, sem dúvida, o "stander de automóveis".

Tçou, Tçi e afins
Inicialmente usado por músicos da zona da baía de Cascais, rapidamente se estendeu a outros tipos de utilizadores.Atender o telefone e dizer "tçou" é uma experiência aconselhável a qualquer um com ligações familiares à cantora Ágata.

Tipo
Juntamente com o "É assim", faz parte das grandes evoluções da língua portuguesa. Também sem querer dizer nada e não servir para nada, pode ser usado quando se quiser, porque nunca está errado, nem certo. É assim... tipo tás a ver?

Treuze
Palavras para quê? Todos nós conhecemos o numaro treuze.

Vosso mail
Se alguém não atende o telemóvel obviamente que vai para o vosso mail...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qui Ago 19, 2010 10:34 pm

MOSTRE A SUA CULTURA EM BAPTIZADOS, CASAMENTOS E FUNERAIS - III

"A hipercomplexidade não pode ser optimizada, mas talvez esteja subdesenvolvida e talvez possa ser desenvolvida"

"A Lâmia é um monstro feminino que devora crianças"

"A Boceta é uma pequena caixa redonda, oval ou oblonga, feita de papel, papelão, madeira, etc"

"A Boga á um peixe osteíctio comestível da família dos Ciprinídeos que vive nos rios do centro e sul da Europa"

"Na região de Leiria há cerca de 400 mil porcos que produzem dejectos equivalentes aos gerados por 1,2 milhões de pessoas"

"A Pleurodinia é uma doença infecto-contagiosa de origem vírica caracterizada por uma dor intensa no tórax"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Seg Ago 23, 2010 12:47 pm

DICIONÁRIO PARA TIAS - I

O que as Tias NUNCA devem dizer vs O QUE SE DEVE DIZER:

- O meu pai
- O pai

- A minha mãe
- A mãe

- As crianças, os meus filhos, etc.
- Os piquenos

- Gorda
- Lontra

- Feia
- Monstra

- Pior que feia
- Medonha

- Mala
- Carteira

- Calças de ganga
- Jeans

- Sem classe
- Pindérico

- Piroso
- Possidónio (Psssidónio)

- Saloia
- Rústica

- Inteligente
- Esperto (espêrto)

- Não é isso, jamais, etc.
- De todo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Ter Ago 24, 2010 12:41 pm

DICIONÁRIO PARA TIAS - II

O que as Tias NUNCA devem dizer vs O QUE SE DEVE DIZER:

- Prenda
- Presente

- Roupa de marca
- Roupa griffe

- A empregada
- A criada

- Chauffeur
- Motorista

- Lareira
- Salamandra

- Esposa
- Mulher

- Esposo
- Marido

- Divertimento
- Caturreira

- Divertido
- Caturra

- Muito
- Imenso

- Automóvel
- Carro

- Fui com o carro à oficina
- O meu motorista levou o carro à revisão (dando a entender que o carro é novo, obviamente)

- Conduzir
- Guiar
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Ago 25, 2010 4:42 pm

DICIONÁRIO PARA TIAS - III

O que as Tias NUNCA devem dizer vs O QUE SE DEVE DIZER:

- Não sei, não faço ideia, etc.
- Sei lá

- O meu marido anda com uma galdéria
- O Bernardo anda com uma pindérica (atenção: deve sempre dizer o nome dele)

- O meu marido teve toda a noite na net a ver sites pornográficos.
- O Bernardo esteve toda a noite a fazer um relatório no computador

- Futebol
- Aquele desporto dos piquenos giríssimos a correr atrás da bola

- Dói-me a cabeça
- Tou com uma enxaquêca terrível

- Santinho (quando alguém espirra)
- Não dizer NADA !! (é regra de ouro não dizer nada quando alguém espirra)

- Ganda Pinta
- Que máximo!

- Bonito
- Giro

- Falecer
- Morrer

- Funeral
- Enterro

- Rádio
- Tefonia

- Televisor
- Télévisão (carregar nos és)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qui Ago 26, 2010 6:34 pm

DICIONÁRIO PARA TIAS - IV

O que as Tias NUNCA devem dizer vs O QUE SE DEVE DIZER:

- Foto
- Retrato

- Depois ligas-me?
- Tufona-me mais tarde? (com "U" e não com "ÉLE")

- Estou farto(a) disto
- Tou que não posso

- Salário, ordenado, juros, etc.
- SEM TRADUÇÃO...é de mau tom falar em dinheiros! (Assunto Tabu! É imediatamente escorraçado do Jet7!)

- Quanto Custa ?
- SEM TRADUÇÃO... no Jet7 compra-se e pronto (ou fica-se a dever, como muitas)

- Fui ao banco
- Estive a tratar de uns assuntos

- Que vestido tão caro!
- Que vestido medonho! (Em vez de caro, diz-se que é feio)

- Vou aos Saldos
- Vou fazer compras

- Comprei esta camisola na feira de Carcavelos a uma cigana que vende imitações do Jean Paul Gautier
- Trouxe esta "tigresse" de Jean Paul Gautier de Paris

- O gajo da loja fez-me um desconto
- O piqueno da loja foi um querido

- Este perfume está em promoção
- Este perfume é óptimo!

- Aquele gajo é bom com'ó milho
- Que piqueno giríssimo!

- Leste aquela notícia do Correio da Manhã?
- Leu aquele artigo do Expresso?

- Caixote do lixo
- Cesto dos papéis

- E-mail
- É-mail (carregar no "É")

- Tchau
- Adeus
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sex Ago 27, 2010 5:03 pm

A ORIGEM DAS PALAVRAS - III

Ter ouvidos de tísico
Significado: Ouvir muito bem.
Origem: Antes da II Guerra Mundial (l939 a l945), muitos jovens sofriam de uma doença denominada tísica, que corresponde à tuberculose. A forma mais mortífera era a tuberculose pulmonar.
Com o aparecimento dos antibióticos durante a II Guerra Mundial, foi possível combater este doença com muito maior êxito.
As pessoas que sofrem de tuberculose pulmonar tornam-se muito sensíveis, incluindo uma notável capacidade auditiva. A expressão « ter ouvidos de tísico» significa, portanto, «ouvir tão bem como aqueles que sofrem de tuberculose pulmonar».

Comer muito queijo
Significado: Ser esquecido; ter má memória.
Origem: A origem desta expressão portuguesa pode explicar-se pela relação de causalidade que, em séculos anteriores, era estabelecida entre a ingestão de lacticínios e a diminuição de certas faculdades intelectuais, especificamente a memória.
A comprovar a existência desta crença existe o excerto da obra do padre Manuel Bernardes "Nova Floresta", relativo aos procedimentos a observar para manter e exercitar a memória: «Há também memória artificial da qual uma parte consiste na abstinência de comeres nocivos a esta faculdade, como são lacticínios, carnes salgadas, frutas verdes, e vinho sem muita moderação: e também o demasiado uso do tabaco».
Sabe-se hoje, através dos conhecimentos provenientes dos estudos sobre memória e nutrição, que o leite e o queijo são fornecedores privilegiados de cálcio e de fósforo, elementos importantes para o trabalho cerebral. Apesar do contributo da ciência para desmistificar uma antiga crença popular, a ideia do queijo como alimento nocivo à memória ficou cristalizada na expressão fixa « comer (muito) queijo».

Acordo leonino
Significado: Um «acordo leonino» é aquele em que um dos contratantes aceita condições desvantajosas em relação a outro contratante que fica em grande vantagem.
Origem: «Acordo leonino» é, pois, uma expressão retórica sugerida nomeadamente pelas fábulas em que o leão se revela como todo-poderoso.

Que massada!
Significado: Exclamação usada para referir uma tragédia ou contra-tempo.
Origem: É uma alusão à fortaleza de Massada na região do Mar Morto, Israel, reduto de Zelotes, onde permaneceram anos resistindo às forças romanas após a destruição do Templo em 70 d.C., culminando com um suicídio colectivo para não se renderem, de acordo com relato do historiador Flávio Josefo.

Passar a mão pela cabeça
Significado: perdoar ou acobertar erro cometido por algum protegido.
Origem: Costume judaico de abençoar cristãos-novos, passando a mão pela cabeça e descendo pela face, enquanto se pronunciava a bênção.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Ter Set 21, 2010 1:03 pm

Questões para QI's elevados...

- Qual a língua que os presos falam nas prisões portuguesas?
Português corrente!

- Como se chama um grego que conduz um carro italiano e está apaixonado pela Julieta?
Alfa Romeo!

- Qual é a região do mundo com mais minério?
Minas Gerais!

- Que tipo de música ouvem os pratos que estão a ser lavados?
Super pop!

- Como se chama um homosexual marroquino?
Alcoentre!

- Qual é a peça de vestuário que controla tudo e todos?
O sobretudo!

- Como se chama a mulher que nunca se afoga e sempre que pode aparece nos telhados?
A Clarabóia!

- Como se chama o neto mais esperto dum marroquino?
Alfinete!

- Qual é a máquina que se usa nos hospitais para aliviar as dores dos doentes?
O aspirador!

- Como se chama o mobiliário que pode arquivar acontecimentos brasileiros?
O guarda-fatos!

- Que tipo de sapatos pode ser usado para jogar vídeo-jogos?
Os sapatos com sola!

- Quais são os animais que têm mais lata?
Os cães!

- Como se chama o acto eleitoral dos homossexuais?
Gaivota!

- Que parte das janelas é um obstáculo às glândulas das mulheres?
O parapeito!

PS: Quantas não entendeu?...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sex Set 24, 2010 8:14 pm

A palavra mais versátil da língua portuguesa...

Chega-se à conclusão que deve ser a palavra mais versátil da língua portuguesa! O uso do vocábulo MERDA é uma questão de educação.
Ninguém pode negar que o utilizamos para múltiplas circunstâncias, relacionadas com muitíssimas coisas.

Orientação geográfica:
- Vai à merda!

Adjectivo qualificativo:
- Tu és uma merda!

Momento de cepticismo:
- Não acredito nesta merda!

Desejo de vingança:
- Vou fazer-te em merda!

Acidente:
- Já fizeste merda!

Efeito visual:
- Não se vê merda nenhuma!

Sensação olfactiva:
- Cheira a merda...

Dúvida na despedida:
- Por que não vais à merda?

Especulação de conhecimento
- Que merda será isto?

Momento de surpresa:
- Merda?

Sensação degustativa:
- Isto sabe a merda!

Desejo de ânimo:
- Rápido com essa merda!

Situação de desordem:
- Isto está uma merda!

Rejeição, despeito:
- O que é que esse merdas pensa?

Para descobrir o paradeiro de qualquer coisa:
- Não sei onde foi parar aquela merda...

Interjeição comum:
- Que merda!

Crise das 17h30:
- Vou-me embora desta merda!

Futebol:
- Esta merda parece o F.C. Porto!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Seg Set 27, 2010 12:26 pm

Os tomates...

A história dos tomates começa no México, sobre um terreno comprado por uma companhia americana. As sementes são híbridas, criadas graças aos subsídios pagos pelos contribuintes americanos, para apoiar a investigação.

A terra em questão foi previamente sulfatada com metil-brometo, 120 vezes mais destruidor da camada de ozono que o CFC-111, e depois foi tratada com pesticidas, distribuídos pela Monsanto, um dos maiores poluidores do Estados Unidos, e não só.

Os resíduos da produção destes pesticidas são transportados, por barco, para a maior lixeira tóxica do mundo em Emelle, no Alabama, onde a maior parte da população vive na pobreza.

Os trabalhadores mexicanos não usam luvas de protecção nem mascaras, que os protejam dos pesticidas, como mandam as normas de segurança. Ganham dois dólares e meio por dia, sem qualquer direito à segurança social.

Depois de colhidos, os tomates são embalados em plástico, sobre pequenos tabuleiros de plástico, e depois em embalagens de cartão.

Estas embalagens foram fabricadas por uma companhia do Texas, cujos trabalhadores estão expostos a riscos crescentes de cancro e enfraquecimento do sistema imunitário, devido à exposição a fortes doses de dioxinas.

As fibras de cartão provêm de velhas árvores, com mais de 300 anos, da Colômbia Britânica, no Canadá.

O cartão é fabricado na região dos Grandes Lagos, cujo peixe os habitantes locais são desaconselhados de consumir, pois estão também poluídos com as dioxinas. O cartão segue depois, por via marítima, para o México.

Uma vez dentro das caixas de cartão, os tomates, avermelhados à base de éter, insípidos e sem valor nutritivo, são expedidos em camiões frigoríficos para o Canadá.

Estes camiões estão equipados com sistemas de refrigeração à base de CFC, produzido pela Du Pont.

Chegados ao destino, as embalagens de plástico vão para o lixo, que é recolhido e enviado para os Estados Unidos, onde é queimado numa incineradora em Detroit.

São precisos combustíveis para assegurar todas estas viagens, que contribuem para o aquecimento do clima.

O petróleo é extraído no Golfo Campeche no México ou nos campos do Texas (quando não vem do Iraque) e enviado para as refinarias da costa dos Estados Unidos, que são, só por si, responsáveis pela morte ecológica da região.

O petróleo refinado é depois redistribuído aos fabricantes de plástico, de pesticidas, de embalagens e de veículos, que tornam possível o transporte dos famosos tomates a cerca de 3 mil quilómetros de distância.

A sua salada de tomate está pronta. Bom apetite!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Set 29, 2010 1:13 pm

A Educação em Portugal:

1. Ensino da matemática em 1950:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por €100,00.
O custo de produção desse carro de lenha é igual a 4/5 do preço de venda.
Qual é o lucro?

2. Ensino de matemática em 1970:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por €100,00.
O custo de produção desse carro de lenha é igual a 4/5 do preço de venda ou €80,00.
Qual é o lucro?

3. Ensino de matemática em 1980:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por €100,00.
O custo de produção desse carro de lenha é € 80,00.
Qual é o lucro?

4. Ensino de matemática em 1990:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por € 100,00.
O custo de produção desse carro de lenha é €80,00.
Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
( )€ 20,00 ( )€40,00 ( )€60,00 ( )€80,00 ( )€100,00

5. Ensino de matemática em 2000:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por € 100,00.
O custo de produção desse carro de lenha é € 80,00.
O lucro é de € 20,00.
Está certo?
( )SIM ( )NÃO

6. Ensino de matemática em 2008:
Um cortador de lenha vende um carro de lenha por €100,00.
O custo de produção é € 80,00.
Se você souber ler coloque um X no € 20,00.
( )€ 20,00 ( )€40,00 ( )€60,00 ( )€80,00 ( )€100,00
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sex Out 01, 2010 3:16 pm

Jean-Paul Marat (1743/1793)

O homem que denunciava à justiça popular "todos os nomes que lhe ditavam", com moradas e tudo, para que "fossem degolados sem terem que ser procurados" e que confessou ter, "na sua precipitação", confundido uma vez La Salle com o marquês de Sade, esse homem, Marat, era capaz de dizer, segundo Michelet, estas palavras espantosas sobre si próprio:

"Creio ter esgotado todas as combinações do espírito humano sobre a moral, a filosofia e a política."

Michelet diz que a sua jovem cabeça fora esquentada pela educação dos pais que pretenderam, a todo o custo, fazer dele um grande homem, um Jean-Jacques.

E o historiador remata dizendo que, em vez disso, fizeram dele o "macaco de Rousseau".

Foi um desses terríveis momentos da história em que toda a sociedade se tornou uma sociedade policial, e cada patriota um delator.


PS - Não notam nenhumas coincidências com a actualidade nacional?...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Out 06, 2010 3:57 pm

MOSTRE A SUA CULTURA EM BAPTIZADOS, CASAMENTOS E FUNERAIS - IV

"As estratágias de estudo estão intimamente ligadas à aprendizagem e reflectem a diversidade e a natureza interdisciplinar das estratégias cognitivas necessárias à aprendizagem autónoma"

"A insulina é uma hormona hipoglicemizante segregada pelo pâncreas"

"O Escafóide situa-se no lado interno do Tarso, à frente do Astrágalo e por trás dos Cuneiformes"

Os espinhos opárculos e os raios da dorsal do Trachinus vipera inoculam um veneno que provoca dores enormes"

"As Rhodymeniales são Florídeas tetrasporofíticas em que a célula auxiliar é uma célula especial do procarpo, diferenciada antes da fecundação"

"As escleroproteínas apresentam um tipo de conformação distendido ou estrutura em folha plissada"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Ter Out 12, 2010 12:52 pm

MARCAS FAMOSAS - IV

Guinnes: Livro dos Recordes
Em 1954, durante uma caçada na Irlanda, Hugh Beaver, concluíu que não tinha caçado codornizes porque os pássaros eram rápidos demais. Naquela noite, disse aos seus amigos que aquela era a "ave de caça mais rápida que temos". Mas não se chegou a um consenso e também não havia nenhuma enciclopédia com a resposta. Hugh, então director-executivo da Arthur Guinness, Son and Company, fabricante da cerveja Guinness, pensou num livro que tivesse todos os tipos de recordes. A tarefa parecia grande demais, até que apareceram os gêmeos Norris e Ross McWhirter, jornalistas devoradores de trivialidades que colecionavam uma imensidão de factos e números. Quatro meses após uma conversa com Hugh, os McWhirter tinham compilado e publicado o primeiro Guiness, então com 198 páginas. Quatro meses depois, era o número 1 na lista dos livros de não-ficção mais vendidos em Inglaterra.

Nestlé
Em 1867, Henri Nestlé, um químico alemão que morava em Vevey, na Suíça, descobriu um mercado emergente: o dos alimentos infantis. Começou a fabricar uma farinha nutritiva para crianças, à base de cereais e leite: a Farinha Láctea Nestlé. O nome Nestlé, em alemão, significa "pequeno ninho". E foi justamente esse o símbolo da empresa, porque traduz o carinho da mãe para com os filhos. A Nestlé, é a maior indústria alimentícia do mundo.

Fanta
Em 1941, durante a Segunda Guerra Mundial, quando a fábrica alemã da Coca-Cola deixou de receber o xarope usado no preparo do refrigerante, os donos da fábrica tiveram de ir à procura de novos ingredientes e inventaram a Fanta. O nome, escolhido pelos empregados da empresa, foi tirado da palavra fantástica, que é parecida em muitas línguas. Entre 1945 e 1955, a marca Fanta foi usada apenas para não perder o registo. Só foi ressuscitada de verdade, para o lançamento de um refrigerante de laranja criado pela Coca-Cola italiana em Abril de 1955. Fez sucesso e foi conquistando o Mundo, chegando aos Estados Unidos em 1959.

Donuts
Em 1946, os donuts do americano William Rosenberg faziam tanto sucesso que o horário do lanche das indústrias da região da Nova Inglaterra passou a ser ajustado ao seu itinerário. Para facilitar o consumo, o donut vinha envolto no açúcar e o café simples, sem açúcar, era servido numa caneca. Todos os clientes mergulhavam o doce no café antes de saboreá-lo. Os clientes satisfeitos insistiram para que ele abrisse uma loja e assim formou-se a grande rede. As rosquinhas foram criadas no século XVI por padeiros holandeses, mas ainda não tinham o tradicional furo no meio. Isso só apareceu em 1847, criado pelo marinheiro americano Hanson Gregory. Essa criação valeu-lhe uma placa de bronze na sua cidade natal, Rockport.

Danone
Em 1919, o espanhol Isaac Carasso começou fabricar iogurte com leite fresco num pequeno galpão depois de ouvir falar dos benefícios do alimento. Batizou-o de Danone, as primeiras letras do nome do filho, Daniel, unidas à palavra inglesa one, pois o menino era o primogênito. O negócio prosperou por Espanha e, em 1932, Daniel Carasso montou uma fábrica em França. Daniel era judeu, e, quando estourou a Segunda Guerra Mundial, foi obrigado a exilar-se nos Estados Unidos. Lá fundou a Dannon Companny. Nesse período, as fábricas francesa e espanhola tinham ficado com pessoas de confiança e, quando Daniel voltou à Europa, em 1952, reassumiu o controlo.

Playboy
Em 1953, aos 27 anos, o americano Hugh Hefner era diretor de circulação da revista Children's Activities. Ele acreditava que havia mercado para uma revista de jovens adultos, mas as publicações masculinas eram sobre caçadas, armas, carros, etc., e ignoravam os assunto que mais preocupava os homens: mulheres. Por 500 dólares, comprou os direitos de fotos que Marilyn Monroe tirou para um calendário no início de carreira, emprestou dinheiro com amigos e parentes e criou uma revista. O nome seria Stag Party (em português, farra) e o símbolo, um veado fumando à espera de uma companhia feminina. Na véspera do lançamento, porém, Hefner descobriu que havia uma publicação com esse nome. Pensou em vários outros - Top Hat, Bachelor, Gentlemen - até que um amigo sugeriu Playboy, nome de uma fábrica de carros falida. E Hefner encomendou ao desenhista Arthur Paul uma nova mascote. O coelho foi adaptado e hoje é uma marca mundialmente conhecida. Em outubro de 1953, dos 69.500 exemplares do primeiro número, 54.175 foram vendidos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Out 13, 2010 2:14 pm

O BIOLÓGICO E O NORMATIVO...

A questão para a qual deve tender a nossa discussão equivale a examinar em que medida podemos enraizar o normativo na evolução biológica e na história cultural da humanidade...

Poderemos elaborar uma "nova ética" que, como Darwin, propõe que as normas morais elaboradas pelo homem, e que se propagam pelas sociedade humanas, prolongam, alargam por meio da aprendizagem os "instintos sociais" de simpatia que têm origem na evolução das espécies?

(Jean-Pierre Changeux)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca

avatar

Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qui Out 14, 2010 12:47 pm

LIÇÕES DE FILOSOFIA ZEN...

O aluno diz que não tem medo...

O mestre não só diz que não tem medo como afirma categoricamente também que não tem medo de ter medo...

A primeira afirmação provém de uma mente que está fechada sobre si própria, uma mente presa a preconceitos e a pontos de vista pré-definidos - uma mente a 180º...

A segunda frase tem origem numa mente livre, etérea, não restrita - uma mente a 360º - capaz de não ter preconceitos nem sequer o preconceito de que não devem existir preconceitos...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
MOMENTO DE CULTURA...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 8 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
 Tópicos similares
-
» .Momento de reflexão .....Veja a hierarquia Jorge Couri no Brás
» Saudação com a Santa Paz de Deus ou santa paz do Senhor - quando e em que momento devemos negar??
» (Tiago 4:7) Se levante nesse momento e declare sua vida abençoada, cheia do poder de Deus
» ORE DEUS QUER TE OUVIR!!!
» NO MOMENTO, NO TCM!! Os Pioneiros 4 TEMPORADA! COMENTE AQUI

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A LIBERDADE É AMORAL :: E O VERBO SE FEZ PALAVRA...-
Ir para: