A LIBERDADE É AMORAL

Local de discussão livre sobre todos os temas sociais.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 MOMENTO DE CULTURA...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
AutorMensagem
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sab Mar 13, 2010 9:42 pm

Um executivo em férias...

Um alto executivo stressado foi ao psiquiatra e relatou-lhe o seu caso. O psiquiatra, experiente, logo diagnosticou: "O Senhor precisa de se afastar por duas semanas da sua atividade profissional. O conveniente é que vá para o interior, isole-se do dia-a-dia e procure algumas actividades que o relaxem".

Então o nosso executivo procurou seguir as orientações...

Munido de vários livros, CD's e laptop, mas sem o telemóvel, partiu para a quinta de um amigo. Passados os dois primeiros dias, o nosso executivo já tinha lido dois livros e ouvido quase todos os CD's, mas continuava inquieto. Pensou então que alguma actividade física seria um bom antídoto para a ansiedade que ainda o dominava. Chamou o administrador da quinta e pediu para fazer algo...

O administrador ficou pensativo e viu uma montanha de esterco que tinha acabado de chegar. Então disse ao nosso executivo: "O Senhor pode ir espalhando aquele esterco em toda aquela área que será preparada para o cultivo". O administrador pensou consigo: "Ele deverá precisar de uma semana para esta tarefa". Engano o seu. No dia seguinte o nosso executivo já tinha distribuído o esterco por toda a área.

O administrador deu-lhe então a seguinte tarefa, abater 500 galinhas cortando as cabeças com uma faca. Esta foi fácil em menos de 3 horas já estavam todas prontas para serem depenadas e pediu logo uma nova tarefa. O administrador então disse-lhe: "Estamos a iniciar a colheita de laranjas. O Senhor vá ao laranjal leve três cestos para distribuir as laranjas por tamanho. Pequenas, médias, e grandes".

No fim daquele primeiro dia o nosso executivo não voltou. Preocupado, o administrador dirigiu-se ao laranjal, e viu o nosso executivo com uma laranja na mão, os cestos totalmente vazios, e a falar sozinho:
- "Esta é grande. Não, é média. Ou será pequena?"
- "Esta é pequena. Não, é grande. Ou será média?"
- "Esta é média. Não, é pequena. Ou será grande?"

Moral da história:

Espalhar merda e cortar cabeças é fácil. O difícil é tomar decisões!...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Dom Mar 14, 2010 8:39 pm

A relatividade do Sexo na vírgula

Segundo a “comunidade científica de pesquisa e investigação literária”, a vírgula é distribuída na frase consoante o sexo de quem escreve.

Exemplo:

"Se o homem soubesse o valor que tem a mulher andaria de rastos à sua procura."

HOMEM - "Se o homem soubesse o valor que tem, a mulher andaria de rastos à sua procura."

MULHER - "Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de rastos à sua procura."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Dom Mar 21, 2010 12:45 am

Michelin Portugal recomenda!

Porquê montar os pneus novos ou menos gastos atrás ?

Independentemente de que o seu carro seja de tracção dianteira, traseira, ou 4x4, recomendamos montar os pneus novos ou menos gastos no eixo traseiro, para que obtenha uma maior segurança em caso de situações imprevistas e difíceis (travagem de emergência, curva fechada...) sobretudo em solo molhado.

Numerosos testes demonstraram que é mais fácil controlar o eixo dianteiro do que o traseiro.

Os pneus dianteiros desgastam-se em geral mais depressa do que os traseiros, principalmente nos carros de tracção dianteira, que representam a maioria dos veículos actuais.

Pneus novos montados na frente :

- O comportamento do carro se modifica, porque o equilíbrio FR/TR será invertido.O condutor, habituado com um carro com menos aderênccia na frente, será surpreeendido.

- Numa estrada escorregadia, a traseira do veículo perderá a aderência antes da frente.O condutor não terá nenhuma possibilidade de controlar o eixo traseiro, e será tentado a reacelerar, o que amplificará o fenómeno de « peão ». Apenas um condutor muito experiente poderá sair desta situação perigosa...

Pneus novos montados atrás :

- O comportamento do veículo será similar ao que o condutor já conhecia antes da mudança de pneus, pois o equilíbrio de aderência será similar.

- A aderência do eixo traseiro será melhor, e o condutor poderá controlar e guiar o veículo sem problemas, desacelerando e girando o volante no sentido da curva.

Para limitar os riscos, a Michelin aconselha, que se montem os pneus novos ou menos gastos atrás, com o fim de se obter:

- melhor aderência em curvas
- uma maior segurança.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Seg Mar 22, 2010 11:07 pm

ENGENHEIRO vs CHEFE

Um homem está a conduzir o seu carro, quando a certa altura percebe que se perdeu. Dá conta de outro homem que passa por perto, encosta ao passeio e chama-o:

-Desculpe, pode dar-me uma ajuda? Prometi a um amigo encontrar-me com ele às 14h, estou meia hora atrasado e não sei onde me encontro...

-Claro que o posso ajudar. O senhor encontra-se num automóvel, entre os
38 e os 39 graus de latitude norte e os 9 e 10 graus de longitude oeste, são 14 horas, 23 minutos e 42 segundos, hoje é quarta-feira e estão 27 graus centígrados.

-O senhor é engenheiro?

-Exactamente! Como é que sabe?

-Porque tudo o que me disse está correcto do ponto de vista técnico, mas é inútil do ponto de vista prático. De facto, não sei o que fazer com a informação que me deu e continuo aqui perdido.
-Então o senhor deve ser um chefe, certo? - responde o engenheiro

-Na realidade sou mesmo. Mas... como percebeu?

-Muito fácil: não sabe nem onde se encontra, nem para onde ir; fez uma promessa que não faz a menor ideia de como vai cumprir e agora espera que outro qualquer lhe resolva o problema.
De facto, encontra-se exactamente na mesma situação em que estava antes de nos encontrarmos, mas agora, por um qualquer estranho motivo... a culpa acaba por ser minha!

Agora imaginem se além de Chefe é Engenheiro...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Ter Mar 23, 2010 2:17 pm

Exercício de Inglês:

Para principiantes:
Três bruxas olham para três relógios swatch. Qual bruxa olha para qual relógio swatch?
Em inglês:
Three witches watch three Swatch watches. Which witch watches which Swatch watch?

Agora para especialistas:
Três bruxas suecas e transsexuais olham para os botões de três relógios swatch suíços. Qual bruxa sueca transsexual olha para qual botão de qual relógio swatch suíço?
Em inglês:
Three Swedish switched witches watch three Swiss Swatch watch switches. Which Swedish switched witch watch which Swiss Swatch watch switch?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qui Mar 25, 2010 12:57 pm

DICIONÁRIO INGLÊS-MADEIRENSE-PORTUGUÊS
(Ler com sotaque Madeirense)

CAN'T
Significa que não está frio
Exemplo: O café está can't.

CAN
Usado por quem sofre de amnésia
Exemplo: Can sou eu ?

TO SEE
Onomatopeia que representa tosse
Exemplo: Eu nunca to see tanto na minha vida.

CREAM
Significa roubar, matar.
Exemplo: Ele cometeu um cream.

DARK
Significa generosidade, dar.
Exemplo: É melhor dark receber.

ICE
Expressão de desejo.
Exemplo: Ice ela me beijasse !

MAY GO
Pessoa dócil, afável.
Exemplo: Ele é muito may go !

MONDAY
Vocábulo usado para ordenar.
Exemplo: Ontem monday lavar o carro.

MUST GO
Significa mastigar
Exemplo: Ele colocou a pastilha na boca e must go

NEW
Sem roupa
Exemplo: Ele saíu de casa new.

PART
Lugar para onde mandamos as pessoas
Exemplo: Vá para o raio que o part !

PACKER
Prefixo que indica bastante
Exemplo: Eu gosto dela packer-amba !

PAINT
Artefacto para pentear o cabelo
Exemplo: Empresta-me o paint !

RIVER
Pior que feio
Exemplo: Ele é o river !
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sex Mar 26, 2010 12:47 am

Um professor de Filosofia entra na sala de aula, põe uma cadeira em cima da mesa e escreve no quadro:
"Provem-me, por escrito, que esta cadeira não existe."
Apressadamente os alunos começam a escrever longas dissertações sobre o assunto. No entanto, um dos alunos escreve apenas duas palavras numa folha de papel e entrega-a ao professor. Este, quando a recebe, não conteve um largo sorriso depois de ler:
"Qual cadeira?"

Ser inteligente é ter simplicidade para resolver questões.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sex Mar 26, 2010 12:32 pm

CIRCULAMOS PELA DIREITA POR CAUSA DE UM CANHOTO

Em cerca de três quartos dos países do Planeta, a circulação rodoviária faz-se pela direita.

O responsável parece ter sido Napoleão Bonaparte, o canhoto que alterou as regras até então vigentes

Actualmente, em cerca de 50 países do mundo, a circulação rodoviária ainda se faz pela esquerda, a exemplo do que acontecia antigamente.

Diz-se que a razão desta opção "natural" terá surgido por uma questão de defesa pessoal.

Em tempos em que os cavaleiros eram presas fáceis dos assaltantes que saltavam da floresta, ter o braço direito mais longe da berma, livre para desembainhar a espada, era meio caminho andado para a sobrevivência numa época em que os trilhos eram perigosos e os bosques escondiam muitos criminosos.

Pela mesma razão, os britânicos usavam, e muitos ainda usam, a carteira no bolso direito do casaco, para a deixar mais longe dos assaltantes.

Contudo, mesmo a lógica, até então ditada pelo bom senso, acabou por ser alterada.

Foi o que aconteceu no conturbado período napoleónico, em que a Europa andou a ferro e fogo devido aos mais variados conflitos.

A história atribuiu a Napoleão Bonaparte a alteração das regras e justifica-as com a astúcia e espírito táctico do Imperador, que terá ordenado às suas patrulhas militares para circularem pela direita para assim poderem surpreender os inimigos que circulavam em sentido inverso.

Por isso, circular à direita foi rapidamente assumido como uma regra em todos os países do Império Napoleónico, tendo sido também adoptada por muitos daqueles que ficaram fora do jugo Francês.

Foi assim que esta opção ganhou peso, assumindo importância na passagem para o século XX, quando nasceu o automóvel, apesar de, nesses tempos, a maioria dos veículos ter começado por ter o volante colocado em posição central.

Com o passar do tempo, muitos outros se reconverteram à "moda parisiense".

Foi o caso da Rússia, que optou por circular pela direita no final da época czarista.

Os Estados Unidos, muito influenciados por tudo o que se fazia em França, seguiram o mesmo caminho, e o mesmo aconteceu com o Canadá em 1920.

O número de adesões à circulação pela direita foi crescendo, mas o processo foi algo lento.

Basta recordar que a Suécia só assumiu esta opção em 1967.

No entanto, ainda hoje há muitos resistentes.

É o caso do Japão, que permaneceu fiel à esquerda, para já não falar do Reino Unido e das sua ex-colónias, onde o passado continua a ser um dogma; o mesmo é dizer que circular é pela esquerda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sab Mar 27, 2010 11:26 pm

O CARNAVAL EM VENEZA!

"O Carnaval de Veneza é famoso pelas máscaras, que lembram os nobres e damas do século dezessete.
Naquela época, os nobres venezianos procuravam manter o anonimato atrás das máscaras para se divertir durante as noites, traindo as esposas, sem serem identificados.
O mesmo faziam as damas, vestidas de Colombinas."

(Fonte: BBC)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Dom Mar 28, 2010 9:40 pm

DICIONÁRIO - I

Como se diz em...

Alemão
Abrir a porta: destranken.
Bombardeio: bombascaen.
Chuva: gotascaen.
Lua de mel: das Virghensen.
Sogra: ajjj.
Tormenta: nuvensgrugen.
Vaso: frasko.

Árabe
Pistola: allavai abala.
Tiroteio: bala-vai bala-vem
Metralhadora: Allavaiabalabalabalabalabala.
Elevador: alicima vai
Beijo: saliva-vai-saliva-vem.
Bidê: molhame a racha.
Diarréia: alud al-kagar.
Necessito um banho: molhamed.
Cachorro: sultão.

Argentino
Maravilha: yo (eu!)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Seg Mar 29, 2010 11:26 pm

Matemática lírica

Um Quociente apaixonou-se
Um dia
Doidamente
Por uma Incógnita.

Olhou-a com seu olhar inumerável
E viu-a, do Ápice à Base...

Uma Figura Ímpar;
Olhos rombóides, boca trapezóide,
Corpo ortogonal, seios esferóides.

Fez da sua
Uma vida
Paralela à dela.

Até que se encontraram
No Infinito.

"Quem és tu?" indagou ele
Com ânsia radical.

"Sou a soma do quadrado dos catetos.
Mas pode me chamar de Hipotenusa.

"E de falarem descobriram que eram
- O que, em aritmética, corresponde
A almas irmãs
-Primos-entre-si.

E assim se amaram
Ao quadrado da velocidade da luz.

Numa sexta potenciação
Traçando
Ao sabor do momento
E da paixão
Rectas, curvas, círculos e linhas senoidais.

Escandalizaram os ortodoxos das fórmulas euclideanas
E os exegetas do Universo Finito.

Romperam convenções newtonianas e pitagóricas.
E, enfim, resolveram se casar

Constituir um lar.
Mais que um lar.
Uma Perpendicular.

Convidaram para padrinhos
O Poliedro e a Bissectriz.

E fizeram planos, equações e diagramas para o futuro
Sonhando com uma felicidade
Integral
E diferencial.

E se casaram e tiveram uma secante e três cones
Muito engraçadinhos.

E foram felizes
Até aquele dia
Em que tudo, afinal,
Vira monotonia.
Foi então que surgiu
O Máximo Divisor Comum...

Frequentador de Círculos Concêntricos.
Viciosos.
Ofereceu-lhe, a ela,
Uma Grandeza Absoluta,
E reduziu-a a um Denominador Comum.

Ele, Quociente, percebeu
Que com ela não formava mais Um Todo.
Uma Unidade.

Era o Triângulo,
Tanto chamado amoroso.
Desse problema ela era a fracção
Mais ordinária.

Mas foi então que Einstein descobriu a
Relatividade.
E tudo que era espúrio passou a ser
Moralidade
Como aliás, em qualquer
Sociedade.

(Millor Fernandes)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Ter Mar 30, 2010 10:44 pm

DICIONÁRIO - II

Como se diz em...

Chinês
99: kuachi chien.
100: já chegô.
101: che passô.
Pista de corrida: iuuunnnggg.
Cabelo sujo: chin-champú.
Descalso: chin-chi-nela.
Top-less: chin-chu-tiã.
Divorcio: chem-chochá.
Escandalo sexual: Clin ton.
Excitado: yaminabo taduro.
Chinês magro e alto: chin-fino.
Cornudo: chi-frudo
Minisaia: cazi queele ve.
Naufrago: chin-chu-lancha.
Nudista: chin-calção.
Pobre: chen luz, chen agua e chen gaz.
Veículo muito veloz: yiiiiiiinnnnn.
Viuva: chen nabo
Viuvo: chen chua concha.
Veneno: bai gon.

Francês
Não tenho fogo: se acabó le bic.
Cão atropelado por um trem: le shú-shú le mató le guaguau.

Grego
Adultério: atrapalhos im copulas.
Maus alunos: discípulos crápulas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qui Abr 01, 2010 9:08 pm

DICIONÁRIO - III

Como se diz em...

Guaraní
Caminhar: andaré porai.
Dever dinheiro: yatepagaré.
Detetive: averiguaré.
Funcionario: robairrajá.
Enloquecido: sepiró.

Hindú
Cama com forma de coração: kamasutra.
Mulher licenciosa: brahmaputra.

Inglês
Banheira giratoria: Tina Turner.
Indivíduo de bom autocontrole: Auto stop.
Copie bem: copyright.
Talco para caminhar: walkie talkie.
Toreada homosexual: gaytorade.
Wow! que tetas!: wonder-bra.

Italiano
Coração: mio cardio.
Mosquito: Il avione de l'habitazione.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Abr 07, 2010 4:46 pm

Dicas para comprar um carro usado

-Quando um vendedor lhe disser: "Este carro é de 2002, quase 2003" quer dizer que é de Janeiro ou Fevereiro de 2002.

-O vendedor realça que o carro só teve um dono.
É uma concepção antiquada e machista baseada na valorização ancestral da pureza da mulher aplicada aos carros.

-O vendedor refere que o dono do carro era não fumador.
A ideia dele é convencer-lhe que um não fumador estima melhor o carro que um fumador. Cuidado com esses manipuladores que vendem carros mas sabem os truques todos dos livros americanos acabados em "nomics". Eles sabem que o hemisfério direito do nosso cérebro é atingido pela ideia de que um carro de um não fumador cheira menos mal e está mais saudável porque não foi prejudicado com os males do fumador passivo.

-O dono do carro é um ex-fumador quer dizer que ou está a mentir, ou o carro está todo espatifado porque um ex-fumador aumenta bastante de peso e é ainda mais nervoso que um fumador.

-Se o vendedor disser que facilita o pagamento, quer dizer que o carro é péssimo.

-Um anúncio que exija "só vendo a particular" quer dizer "só vendo a totós que não percebem que estão a ser aldrabados"

-Quando um anúncio ou vendedor do stand refere coisas a mais sobre o carro quer dizer que o carro é uma grande tanga. Exemplo: Passat 1.9 Tdi, ABC, 2xAB, AR c/ cx, AL, FC, TA, JLL,

-Quando um anúncio diz que vende à melhor oferta quer dizer que o vendedor é uma espécie de José Veiga dos carros. Fuja dele!

-Se o vendedor aceita uma troca com o seu, fuja! Trata-se de um depravado dos carros, um swinger do asfalto.

-Se o vendedor refere que o carro tem vidros escuros, fuja dele. Não compre um carro que foi usado basicamente para maluquices em descampados, que está todo infectado e poderá mesmo ter algumas vidas embrulhadas em látex no cinzeiro

-O vendedor refere com orgulho que o carro fez as revisões na marca. Talvez valha a pena comprar porque trata-se de um indivíduo que não se importa de gastar dinheiro à toa e portanto será fácil que ele baixe o preço.

-Se o vendedor lhe disser “quero vender o carro a alguém que cuide bem dele e não o abandone”, cuidado porque ele vai telefonar-lhe semanalmente para saber como está o “cãozinho”.

-O vendedor refere que o carro tem 121678 km. É um picuinhas. Acompanhe o anúncio por algumas semanas para ter a ideia se o número de km é actualizado. Se sim, quer dizer que o carro ainda anda ou o dono é um neurótico do rigor ou um mentiroso compulsivo. Se não actualizar quer dizer que o vendedor é pouco rigoroso, que o carro não anda ou então o vendedor pagou o anúncio por semanas porque sabia que era difícil vender logo aquela porcaria.

-O carro tem 6 anos, 200000 km e está impecável. Estão a gozar consigo.

-O carro tem full extras. Fuja! Ele vai querer vender-lhe muito acima do preço justo argumentando: “repare que isto é tudo cromado, o tablier é em nogueira, estofos são em pele de búfalo e a água para limpar os vidros é Carolina Herrera”.

(João Henrique)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Dom Abr 11, 2010 12:26 am

DICIONÁRIO - IV

Como se diz em...

Japonês
Adivinhador: komosabe.
Bicicleta: kasimoto.
Bebado: yochi tomo whiski
Café amargo: takaro azukar
ãnus roto: taroto ofuro
Top Less: sakare ateta.
Diarrea: kagasóagua.
Fim: saka-bo.
Fraco: yono komo.
Fazer amor: coito-coito.
Hemorroides: kukidoi
Impotencia sexual: mepinto nofunka.
Rizada: sho-rizo.
Laxante: saka akaka.
Me roubaram a moto: yononvejo m'yamaha.
Meia volta: kasigiro.
Bar: boti kin.
Piloto: popoko memato.
Precavido: nokomo sincondon
Se foi: non-ta.
Acabou a gasolina: yaminhamoto nonanda
Vice-campeão: kuasi-ganho.
Ainda tenho sede: kiro maisagwa.
W.C.: akikisicaga
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Dom Abr 11, 2010 7:15 pm

UMA QUESTAO DE FÍSICA...

O seguinte diz respeito a uma questão de Física num exame da Universidade de Copenhaga:

"Descreva como determinar a altura de um arranha-céus usando um barómetro."

Um estudante respondeu:

"Amarre uma longa corda à parte mais estreita do barómetro, a seguir faça baixar o barómetro do telhado do arranha-céus até ao chão. O comprimento da corda mais o comprimento do barómetro será igual à altura do edifício."

Esta resposta altamente original enfureceu o examinador ao ponto de chumbar imediatamente o estudante. O estudante apelou, baseando-se no facto de que a sua resposta estava indubitavelmente correcta e a universidade nomeou um árbitro independente para decidir o caso. Na verdade o árbitro decidiu que a resposta estava correcta, mas que não demonstrava qualquer conhecimento de Física.
Para resolver este problema foi decidido chamar o estudante e permitir-lhe que em seis minutos providenciasse uma resposta verbal, que mostrasse, pelo menos, uma certa familiaridade com os princípios básicos de Física.

Durante cinco minutos o estudante ficou em silêncio, franzindo a testa em pensamento. O árbitro lembrou-lhe que o tempo estava a passar, ao que o estudante respondeu que tinha diversas respostas extremamente relevantes, mas que não sabia qual delas utilizar.
Sendo avisado para se despachar, o estudante replicou da seguinte forma:

"Em primeiro lugar, poderia pegar num barómetro, ir até ao telhado do arranha-céus, deixá-lo cair ao longo da parede e medir o tempo que ele demora a atingir o chão. Desta forma, a altura do edifício poderá ser trabalhada a partir da fórmula: H=,5g x t2. Mas isto seria má sorte para o barómetro."

"Ou, então, se o sol estivesse a brilhar, poderia medir a altura do barómetro, depois de assentá-lo na extremidade e medir o comprimento da sua sombra. Em seguida, iria medir o comprimento da sombra do arranha-céus e, depois de tudo isto, seria uma simples questão de aritmética proporcional calcular a altura do arranha-céus."

"Mas, se quiserem ser rigorosamente científicos acerca disto, poderão amarrar uma longa corda ao barómetro e abaná-lo como um pêndulo, primeiro ao nível do chão e depois ao nível do telhado do arranha-céus. A altura é trabalhada pela diferença na força da gravidade.T=."

"Ou, se o arranha-céus tiver uma escada exterior de emergência, será mais fácil usá-la e marcar a altura do arranha-céus em comprimentos do barómetro, e em seguida adicioná-los por aí acima."

"Se, simplesmente, quiser ser chato e ortodoxo na resposta, certamente, poderá usar o barómetro para medir a pressão de ar no telhado do arranha-céus e no solo, e converter os milibars em pés para dar a altura do edifício."

"Mas uma vez que estamos constantemente a ser exortados a exercitar o pensamento independente e a aplicar os métodos científicos, indubitavelmente a melhor forma seria ir bater na casa do porteiro e perguntar; se ele gostasse de ter um barómetro bonito, oferecia-lho desde que ele me dissesse a altura do arranha-céus."

O estudante era Niels Bohr, o único Dinamarquês que ganhou o Prémio Nobel da Física.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Seg Abr 12, 2010 1:09 pm

Um dia, um frango atravessou uma estrada...

Qual o motivo?...

Professor Primário
Porque queria ir para o outro lado

Platão
Porque ia em busca do bem

Aristóteles
Está na natureza dos frangos atravessar a estrada

Marx
Era uma inevitabilidade histórica

Moisés
E Deus desceu dos céus e disse ao frango: "atravessa a estrada." E o frango atravessou a estrada, e todos se regozijaram, e louvaram o Senhor.

Saddam Hussein
A acção do frango constituiu a infame Mãe e Pai de todas as acções de espionagem!
Mas o povo iraquiano ergeu-se em justa auto-defesa e esmagou a força inimiga atingindo gloriosamente o frango com 50 toneladas de gás tóxico!

George W. Bush
Porque...qual era a pergunta? Ah!, pois o frango. Bem porque, eu, bem, esqueci-me...

Capitão Kirk
Para chegar ousadamente onde frango algum jamais havia chegado!

Hipócrates
Devido a um excesso de tumores no pâncreas

Andersen Consulting
A desregulação do lado da estrada onde se encontrava o frango estava a ameaçar a sua posição dominante no mercado. O frango enfrentava importantes obstáculos para criar e desenvolver as competências necessárias para encarar a competitividade do mercado.
A Andersen Consulting, numa relacção de sócio e cliente, colaborou com o frango desenhando a estratégia de distribuição física e respectivos processos de implantação. Empregando o Método de Integração Avícola (MIA), a Andersen Consulting ajudou o frango a utilizar as suas habilidades, metodologia, conhecimento, capital e experiências para adequar o pessoal ao processo e tecnologia do frango no apoio da sua estratégia global dentro de um marco de trabalho de Gestão de Programas. Para este projecto, a Andersen Consulting convocou uma equipa multidisciplinar de analistas de estradas e melhores frangos que, junto com outros consultores da Andersen, com profundas habilidades na indústria do transporte, promoveram durante dois dias uma série de reuniões com o objectivo de aproveitar o seu capital pessoal de conhecimento, tanto explícito como implícito, e de lhes permitir obter sinergias entre si para conseguir as metas implícitas da entrega e modelo óptimo e implementando um marco de valores de empresa através da continuidade de processos avícolas.
As reuniões foram realizadas num ambiente que reproduzia um parque, possibilitando e criando um modelo de alto impacto que estava estratégicamente situado, centrado na indústria e elaborando uma mensagem consistente, clara e única frente ao mercado, alienado com a missão, visão e valores principais do frango. Isto conduziu à criação de uma solução integradora de negócio total.
A Andersen Consulting ajudou a que a mudança do frango ocorresse com o maior sucesso. O frango conseguiu a certificação da Aenor, cumprindo a norma ISO9000.
(O frango veio mais tarde a morrer atropelado, devido à demora em atravessar a estrada).

Martin Luther King
Tive um sonho. Sonho que um dia haverá um mundo no qual todos os frangos serão livres para atravessar a estrada sem que sejam questionados os seus motivos.

Maquiavel
A questão é que o frango atravessou a estrada. A quem importa porquê? O fim de atravessar a estrada justifica qualquer meio.

Freud
A preocupação com o motivo que levou o frango a atravessar a estrada revela um recalcamento da líbido ao nível do subsconsciente, possivelmente associado à insegurança sexual originada pelo receio de tendências homossexuais latentes.

Bill Gates
A Microsoft acaba de lançar o Microsoft Frango 2000, que não só atravessa estradas, como também põe ovos, arquiva documentos importantes e faz contas.

Darwin
Ao longo da evolução, a acção da selecção natural sobre os frangos favoreceu os mais aptos a atravessar a estrada, de forma que só esses sobreviveram.

Einstein
Se o frango atravessou a estrada ou se a estrada se deslocou sob o frango depende do ponto de vista do observador.

Buda
A pergunta é uma negação da própria natureza do frango.

Hemingway
Para morrer. Sob a chuva

PS - Digam lá que a Cultura não é uma coisa lixada...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Abr 14, 2010 7:41 pm

Educadores vs Professores

Duas histórias:

1ª.

Num liceu no Porto estava a acontecer uma coisa muito fora do comum. Um 'bando' de miúdas de 12 anos andava a pôr baton nos lábios, todos os dias, e para remover o excesso beijavam o espelho da casa de banho. O Cons. Exec. andava bastante preocupado, porque a funcionária da limpeza tinha um trabalho enorme para limpar o espelho ao fim do dia e no dia seguinte lá estavam outra vez as marcas de baton.
Um dia, um professor juntou as miúdas e a funcionária na casa de banho e explicou que era muito complicado limpar o espelho com todas aquelas marcas que elas faziam e, para demonstrar a dificuldade, pediu à empregada para mostrar como é que ela fazia para limpar o espelho.
A empregada pegou numa 'esfregona', molhou-a na sanita e passou-a repetidamente no espelho até as marcas desaparecerem.
Nunca mais houve marcas no espelho...
Há Professores Educadores...

2ª.

Numa dada noite, três estudantes universitários beberam até altas horas e não estudaram para o teste do dia seguinte.
Na manhã seguinte, desenharam um plano para se safarem. Sujaram-se da pior maneira possível, com cinza, areia e lixo. Então, foram ter com o professor da cadeira e disseram que tinham ido a um casamento na noite anterior e no seu regresso um pneu do carro que conduziam rebentou.
Tiveram que empurrar o carro todo o caminho e portanto não estavam em condições de fazer aquele teste.
O professor, que era uma pessoa justa, disse-lhes que fariam um teste-substituição dentro de três dias, e que para esse não havia desculpas. Eles afirmaram que isso não seria problema e que estariam preparados.
No terceiro dia, apresentaram-se para o teste e o professor disse-lhes com ar compenetrado que, como aquele era um teste sob condições especiais, os três teriam que o fazer em salas diferentes.
Os três, dado que tinham estudado bem e estavam preparados, concordaram de imediato.
O teste tinha 5 perguntas e a cotação de 20 valores.

Q .1. Escreva o seu nome - ( 0.5 valores)

Q.2. Escreva o nome da noiva e do noivo do casamento a que foste há quatro dias atrás? - (5 valores )

Q.3. Que tipo de carro conduziam cujo pneu rebentou? - ( 5 valores)

Q.4. Qual das 4 rodas rebentou? - ( 5 valores )
Q.5. Qual era a marca da roda que rebentou? - (2 valores)
Q.6. Quem ia a conduzir? - (2.5 valores)


Professores, Permanentes Educadores...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sex Abr 16, 2010 3:56 pm

Dois copos de álcool fazem bem ao coração

Um estudo publicado ontem, nos Estados Unidos da América, revela que o consumo diário de apenas dois copos de uma bebida alcoólica diminui os ritmos cardíacos de homens saudáveis que possuam costumes de vida sãos.

A investigação foi realizada com quase nove mil médicos, dentistas, veterinários e com outros profissionais de saúde, com idades compreendidas entre os 40 e os 75 anos.

Médicos de centro Beth Israel Deaconess, em Boston, afirmaram que "estes resultados tendem a indicar que um consumo moderado de álcool pode ser considerado um complemento" do estilo de vida de quem exerce uma actividade física regular, mantém um peso ideal e não fuma.

Os médicos imputam este fenómeno ao facto de o álcool aumentar o "bom colesterol" no sangue.

No entanto, não é aconselhável a ingestão de álcool para reduzir os riscos cardíacos.

(Jornal de Notícias)

PS - Atenção: apenas dois copos...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Sab Abr 17, 2010 5:00 pm

DICIONÁRIO - V

Como se diz em...

Latin
Vim, vi, comprei: vini, vidi, Visa.
Peido: efluvium moribundum est.
Acabou a 'erva': ultimatum.

Norueguês
Sunga: escondenabo.

Português
Árvore: eu caliptu.
Calvice: aeroporto dos mosquitos.
Diarréia: cataratas do traseiro.

Romano
Sexo: pornoduru.
Sedento: meresku refresku.

Russo
Conjunto de árvores: boshke.
Inseto: moshka.
Cão comendo Donuts: Troski maska roska.
Piloto: simecaio patatof.
Prostituta: Lewinsky.
Sogra: storvo.
Viuva jovem: vagina seminova.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Dom Abr 18, 2010 6:30 pm

Nicolau Copérnico

Nicolau Copérnico (1473-1543) nasceu em Torun na Polónia.

É uma das maiores figuras da ciência por ter proposto a teoria heliocêntrica em substituição da geocêntrica.

O novo modelo era centrado no Sol (helios em grego) em oposição à teoria vigente centrada na Terra (geo em grego), a teoria oficialmente aceite pela Igreja Católica, e que tinha sido proposta por Cláudio Ptolemeu no século II.

Copérnico começou os seus estudos na Polónia e depois foi para Itália, onde tudo se aprendia, desde a medicina até ao direito, passando pela matemática, física ou astronomia.

Regressou depois ao seu país, tendo as funções eclesiásticas como a sua principal actividade, dedicando-se à astronomia nas horas livres.

As medições astronómicas que foi efectuando, com o estudo de trabalhos anteriores que vagamente sugeriam que a Terra não seria o centro do Universo, foram-lhe amadurecendo as ideias e sugerindo que a teoria oficial não podia estar correcta.

Este trabalho de uma vida acabou por publicado no livro De revolutionibus orbium coelestium ("As revoluções dos Orbes Celestes", que tem uma edição em português na Gulbenkian).

Copérnico teve muitas dificuldades para contornar o poder da Igreja e ter autorização para publicar o livro.

Umas das dúvidas de alguns religiosos era se a Terra não era o centro do Universo para onde é que iam as almas quando subiam ao céu, uma vez que ela não parava quieta a girar em torno do Sol?

As próprias dúvidas e o receio que Copérnico teve em afrontar tal poder (tão bem descritas no livro “Doutor Copérnico” de John Banville, edição na D. Quixote), levaram a que o livro só fosse publicado em 1543, já Copérnico se encontrava no leito da morte.

Até esta teoria ser aceite sem problemas e também aperfeiçoada (Kepler é que descobre que as órbitas dos planetas eram elípticas e não circulares) ainda tiveram que decorrer muito mais anos.

E a nossa visão do universo nunca mais foi a mesma.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Seg Abr 19, 2010 5:25 pm

Redacções do Curso de Educação de adultos

A minha casa
Gosto muito da minha casa, pois é lá que vivo com a minha patroa e é lá que fiz os meus filhos, assim que saio do trabalho, vou logo para casa. O operário de hoje já não vai para a taberna embebedar-se com esses gajos depois quando chigavam a casa davam porrada nas mulheres e se calhavam de fazerem filhos nessa altura vinham doentes.

A Caça
A casa é um disporto. Para casar é preciso ter licensa.
Pode-se casar de duas maneiras à cachaporrada e à paulada mas à cachaporrada é mais perigoso. No tempo de defeso não se pode casar. Quem casa sem licensa vai preso.

Salazar
O Salazar fez estradas, fez pontes e até fez a minha professora. É um gajo porreiro!

O Infante D. Henrique
O Infante D. Henrique foi o primeiro rei de Portugal. O Infante D. Henrique descobriu três terras que são Madeiras e Açores. O Infante D. Henrique mais os Portugueses descobriram muitas terras com os mouros. O Infante D. Henrique foi primeiro casado com D. Filipa de Lencastre deicou cair o regaço de flores que D. Duarte beijou que eram de Santa Maria. O Infante D. Henrique estava a ver que nunca mais chegava ao Brasil por causa das carrancas do mar.

A Pátria
A Pátria é a terra onde criam os nossos pais, os galos e os nossos irmãos. A Pátria é linda querida dos portugueses e dos nossos antepassados, e dos irmãos dos nossos tios e avós. A Pátria é uma terra enorme e tem lá muitas igrejas, capelinhas e tabernas e lá vivem gente como na serra da estrela. Eu nunca fui à Pátria.

A Vaca
A vaca tem 4 partes: a dianteira e a traseira e depois o rabo ainda tem pelos. Debaixo da vaca está a leitaria. Com o rabo enxota as moscas. O marido da vaca é o boi. Não dá leite por isso não é mamífero. Dos chifres preparam-se os botões de madrepérola. A vaca é muito útil. Come-se por dentro e bebe-se por fora.

O Leite
O leite é para nós bebermos. O leite faz queijo e manteiga. O leite é branco e eu gosto muito de leite. O leite vem dos animais que dão à gente. Os animais que dão leite são: a vaca, a cabra, a ovelha, os burros e o Senhor Prior da Mata Mourisca também dá leite mas é em pó.

A Revolução de 1640
A Revolução de 1640 foi descoberta no reinado de Filipe III.
A Revolução de 1640 foram os portugueses que a descobriram. A Revolução de 1640 durou muitos anos porque estiveram debaixo dos Filipes. Filipe III descobriu a guerra da independência.
Eu gosto muito da Revolução de 1640. A Revolução de 1640 deu-se para descobrirem o Miguel de Vasconcelos que estava num armário de papéis.

(Publicadas no Diário de Lisboa de 01-11-1963)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Vitor mango



Mensagens : 440
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Ter Abr 20, 2010 9:31 am

Citação :
A Caça
A casa é um disporto. Para casar é preciso ter licensa.
Pode-se casar de duas maneiras à cachaporrada e à paulada mas à cachaporrada é mais perigoso. No tempo de defeso não se pode casar. Quem casa sem licensa vai preso.

nao é anedota pah
para entrar num Hotel era necessário mostrar o atestado de casamento ( um documento valido )
Para a esposa ir comprar caramelos a Badajoz tinha que obter autorização do marido
E no livro da 4ª classe aconselhava-se os putos a dar um prato de sopa a um pobrezinho ( com as bençoas da madre igreja que berrava no altar que so ia para o ceu quem fosse teso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Ter Abr 20, 2010 11:51 pm

O Mundo não é Plano

Excelente artigo de António Câmara (presidente da Y-dreams, e prof. Catedrático da Universidade Nova de Lisboa) no Expresso.

Não é só no secundário que as coisas estão mal e precisam de mudar.

"Thomas Friedman argumentou, no livro The World is Flat, que os desenvolvimentos em telecomunicações estão a reduzir a superioridade dos países mais avançados.

Richard Florida mostrou, no artigo “The World is Spiky”, publicado na revista The Atlantic Monthly, que existe uma forte correlação entre a actividade económica e a produção de propriedade intelectual.

Esta localiza-se num conjunto reduzido de regiões no planeta em que existem universidades de classe mundial.

As classificações internacionais das universidades são sempre questionáveis porque utilizam um conjunto limitado de critérios.

Mas as mais recentes demonstram inequivocamente que a Europa Continental tem um reduzido número de universidades de excelência e que Portugal não tem nenhuma.

Henry Rosovsky, um antigo reitor de Harvard, dizia, no seu livro The University: An Owner’s Manual, que as universidades do Continente pretendiam o “contentamento democrático” e não a excelência.

Existem unidades de investigação portuguesas que procuram e atingem a excelência.

Mas são casos isolados num conjunto de Universidades, que embora venha progredindo, ainda não ambiciona figurar na élite mundial.

E com a sua ainda desastrosa gestão de recursos humanos nunca atingirá esse patamar.

Imagine-se que o Simão só regressa à primeira equipa do Benfica quando houver vaga.

Se o Benfica seguisse o sistema napoleónico das nossas Universidades, baseado em vagas e no Orçamento Geral do Estado, é o que aconteceria.

O Simão, como muitos dos nossos professores universitários, aguardaria durante anos para ver o seu mérito reconhecido.

Num sistema em que as Universidades fossem de facto autónomas estas situações seriam ultrapassadas.

As promoções baseadas no mérito (e não em vagas) poderiam ser facilmente financiadas por fundos próprios.

Este é apenas um dos muitos exemplos que explicam a ausência das nossas universidades nas classificações internacionais e de Portugal nos mapas da economia do conhecimento."

(António Câmara, Presidente da Y-dreams)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   Qua Abr 21, 2010 1:15 pm

Porque é que os cães cheiram os "traseiros" uns dos outros?

A primeira coisa que se pode ter certeza é que não é porque cheira bem!

Quando um cachorro investiga a região anal de outro cachorro, ele está tentando identificar o companheiro.

É justamente pelo cheiro que os cachorros conseguem passar e receber informações importantíssimas, como posição hierárquica, medo, auto-confiança e ansiedade, entre outras.

A glândula anal, que como o próprio nome diz, fica bem "lá",é usada quando os cães tem a confiança lá no alto e fazem questão de informar isso aos outros cães, comprimindo-a e libetando um cheiro intenso para os narizes apurados de nossos amigos de quatro patas.

O cão confiante abana o rabo bem esticadinho para cima e vigorosamente de forma a não deixar dúvidas para o outro cão.

Já os tímidos e inseguros tentam cobrir o cheiro, enfiando os rabinhos no meio das pernas e mantendo-os o mais junto possível do corpo.

Também é cheirando "lá" que os cães ficam sabendo do que o companheiro tem se alimentado ultimamente e, quanto mais o odor for rico em proteína animal (carne), maior o significado de que o cachorro que está sendo cheirado é dominante.

Um cão bem alimentado, que come a parte mais nobre da "caça", é um cão forte e poderoso e portanto deve ser respeitado.

Espero que tenham apreciado este momento cultural...

(ROBINA)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: MOMENTO DE CULTURA...   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
MOMENTO DE CULTURA...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 6 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
 Tópicos similares
-
» .Momento de reflexão .....Veja a hierarquia Jorge Couri no Brás
» Saudação com a Santa Paz de Deus ou santa paz do Senhor - quando e em que momento devemos negar??
» (Tiago 4:7) Se levante nesse momento e declare sua vida abençoada, cheia do poder de Deus
» ORE DEUS QUER TE OUVIR!!!
» NO MOMENTO, NO TCM!! Os Pioneiros 4 TEMPORADA! COMENTE AQUI

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A LIBERDADE É AMORAL :: E O VERBO SE FEZ PALAVRA...-
Ir para: