A LIBERDADE É AMORAL

Local de discussão livre sobre todos os temas sociais.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 O TERRORISMO INTERNACIONAL...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Ter Ago 25, 2009 6:49 pm

O medo do terrorismo...

Um velho árabe muçulmano iraquiano, a viver há mais de 40 anos nos EUA, quer plantar batatas no seu jardim, mas cavar a terra já é um trabalho demasiado pesado para ele.

O seu filho único, Ahmed, está a estudar em França, e o velhote envia-lhe a seguinte mensagem:

'Querido Ahmed, sinto-me mal porque este ano não vou poder plantar batatas no jardim. Já estou demasiado velho para cavar a terra. Se tu estivesses aqui, todos estes problemas desapareceriam. Sei que tu remexerias e prepararias toda a terra. Beijos do papá.'

Poucos dias depois, recebe a seguinte mensagem:

'Querido pai, por favor, não toques na terra desse jardim. Escondi aí umas coisas. Beijos, Ahmed.'

Na madrugada seguinte, aparecem no local a Polícia, agentes do FBI e da CIA, os S.W.A.T ., os Rangers, os Marines, os Steven Seagal's, os Silvester Stallone's e alguns mais da elite norte-americana, bem como representantes do Pentágono, da Secretaria de Estado, etc.

Removem toda a terra do jardim à procura de bombas, ou material para as construir. Porém, não encontram nada e vão-se embora, não sem antes interrogarem o velhote, que não fazia a mínima ideia do que eles procuravam.

Nesse mesmo dia, o velhote recebe outra mensagem:

'Querido pai, certamente a terra já está pronta para plantar as batatas. Foi o melhor que pude fazer, dadas as circunstâncias. Beijos, Ahmed'


Última edição por Anarca em Ter Set 28, 2010 1:39 pm, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Sab Set 12, 2009 11:53 pm

O ATENTADO DA AL QAEDA...

A Al Qaeda queria explodir o Cristo-Rei em Almada.
Documentos mantidos em sigilo pela PJ, revelam que a Al Qaeda, organização terrorista de Osama Bin Laden, ordenou a execução de um atentado em Portugal. O alvo da acção seria a estátua do Cristo-Rei, localizada em Almada.
De acordo com informações obtidas em Lisboa, a ordem de Bin Laden decorreu do ódio que o saudita nutre por símbolos monumentais católicos que, segundo ele, representam "um símbolo da globalização dos infiéis".
Demolidor de ídolos e iconoclasta como os talibãs que explodiram estátuas de Buda no Afeganistão, ele destacou dois mujahedins para o sequestro e uso de um avião que seria lançado contra a estátua "símbolo dos infiéis cristãos".
Os registos da PJ dão conta de que os dois terroristas chegaram ao Aeroporto Internacional da Portela no domingo, às 21h47m, no voo da Air France procedente do Canadá, com escala em Londres.
A missão começou a sofrer embaraços já no desembarque, quando a bagagem dos muçulmanos foi extraviada.
Após quase seis horas de peregrinação por diversos guichés e dificuldade de comunicação em virtude do Inglês fortemente marcado por sotaque árabe, os dois saem do aeroporto, aconselhados por funcionários da TAP a voltar no dia seguinte, com intérprete.
A PJ investiga a possibilidade de eles terem apanhado um táxi pirata na saída do aeroporto, pois o motorista percebeu que eram estrangeiros e rodou uma hora e meia, dando voltas com eles pela cidade, até abandoná-los em lugar ermo do Casal Ventoso. Aí, acabaram por ser assaltados e espancados por um grupo de toxicodependentes desesperados.
Eles conseguiram ficar com alguns dólares que tinham escondido em cintos próprios para transportar dinheiro e apanharam boleia num camião que fazia distribuição de garrafas de gás.
Na segunda-feira, às 7h33m, graças ao treino de guerrilha que receberam nas cavernas do Afeganistão e nos campos minados da Somália, os dois terroristas conseguem chegar a um hotel do Estoril. Alugaram um carro na Avis e voltaram ao aeroporto, determinados a sequestrar um avião e atirá-lo bem no meio dos braços abertos do Cristo-Rei.
Enfrentam um congestionamento monstruoso na 2ª circular e ficam mais de 3 horas bloqueados no Campo Grande por causa de uma manifestação de estudantes e professores em greve e, na Av. do Brasil, são-lhes roubados os relógios, por um gang da Zona J.
Às 12h30m, resolvem ir para o centro da cidade e procuram uma casa de câmbio para trocar o pouco que sobrou de dólares.
Recebem notas de 100 Euros falsas.
Por fim, às 15h45m chegam ao aeroporto da Portela para sequestrar um avião.
Os pilotos da TAP estão em greve por mais salário e menos horas de trabalho. Os controladores de voo também pararam (querem equiparação aos pilotos).
O único avião na pista é da AIR PORTUGÁLIA, mas está sem combustível.
Tripulações e passageiros estão acantonados na sala de espera e nos corredores do aeroporto, gritando slogans contra o governo.
O Batalhão da Polícia de Choque chega batendo em todos, inclusive nos terroristas.
Os árabes são conduzidos à Esquadra da PSP do aeroporto, acusados de tráfico de drogas, em face de flagrante forjado pelos próprios polícias, que "plantaram" papelotes de cocaína nos bolsos dos dois.
Às 18 horas, aproveitando uma manifestação dos guardas prisionais, clamando subsídio de risco, eles conseguem fugir da prisão no meio da confusão e do tiroteio das brigadas anti-motim da PSP que entretanto tinha sido destacada para o local pelo Ministro da Administração Interna.
Às 19h05m, os muçulmanos, ainda ensanguentados, dirigem-se ao balcão da TAP para comprar as passagens mas o funcionário que lhes vende os bilhetes omite a informação de que os voos da companhia estão suspensos por tempo indeterminado.
Eles, então, discutem entre si: começam a ficar em dúvida se destruir Lisboa, no fim de contas, é um acto terrorista ou uma obra de caridade.
Às 23h30m, sujos e mortos de fome, decidem comer alguma coisa no restaurante do aeroporto.
Pedem sandes de queijo com limonadas.
Só na terça-feira, às 4h35m, conseguem recuperar-se da intoxicação alimentar de proporções equinas, decorrente da ingestão do queijo estragado usado nas sandes.
Eles foram levados para o Hospital de Santa Maria, depois de terem esperado três horas para que a ambulância do INEM chegasse e percorresse diversos hospitais da rede pública até encontrar uma vaga.
No HSM, foram atendidos por uma enfermeira feia e mal-humorada.
Tiveram de esperar dois dias para serem examinados, por causa da cólera causada pela limonada feita com água contaminada por coliforme fecal.
Debilitados, só terão alta hospitalar no domingo.
Domingo, 18h20m: os homens de Bin Laden saem do hospital e chegam perto do estádio de Alvalade.
O Benfica acabara de perder com o Sporting.
A claque dos No Name Boys confunde os terroristas com integrantes da Juveleo e dá-lhes uma surra sem precedentes e o chefe da claque abusa sexualmente deles.
Às 19h45m, finalmente, são deixados em paz, com dores terríveis pelo corpo, em especial na área proctológica.
Ao verem, nas proximidades, uma roullote de venda de bebidas, decidem embriagar-se uma vez na vida e comer umas sandes de couratos (mesmo que seja pecado!). Tomam um bagaço adulterado com metanol e precisam de voltar ao Santa Maria. Os médicos também diagnosticam gonorreia.
Segunda-Feira, 23h42m: os dois terroristas fogem de Lisboa escondidos na traseira de um camião de electrodomésticos, assaltado horas depois na Serra da Musgueira.
Desnorteados, famintos, sem poder andar ou sentar-se, eles são levados por uma carrinha de Apoio aos Sem Abrigo, organização ligada aos Direitos Humanos, para a área metropolitana de Lisboa. Viajam deitados de lado.
Na capital novamente, deambulam o dia todo à cata de comida e, por volta das 20 horas, acabam adormecendo debaixo da marquise de uma loja na Rua do Coliseu.
A PJ não revelou o hospital onde os dois foram desta vez internados em estado grave, depois de espancados quase até à morte por um grupo de Skinheads.
Sabe-se que a PJ deixou de se preocupar e vigiar estes membros da Al Qaeda por considerar que as suas intenções foram desvanecidas e já não constituem qualquer tipo de perigo à integridade nacional e até os está a ajudar, tentando encontrar uma organização humanitária que lhes possa dar apoio para o regresso ao Afeganistão, isto tudo a pedido dos mesmos.


Última edição por Anarca em Ter Set 28, 2010 1:35 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Qui Out 01, 2009 2:29 pm

Carta de Bin Laden...

Por Alá…

Reunimos o Conselho da Sagrada Causa e chegámos a algumas conclusões!

Estas directrizes que agora vos transmito são palavra abençoada do profeta.

Aconselhamos todos os filhos de Maomé a não tentarem qualquer atentado em Portugal.

É um país complicado.

Uma acção nossa dificilmente traria algum proveito para a nossa Sagrada Causa.

Eis as razões:

1 - Nenhum atentado por nós tentado teria resultados mais espectaculares no congestionamento do tráfego ferroviário do que aquele conseguido pelas próprias CP e Refer.

2 - É difícil planear um atentado em comboios e autocarros. Nunca se consegue saber a que horas passam nem os dias em que circulam, devido às greves constantes.

3 - A reivindicação do atentado seria de uma inutilidade extrema. A oposição portuguesa iria imediatamente culpar o ministro da Administração Interna, o secretário de Estado dos Transportes e as empresas transportadoras. Qualquer alegação da nossa parte seria recebida com desdém pelo Bloco de Esquerda. "Al-Qaeda? 'Teja calado! Não minta aos portugueses! 'Tá-se me'mo a ver c'a culpa é das empresas capitalistas e do governo que lhes apara o jogo. Fazem tudo para poupar uns trocos. Isto é de certeza uns motores mal amanhados que compraram na Coreia do Sul, de uma fábrica que deixou aqui centenas no desemprego. É o que lhe digo, amigo, a globalização deixou este país de pantanas. Al-Qaeda... Tenha juízo, senhor ministro."

4 - Alertamos também para a dificuldade de organizar uma acção como a de Madrid. Em Portugal, mal um de vocês deixasse uma mochila no comboio, logo um simpático português correria atrás de vocês a gritar "Ó chefe, chefe, esqueceu-se do seu saco, amigo." E depois pensaria para si mesmo: "Sacana do indiano ainda faz má cara. Vem um gajo aqui de manhãzinha, descansadinho da vida e ainda tem de ser criado desta estrangeirada toda."

5 - Não será fácil mobilizar o povo contra a presença de tropas portuguesas no Iraque. Os portugueses, pelas informações que obtivemos, gostariam que TODA a GNR - principalmente uma tal BT - estivesse destacada no Iraque ou em qualquer lugar bem longe do país.

6 - A detonação por telemóvel é também bastante desaconselhável. Devido à quantidade de telemóveis em território português, existe o perigo real dos explosivos rebentarem em alturas menos próprias com algum dos constantes toques que se fazem ouvir a toda a hora e em qualquer lugar.

7 - Também gostaríamos de alertar para o perigo real da presença de jornalistas da televisão - uma tal de TVI está em quase todo o lado - no local dos atentados a perguntar às pessoas o que sentem depois de terem ficado sem uma perna, com a cara desfeita ou partidos em dois. Ao pé dessa gente, a AQ é um bando de organizadores de festas de salão.

8 - Mesmo que se conseguisse efectuar o atentado, a cratera que se abriria já não seria novidade! Parece que eles conseguem abrir buracos para engolir autocarros inteiros num abrir e fechar de olhos! Além do mais, comparado com o buraco do orçamento, tudo pareceria uma brincadeirinha de meninos!

Procurem mas é outro sítio, que esse já está suficientemente rebentado.

Vosso,

Bin


Última edição por Anarca em Ter Set 28, 2010 1:34 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Qua Nov 18, 2009 2:47 pm

O 11 passou a ser um número lixado...

New York City tem 11 letras.

Afeganistão tem 11 letras.

"The Pentagon" tem 11 letras.

George W. Bush tem 11 letras.

Nova Iorque é o estado Nº 11 dos EUA.

O primeiro dos voos que embateu contra as Torres Gémeas era o Nº 11

O voo Nº 11 levava 92 passageiros; a soma dos seus algarismos dá: 9+2 = 11

O outro voo que bateu contra as Torres, levava 65 passageiros; a soma dos seus algarismos dá: 6+5 =11.

A tragédia teve lugar a 11 de Setembro, ou seja, 11 do 9; a soma dos seus algarismos dá: 1+1+9 =11.

As vítimas totais que faleceram nos aviões eram 254: 2+5+4 =11.

O dia 11 de Setembro, é o dia número 254 do ano: 2+5+4 = 11.

A partir do 11 de Setembro sobram 111 dias até ao fim de um ano.

Nostradamus (11 letras) profetiza a destruição de Nova Iorque na Centúria número 11 dos seus versos...

As Torres Gémeas tinham a forma de um gigantesco número 11.

O atentado de Madrid aconteceu no dia 11.03.2004. Somando estes algarismos dá: 1+1+0+3+2+0+0+4 = 11.

O atentado de Madrid aconteceu 911 dias depois do de New York.
Somando os seus algarismos dá: 9+1+1 = 11

PS - Depois a CIA inventou o resto...


Última edição por Anarca em Ter Set 28, 2010 1:34 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Seg Jan 25, 2010 9:59 pm

Ser Terrorista dá Saúde...

A Ciência estuda baixa taxa de cancro entre suicidas do Hamas...

Cientistas da prestigiada Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, descobriram que os indivíduos que integram o esquadrão de bombistas suicidas do Hamas têm 90% menos probabilidades de contraírem cancro do que o resto da população mundial.

Os investigadores alertam que ainda é muito cedo para se falar numa cura ou na melhoria da sobrevida dos doentes, porque nos indivíduos estudados foram também verificados problemas de hipertensão, colesterol e uma “acentuada tendência” para a explosão do próprio corpo.

Mas os especialistas estão espantados com a homogeneidade do grupo estudado: “É incrível, mas todos os bombistas suicidas que temos acompanhado, sem excepção, morrem depois de accionarem um cinto de explosivos”.

Por isso, os cientistas fazem questão de refrear os ânimos. “Podemos falar em avanços, mas à luz do conhecimento actual parece-nos quase impossível que uma pessoa possa usufruir de uma vida longa e saudável quando os seus membros estão espalhados pela rua e pedaços de carne do seu corpo têm de ser raspados das paredes com uma espátula”, explicam.


Última edição por Anarca em Sex Jan 29, 2010 12:37 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Sex Jan 29, 2010 12:36 am

A Globalização e o Terrorismo...

Temos de aceitar que a globalização, nos ultimos 15 anos é responsável pela melhoria das condições de vida de milhares de milhões de pessoas nos paises em vias de desenvolvimento.

No entanto, não é menos verdade que existem "centenas de milhões que, pelas mais diversas razões, ficaram para trás e, até em alguns casos estão bem pior...

E são os milhões que estão pior ou na mesma que percebem que estão condenados a permanecer assim se nada mudar...

É deste caldo de ódio e desespero que saem os terroristas...

Isto será difícil de compreender pelos países mais ricos, com a América à cabeça?...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Ter Abr 06, 2010 5:10 pm

TVI vai lançar Morangos com Açúcar - Geração rebelde no Iraque

A TVI anunciou o novo formato depois do conhecimento público de que quinze soldados britânicos, com menos de 18 anos, foram enviados para o Iraque, entre os quais quatro raparigas.

O exército de menores inova na questão da lista dos menores Iraquianos mais procurados.

Em vez de Ás de copas e Valete de paus, temos o Morangoska, o Tequilla Bum Bum e o Tecla 3.

Os soldados matam iraquianos depois de se envolverem em actividades típicas de adolescentes.

Tozé aparece no primeiro episódio a matar o Caipirissíma, alegando que este se agarra muito à bola.

Pipas vai assassinar Pizzaburguer porque este ficou em primeiro lugar no concurso de onanismo e Cámolas descobriu que Sadick Brocas era o autor dos comentários insultuosos anónimos no seu blogue.

Bé, interpretada por Diana Chaves, vai queimar uma tenda cheia de pitas Iraquianas depois de ter sabido que elas andavam a dizer aos tropas menores italianos que ela era gorda e pindérica.

(João Henrique)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Dom Maio 16, 2010 9:02 pm

Al Qaeda em Portugal

Documentos mantidos em sigilo pela Polícia Judiciária revelam que a Al Qaeda, organização terrorista de Osama Bin Laden, ordenou a execução de um atentado em Portugal. O alvo da acção seria a estátua do Cristo-Rei, localizada em Almada.

De acordo com informações obtidas hoje em Lisboa, a ordem de Bin Laden decorreu do ódio que o saudita nutre por símbolos monumentais católicos, que segundo ele representam "um símbolo da globalização dos infiéis".

Demolidor de ídolos e iconoclasta como os talibãs que explodiram estátuas de Buda no Afeganistão, ele destacou dois mujahedins para o sequestro e uso de um avião que seria lançado contra a estátua "símbolo dos infiéis cristãos".

A cronologia dos acontecimentos:

Os registos da Polícia Judiciária dão conta de que os dois terroristas chegaram ao Aeroporto Internacional da Portela em 4 de Setembro, domingo, às 21h47m, no vôo da Air France procedente do Canadá, com escala em Londres.

A missão começou a sofrer embaraços já no desembarque, quando a bagagem dos muçulmanos foi extraviada.

Após quase seis horas de peregrinação por diversos guichês e dificuldade de comunicação em virtude do Inglês fortemente marcado por sotaque árabe, os dois saem do aeroporto, aconselhados por funcionários da TAP a voltar no dia seguinte, com intérprete.

A Polícia Judiciária investiga a possibilidade de eles terem apanhado um táxi pirata na saída do aeroporto, pois o motorista percebeu que eram estrangeiros e rodou uma hora e meia dando voltas com eles pela cidade, até abandoná-los em lugar ermo do Casal Ventoso.

Aí, acabaram por ser assaltados e espancados por um grupo de toxicodependentes desesperados.

Eles conseguiram ficar com alguns dólares que tinham escondido em cintos próprios para transportar dinheiro e apanharam boleia num camião que fazia distribuição de garrafas de gás.

Na segunda-feira, às 7h33m, graças ao treino de guerrilha que receberam nas cavernas do Afeganistão e nos campos minados da Somália, os dois terroristas conseguem chegar a um hotel do Estoril.

Alugaram um carro na Avis e voltaram ao aeroporto, determinados a sequestrar um avião e atirá-lo bem no meio dos braços abertos do Cristo-Rei.

Enfrentam um congestionamento monstruoso na 2ª circular e ficam mais de 3 horas bloqueados no Campo Grande por causa de uma manifestação de estudantes e professores em greve, e na Av. Do Brasil são-lhes roubados os relógios por um gang da Zona J.

Às 12h30m, resolvem ir para o Centro da cidade e procuram uma casa de câmbio para trocar o pouco que sobrou de dólares.

Recebem notas de 100 Euros falsas.

Por fim, às 15h45m chegam ao aeroporto da Portela para sequestrar um avião.

Os pilotos da TAP estão em greve por mais salário e menos horas de trabalho.

Os controladores de vôo também pararam (querem equiparação aos pilotos).

O único avião na pista é da AIR PORTUGÁLIA, mas está sem combustível.

Tripulações e passageiros estão acantonados na sala de espera e nos corredores do aeroporto, gritando slogans contra o governo.

O Batalhão da POLÍCIA DE CHOQUE chega batendo em todos, inclusivé nos terroristas.

Os árabes são conduzidos à Esquadra da PSP do aeroporto, acusados de tráfico de drogas, em face de flagrante forjado pelos próprios policias, que "plantaram" papelotes de cocaína nos bolsos dos dois.

Às 18 horas, aproveitando uma manifestação dos guardas prisionais clamando subsídio de risco, eles conseguem fugir da prisão no meio da confusão e do tiroteio das brigadas anti-motim da PSP que entretanto tinha sido destacada para o local pelo Ministro da Administração Interna.

Às 19h05m, os muçulmanos, ainda ensanguentados, dirigem-se ao balcão da TAP para comprar as passagens, mas o funcionário que lhes vende os bilhetes omite a informação de que os vôos da companhia estão suspensos por tempo indeterminado.

Eles, então, discutem entre si e começam a ficar em dúvida se destruir Lisboa, no fim de contas, é um acto terrorista ou uma obra de caridade.

Às 23h30m, sujos, doloridos e mortos de fome, decidem comer alguma coisa no restaurante do aeroporto.

Pedem sandes de queijo com limonadas.

Só na terça-feira, às 4h35m, conseguem recuperar-se da intoxicação alimentar de proporções equinas, decorrente da ingestão do queijo estragado usado nas sandes.

Eles foram levados para o Hospital de Santa Maria, depois de terem esperado três horas para que a ambulância do INEM chegasse e percorresse diversos hospitais da rede pública até encontrar uma vaga.

No HSM, foram atendidos por uma enfermeira feia e mal-humorada.

Eles tiveram de esperar dois dias para serem examinados, por causa da cólera causada pela limonada feita com água contaminada por coliforme fecal.

Debilitados, só terão alta hospitalar no domingo.

Domingo, 18h20h: os homens de Bin Laden saem do hospital e chegam perto do estádio de Alvalade.

O Benfica acabara de perder com o Sporting.

A claque dos NO NAME BOYS confunde os terroristas com integrantes da JUVELEO e dá-lhes uma surra sem precedentes.

O chefe da claque abusa sexualmente deles.

Às 19h45m, finalmente, são deixados em paz, com dores terríveis pelo corpo, em especial na área proctológica.

Ao verem uma roullote de venda de bebida nas proximidades, decidem embriagar-se uma vez na vida e comer umas sandes de couratos (mesmo que seja pecado!).

Tomam um bagaço adulterado com metanol e precisam voltar ao Santa Maria.
Os médicos também diagnosticam gonorréia.

Segunda-feira, 23h42m: os dois terroristas fogem de Lisboa escondidos na traseira de um camião de electrodomésticos, assaltado horas depois na Serra da Musgueira.

Desnorteados, famintos, sem poder andar ou sentar-se, eles são levados por uma carrinha de apoio aos sem Abrigo, organização ligada aos direitos humanos para a área metropolitana de Lisboa.

Viajam deitados de lado.

Na capital novamente, deambulam o dia todo à cata de comida e por volta das 20 horas acabam adormecendo debaixo da marquise de uma loja na Rua do Coliseu, no centro.

A Polícia Judiciária não revelou o hospital onde os dois foram desta vez internados em estado grave, depois de espancados quase até a morte por um grupo de SKINHEADS.

Sabe-se que a Polícia Judiciária deixou de se preocupar e vigiar estes membros da Al Qaeda por considerar que as suas intenções foram desvanecidas e já não constituem qualquer tipo de perigo à integridade nacional, e até os está a ajudar, tentando encontrar uma organização humanitária que lhes possa dar apoio para o regresso ao Afeganistão, isto tudo a pedido dos mesmos...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Ter Set 21, 2010 7:09 pm

Afeganistão: 2010 é o ano mais violento para os soldados estrangeiros

21.09.2010

CABUL - Um total de 529 soldados estrangeiros morreram desde 1º de janeiro no Afeganistão e 2010 já pode ser considerado o mais violento dos nove anos de guerra para as forças internacionais, segundo um balanço da AFP.

Nove soldados da força internacional da Otan morreram nesta terça-feira na queda de um helicóptero no sul do Afeganistão, anunciou a Aliança Atlântica, que não mencionou disparos contra o aparelho, apesar do movimento talibã ter reivindicado um ataque.

"Nove soldados da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) morreram no acidente de um helicóptero no sul do Afeganistão", afirma um comunicado da Otan.

"Um soldado da Isaf, um soldado afegão e um civil americano ficaram levemente feridos", completa o texto.

"Nenhuma informação apontou tiros inimigos na zona, estamos investigando a causa do acidente", destaca ainda o comunicado.

Pouco depois, no entanto, os talibãs anunciaram que derrubaram um helicóptero da Otan nesta terça-feira.

"Derrubamos um helicóptero das forças estrangeiras no distrito de Daychopan e matamos mais de 10 soldados", declarou à AFP Yusus Ahmadi, porta-voz dos extremistas.

Em apenas nove meses, 2010 é o ano mais violento para as tropas internacionais desde a queda do regime talibã no fim de 2001, expulsos do poder por uma coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, segundo uma contagem da AFP com base em dados do site independente icasualties.org.

O ano de 2009, com 521 soldados mortos, havia sido de longe o mais sangrento para as forças estrangeiras, que enfrentam há três anos uma considerável intensificação da insurreição talibã.

A grande maioria das vítimas entre os soldados internacionais é de americanos, com 2.097 mortos em nove anos. As tropas dos Estados Unidos representam atualmente mais de dois terços dos 150.000 oficiais da coalizão presentes no Afeganistão.

De 60 mortos em 2004, el balançou subiu a 131 mortos em 2005, 191 em 2006, 232 em 2007, 295 em 2008, antes do grande salto a 521 em 2009.

Há pelo menos um ano, a opinião pública nos 40 países que compõem a Isaf, com os Estados Unidos à frente, se tornou majoritariamente contrária ao envio de soldados ao que cada vez mais parece um atoleiro sangrento.

A situação fez com que alguns países retirassem ou anunciassem a retirada de seus soldados e levou o presidente americano, Barack Obama, a anunciar no início do ano que os primeiros militares do país começarão a deixar o território afegão em meados de 2011.

(AFP)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Sex Set 24, 2010 1:02 pm

Palavras de Ahmadinejad sobre 11 de Setembro são “escandalosas e inaceitáveis”

24.09.2010

A chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, considerou “escandalosas e inaceitáveis” as declarações de Mahmoud Ahmadinejad sobre a “conspiração” americana por trás do 11 de Setembro de 2001. Obama considerou os comentários de Ahmadinejad “totalmente ofensivos e vergonhosos” (Shannon Stapleton/Reuters)

Ahmadinejad sugeriu na quinta-feira à noite que os atentados em Nova Iorque, Washington e Pensilvânia poderão não ter passado de uma conspiração dos Estados Unidos para relançarem a sua economia. As declarações do Presidente iraniano provocaram de imediato a saída das delegações dos EUA e dos países da UE da sala da ONU.

“Foi por isso que todos os representantes dos Vinte e Sete membros da UE saíram da sala da Assembleia Geral das Nações Unidas”, disse Ashton esta manhã em Bruxelas.

“Em nome da União Europeia, queria exprimir a minha solidariedade com todos os familiares e amigos daqueles que foram mortos ou feridos nos atentados do 11 de Setembro”, afirmou ainda a Alta Representante da UE para a Polícia Externa.

A Casa Branca fez saber que o Presidente Barack Obama considerou os comentários de Ahmadinejad “totalmente ofensivos e vergonhosos”, especialmente tendo sido proferidos em Nova Iorque, cidade onde as Torres Gémeas se desmoronaram depois de dois dos aviões desviados nos ataques nelas terem embatido.

(Público)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Ter Set 28, 2010 1:34 pm

CIA lança ataques aéreos no Paquistão para travar atentados na Europa

28.09.2010

A CIA está a efectuar ataques aéreos, em grande escala, contra zonas do Paquistão, fronteiriças com o Afeganistão, numa tentativa de frustrar eventuais atentados terroristas na Europa.

Este mês, a CIA efectuou pelo menos 20 ataques com aviões telecomandados que lançaram mísseis contra alegados alvos terroristas nas "zonas tribais" do Noroeste do Paquistão, segundo os jornais "The New York Times" e "Wall Street Journal", bem como o canal de televisão CNN.

O aumento de ataques é uma resposta a informações sobre alegadas "conspirações" para perpetrar atentados terroristas no Reino Unido, França ou Alemanha, segundo "funcionários" da CIA contactados pelo "Wall Street Journal" e outros jornais.

"O objectivo de tudo isto é abortar as conspirações terroristas, que estejam na fase de desenvolvimento, e sejam quais forem os lugares onde pretendem efetuar" os ataques, disse ontem, segunda-feira, à CNN um "funcionário" da CIA que pediu para não ser nomeado.

Por sua vez, o "The New York Times" refere que "os ataques são um reflexo da crescente frustração, tanto no Afeganistão como nos Estados Unidos, face à impressão de que o governo do Paquistão não foi suficientemente agressivo na retirada de militantes das suas bases, nas montanhas ocidentais do país".

As aCtuais operações da CIA estão centradas na região do Norte do Waziristão, considerado um "refúgio" para al-Qaeda e para talibãs.

O governo paquistanês protestou ontem formalmente pelos ataques que foram lançados nos últimos dois dias com helicópteros norte-americanos da NATO, a partir do Afeganistão, contra a zona fronteiriça do Paquistão, nos quais morreram mais de 50 pessoas.

(Jornal de Notícias)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Ter Set 28, 2010 1:43 pm

Três palestinianos mortos em raide aéreo israelita

27.09.2010

Três palestinianos foram mortos esta noite numa operação aérea israelita perto do campo El Bureij, no Sul da Faixa de Gaza, indicaram fontes hospitalares palestinianas.

Os palestinianos, que tinham descido de um carro quando foram atacados, eram membros das Brigadas Al-Quds, braço militar da Jihad Islâmica, um grupo radical palestiniano, acrescentaram as mesmas fontes.

Um porta-voz do exército israelita confirmou que foi realizado um ataque contra "um grupo de terroristas que se preparava para disparar foguetes da Faixa de Gaza para Israel".

Os pilotos indicaram que os alvos visados foram atingidos, acrescentou, sem mais pormenores.

(Jornal de Notícias)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Qua Set 29, 2010 12:46 pm

Soldados americanos drogavam-se e matavam por desporto no Afeganistão

28.09.2010

Militares americanos descreveram em vídeo o assassínio de civis afegãos. Tudo por desporto e sob o efeito de drogas, ouviu-se ontem num tribunal militar no estado de Washington, onde os cinco militares envolvidos começaram a ser julgados.

Jeremy Morlock disse que, por vezes, saiam em patrulha com o objectivo premeditado de matar civis.

Um crânio, dedos, braços, pernas e pelo menos 70 fotos de cadáveres de civis afegãos compunham a macabra colecção do sargento Calvin Gibbs, conta um dos seus camaradas, o soldado Jeremy Morlock, num vídeo obtido por duas televisões americanas.

Gibbs, Morlock e outros três militares americanos cumpriam serviço no Afeganistão, na província de Kandahar. Por vezes saiam em patrulha com o objectivo premeditado de matar civis.

Numa dessas missões capturaram um homem, agrediram-no e encostaram-no a uma parede, executando-o com uma granada e uma rajada de metralhadora.

Morlock garante que o civil tinha-se cruzado, por acaso, com o grupo e que nunca resistira à detenção.

Drogas para combater o stress

Tudo isto se passava numa unidade onde o consumo de drogas era rotineiro. "Fazia parte do dia-a-dia, principalmente naqueles de maior stresse em que era necessário um escape", confessou Emmit Quintal, outro dos envolvidos no escândalo.

Morlock revelou ainda que tomava uma série de substâncias prescritas pelos médicos do exército, por alegadamente sofrer de distúrbios mentais. Esta será a tese que o seu advogado, Michael Waddington, irá defender em tribunal.

O grupo de militares começou a ser julgado ontem na base militar de Lewis-McCordh, no estado de Washington. Na sessão de ontem, o assassínio de pelo menos três afegãos foi descrito como "um mórbido desporto para os soldados americanos".

(Expresso)

Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Sex Out 08, 2010 1:15 pm

AS PRÁTICAS MACABRAS DO TSAHAL...

O Courrier International, cita o Yediot Aharonot, o diário hebreu mais lido em Israel, que publicou um dossier com revelações dos actos de violência praticados pelos soldados israelitas sobre os corpos dos palestinianos mortos.

Segundo informações comunicadas ao jornal por soldados chocados com o comportamento macabro dos seus camaradas, circulam fotos e vídeos de militares em poses dignas de filmes de terror, em que os restos dos cadáveres são objectos de brincadeiras da pior espécie.

Perante o impacto da divulgação destas práticas a uma população muitas vezes mal informada sobre o que se passa nos territórios ocupados, o exército está a tentar minimizar o escândalo dizendo que essas fotos não passam de recordações comparáveis àquelas que qualquer pessoa pode tirar numa festa ou numa excursão.

É triste a constatação de que os soldados de Israel estão cada vez mais parecidos com os carrascos dos seus antepassados nas câmaras de gás de Auschwitz e Daschau.

(Expresso)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Qui Out 14, 2010 12:59 pm

SER TERRORISTA DÁ SAÚDE...

A Ciência estuda baixa taxa de cancro entre suicidas do Hamas...

Cientistas da prestigiada Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, descobriram que os indivíduos que integram o esquadrão de bombistas suicidas do Hamas têm 90% menos probabilidades de contraírem cancro do que o resto da população mundial.

Os investigadores alertam que ainda é muito cedo para se falar numa cura ou na melhoria da sobrevida dos doentes, porque nos indivíduos estudados foram também verificados problemas de hipertensão, colesterol e uma “acentuada tendência” para a explosão do próprio corpo.

Mas os especialistas estão espantados com a homogeneidade do grupo estudado: “É incrível, mas todos os bombistas suicidas que temos acompanhado, sem excepção, morrem depois de accionarem um cinto de explosivos”.

Por isso, os cientistas fazem questão de refrear os ânimos. “Podemos falar em avanços, mas à luz do conhecimento actual parece-nos quase impossível que uma pessoa possa usufruir de uma vida longa e saudável quando os seus membros estão espalhados pela rua e pedaços de carne do seu corpo têm de ser raspados das paredes com uma espátula”, explicam.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Sab Out 16, 2010 6:50 pm

Israel planeou guerra no Líbano antes do rapto dos seus soldados

Investigação da "New Yorker"

O Presidente George W. Bush responsabilizou o Irão e a Síria pela escalada da violência no Líbano, mas segundo uma investigação da revista New Yorker, os Estados Unidos sabiam antecipadamente de um plano de Israel para bombardear o Hezbollah antes da guerra começar. "Israel tinha um plano para atacar o Hezbollah "muito antes" do rapto dos dois soldados israelitas a 12 de Julho", escreveu o jornalista Seymour Hersh na edição que ontem chegou às bancas.

Citando várias fontes anónimas e analistas próximos do Governo norte-americano, Hersh avança que vários dirigentes israelitas viajaram até Washington para explicar o seu plano à Administração Bush e obter o seu apoio ao avanço da ofensiva militar.

"Israel começou com o vice-presidente Dick Cheney. Eles queriam ter a certeza de que tinham o seu apoio, bem como do Conselho de Segurança Nacional", revelou uma fonte anónima da Administração. Garantido o apoio de Cheney, "persuadir o Presidente [Bush] nunca foi problema, e a secretária de Estado, Condoleezza Rice também embarcou", acrescenta o jornalista.

A Administração Bush, adianta Hersh, acreditaria que uma ofensiva israelita em território libanês controlado pelo Hezbollah permitiria resolver vários "problemas" políticos: o Departamento de Estado considerava que o frágil Governo de Fouad Siniora em Beirute seria legitimado com o enfraquecimento da milícia xiita do Partido de Deus; o Pentágono previa que a experiência no País do Cedro poderia servir como "teste" a um futuro ataque aéreo norte-americano às instalações nucleares iranianas, e a Casa Branca esperava que a destruição da capacidade militar do Hezbollah protegesse Israel de uma retaliação, no caso de os Estados Unidos bombardearem o Irão.

Segundo escreve Seymour Hersh, há algum tempo que o Governo israelita alimentava a ideia de neutralizar o Hezbollah. E depois do rapto dos dois soldados israelitas, a 12 de Julho, "a Administração Bush esteve intimamente envolvida no planeamento dos ataques retaliatórios de Israel", observa o jornalista. "Os israelitas disseram-nos que era uma guerra barata com muitos benefícios. Porquê opormo-nos? Seríamos capazes de bombardear mísseis, túneis e bunkers. Era uma demonstração para o Irão", comentou à New Yorker um consultor do Governo americano com fortes ligações a Israel.

Como nota Hersh, o que nenhum departamento previu foi que a ofensiva israelita pudesse contar com uma tão séria oposição por parte do Hezbollah, nem antecipou o choque das opiniões públicas e a oposição política mundial perante o número de vítimas civis e a devastação do Líbano.

Tanto o Departamento de Estado como o Pentágono, o Governo de Israel e a Casa Branca negaram categoricamente o artigo da New Yorker. "É uma peça abundante em ficção", comentou Tony Snow, o porta-voz da Administração americana. O porta-voz do MNE israelita, Mark Regev, desmentiu a ideia de uma "operação militar premeditada em coordenação com outros". A New Yorker manteve a história e manifestou a sua confiança no jornalista.

(PÚBLICO )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Seg Out 18, 2010 1:39 pm

A GLOBALIZAÇÃO E O TERRORISMO...

Temos de aceitar que a globalização, nos ultimos 15 anos é responsável pela melhoria das condições de vida de milhares de milhões de pessoas nos paises em vias de desenvolvimento.

No entanto, não é menos verdade que existem "centenas de milhões que, pelas mais diversas razões, ficaram para trás e, até em alguns casos estão bem pior...

E são os milhões que estão pior ou na mesma que percebem que estão condenados a permanecer assim se nada mudar...

É deste caldo de ódio e desespero que saem os terroristas...

Isto será difícil de compreender pelos países mais ricos, com a América à cabeça?...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Ter Out 19, 2010 11:57 am

UMA VOZ NO DESERTO...

O jornalista Gideon Levy, judeu e israelense, publicou no Haaretz (Povo) um dos jornais de maior prestígio e circulação em Israel o artigo que segue.

“Uma bandeira negra sobre a operação em andamento em Gaza. Quando mais avança a operação mais negra se torna a bandeira. A “Chuva de Verão” que estamos fazendo cair sobre Gaza não apenas é inútil como descaradamente ilegal. Não é legal cortar a eletricidade de 750 mil pessoas não é legal obrigar 20 mil pessoas a fugirem de suas casas e transformar suas cidades em cidades fantasmas. Não é legal ainda penetrar o espaço aéreo da Síria. Finalmente, não é legal seqüestrar metade do governo palestino e uma quarta parte do seu parlamento.

Um estado que toma essas medidas já não pode ser diferençado de uma organização terrorista. Quanto mais radicais são as ações israelenses mais monstruosas e estúpidas se tornam. Ao mesmo tempo em que vai perdendo todas as suas desculpas morais mais e mais o governo de Israel demonstra que está perdendo a cabeça. Agora só podemos esperar por trégua neste fim de semana quer seja iniciada pelo Egito ou pelo primeiro ministro Ehud Olmurt , para desalento do canal 2 de Roni Daniel e da Força de Defesa Israelense. Que a trégua esperada conduza a uma mudança radical. Devemos fazer de tudo para libertar Gilad Shalit, o jovem soldado israelense seqüestrado mas o que estamos fazendo em Gaza não tem nada a ver com a sua libertação. Trata-se de um ato planejado de vingança em alta escala, do tipo que IDF e o Shin Bet, serviço de segurança interna, vinham tentando conduzir já há algum tempo;um ato planejado pela profunda frustração que os chefes militares sentem em relação à própria impotência contra os foguetes Quassams e os ousados ataques de surpresa palestinos. Há uma diferença enorme entre um Exército jogar sua frustração sobre um povo e uma operação legítima e inteligente para libertar o soldado seqüestrado.

Para evitar que o exército se transforme numa fúria assassina, será necessário um forte e judicioso escalonamento político mas Ehud Olmert e o regime de fantasia de Amir Peretz mostram-se impotentes contra o exército frustrado. Até agora aprovaram todas as decisões militares. Não é um bom presságio quer para a tentativa de libertar Shalit quer para o governo que vem se demonstrando tão fraco como o Hamas.

A única voz responsável que se ouviu até agora foi a do pai do soldado, Noam Shalit; Na hora mais difícil da sua vida, ele clama não pela belicosidade e mais danos à vida de soldados israelenses e inocentes palestinos. Contra a fúria do IDF e a arrogância dos generais Youv Gallan e Amos Galid, a voz do pai de Shalit se destaca como uma voz no deserto.

Expulsar milhares de miseráveis de suas cabanas localizadas a quilômetros de onde estaria o soldado seqüestrado nada tem a ver com o apelo emocionado de um pai. É uma vergonha que exatamente a sua voz não seja ouvida.

A legitimidade da ação do nosso exército acabou quando começou. Não é por acaso que ninguém menciona o dia anterior ao ataque ao forte Kerem Shalom pelos palestinos quando seqüestramos dois civis, um médico e seu irmão de suas casas em Gaza. Qual a diferença entre nós e eles? Nós seqüestramos paisanos e eles um soldado, nós somos um Estado e eles uma organização terrorista. Como Amos Gilad soa patético e ridículo quando diz que capturar Shalit foi um ato ilegal e ilegítimo ao contrário dos nossos que raptamos civis de suas casas. Como pode proclamar que “a cabeça da serpente” está em Damasco quando usa exatamente os mesmos métodos?

É verdade que a IDF seqüestra civis – e o faz freqüentemente – não é para matá-los mais tarde. Mas algumas vezes eles são encontrados mortos à porta de suas residências e outras servem de fichas de barganha como aconteceu no Líbano e acontece agora com os parlamentares palestinos. Imagino como o mundo urraria se palestinos sequestrassem meio parlamento israelense!

Punição coletiva além de ilegítima não tem um pingo de inteligência. Para onde fugirão os habitantes de Beit Hanun? Com típica crueldade os militares dizem que eles não foram expulsos mas recomendados que saíssem para seu próprio benefício. Onde pode levar este gesto desumano? Mais apoio ao governo israelense? Para um aumento na lista de informantes palestinos do Shin Bet? Poderão os miseráveis lavradores de Beit Hanun e Beit Lahin fazer alguma coisa em relação aos Quassans? Destruíram o aeroporto para libertar o jovem soldado ou o fizeram só para decorar as manchetes dos jornais?

Alguém, já pensou o que faríamos se os sírios derrubassem um dos nossos aviões que deram vôos rasantes sobre o palácio do presidente em Damasco? Declararíamos guerra à Síria? Uma outra guerra ilegítima? Será que o black-out em Gaza derrubará o governo Hamas ou fará com que a população se una em torno dele? E se o governo Hamas cair, como quer Washington, o que acontecerá no day after? São perguntas para as quais ninguém tem resposta. Como sempre dirão: “Silêncio que estamos atirando.” Desta vez, porém, não estamos apenas atirando. Estamos bombardeando, estilhaçando, escurecendo os céus, destruindo e impondo um cerco e seqüestrando como o pior dos terroristas. E ninguém se levanta, quebra o silêncio e pergunta: Por que diabos estamos fazendo isso e com que direito?”

(Gideon Levy)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Qui Out 21, 2010 12:09 pm

Para melhor entender o conflito do Médio Oriente...

Um fugitivo taliban, desesperado por água, arrastava-se através do deserto Afegão quando viu um oasis à distância. Na esperança de encontrar água, ele precipitou-se para lá, mas, apenas viu um velho judeu, vendendo gravatas numa bancada.

O taliban perguntou: "O senhor tem água? "

O judeu respondeu, "Não, não tenho água. O senhor gostaria de comprar uma gravata. Custa apenas 50 euros".

O taliban gritou-lhe: 'Idiota! Não preciso de uma gravata e ainda por cima caríssima. Eu preciso de Á-gu-a! Eu deveria matar-te, mas primeiro preciso encontrar água!"

"OK", disse o velho judeu, "não importa que não queira comprar uma gravata e que o senhor me odeie. Vou mostrar-lhe que não sou mesquinho. Se você continuar ao longo daquele morro ali, a leste, a cerca de duas milhas, você encontrará um lindo restaurante. Ele tem toda a água fria que você precisa. Shalom ".

Resmungando, o taliban subiu penosamente a montanha.

Várias horas depois ele regressou, quase morto, exclamando: "O filho da puta do seu irmão não me quer deixar entrar no restaurante sem usar gravata!."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Ter Out 26, 2010 2:40 pm

Tensão aumenta em Washington depois da divulgação do WikiLeaks

26.10.2010

O conselho de segurança iraquiano anunciou a criação de um comité especial para analisar os 400 mil documentos secretos divulgados pelo site WikiLeaks. Depois do vice-primeiro-ministro britânico ter classificado as revelações como "graves", ontem foi a vez do Conselho de Cooperação do Golfo formado por seis países árabes - Bahrein, Kuwait, Oman, Qatar, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos - pedir a Washington para investigar de forma "séria e transparente" os alegados "crimes contra a Humanidade" no Iraque.

Segundo um comunicado enviado ontem pelo conselho, o comité será presidido pelo ministro da Justiça iraquiano, Dara Nur al-Din, e contará com a participação de representantes do Ministério da Segurança. "Vamos punir toda e qualquer pessoa que tente violar os direitos do povo iraquiano, sejam iraquianos ou não", diz o documento admitindo porém ter dúvidas sobre a veracidade das denúncias apresentadas pelo WikiLeaks, que também acusam o governo do primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, de levar a cabo assassinatos e tortura de civis.

"Parece que estas [revelações] são feitas com o consentimento dos EUA", argumentou ontem o secretário-geral do Alto Conselho Iraniano para os Direitos Humanos. "A mensagem dos documentos do WikiLeaks é que o povo iraquiano foi torturado pelas forças de segurança iraquianas e a única coisa que os americanos fizeram de mal foi ter testemunhados esse incidentes e permanecer em silêncio", continuou Mohammad-Javad Larijani em declarações à agência IRNA. O porta-voz do exército norte-americano Dave Lapan disse à BBC que as forças de segurança não tinham planos para investigar de novo os alegados abusos e que esta política é consistente com a Convenção contra a Tortura da ONU.

Julian Assange, líder da Wikileaks, disponibilizou relatos do dia-a-dia de soldados das forças de segurança iraquianas, entre 2003 e 2009, com casos de torturas com ácido, choques eléctricos, mutilações, violações e execuções arbitrárias. Os documentos sugerem que os líderes militares norte-americanos tinham conhecimento do que se estava a passar, mas que não tomaram medidas.

S. S. P.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Ter Out 26, 2010 8:43 pm

Exército britânico recomenda práticas de tortura

26.10.2010

Uma investigação do jornal inglês "The Guardian" mostra que às tropas são recomendados métodos de interrogatório que incluem a tortura

Humilhar, provocar medo, insegurança, desorientação, exaustão e ansiedade nos suspeitos que interrogam são as recomendações do exército britânico aos homens que estão no terreno.

Documentos revelado pelo jornal "The Guardian ", mostram que as tropas de Sua Majestade têm sido ensinadas a conduzir interrogatórios de uma forma que pode violar a Convenção de Genebra , documento que estabelece os direitos e deveres dos prisioneiros de guerra. Este tratado proíbe a coerção física e/ou moral para obter informações.

O jornal inglês publica o conteúdo de um powerpoint de 2005 que estabelece formas de intimidar os detidos. As instruções são claras: os prisioneiros devem ser despidos antes de serem interrogados e assim continuarem se não obedecerem às ordens dadas.

Privação do sono é "medida válida"

Um manual de 2008 sugere que os detidos sejam mantidos em condições desconfortáveis e intimidatórias, bem como o uso de vendas e algemas de plástico. A privação do sono é classificada como "uma medida válida".

Perante a recusa em responder às questões das forças armadas britânicas, aos presos deve ser proibido o contacto com outras pessoas.

Estas revelações são feitas quatro dias depois do site WikiLeaks ter revelado documentos secretos que provam abusos cometidos pelos militares no Iraque.

(Expresso)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Qui Out 28, 2010 9:17 pm

MNE francês considera inaceitáveis ameaças de Bin Laden

28.10.2010

O ministro dos Negócios Estarngeiros francês, Bernard Kouchner, considerou esta quinta-feira «inaceitáveis» as ameaças do líder da Al Qaeda, Osama Bin Laden, destinadas a França, e aproveitou para lembrar que o nível de vigilância antiterrorista no país é «extremamente elevado».

«Essas ameaças inaceitáveis não são novas», avaliou à Rádio França Internacional (RFI) o chefe da diplomacia francesa, que assegurou que é autêntica a mensagem emitida pela Al Jazeera na quarta-feira.

Kouchner indicou que o líder da Al Qaeda demonstra «oportunismo» ao aproveitar o sequestro de cinco cidadãos franceses no Níger para ameaçar a França.

Numa mensagem divulgada pela emissora do Qatar, Bin Laden assegura que o sequestro dos franceses, trabalhadores da empresa Areva no norte de Níger, é uma resposta aos ataques da França à «nação muçulmana», referindo-se à lei que proíbe o uso da burka no país e à presença de soldados franceses no Afeganistão.

O porta-voz da chancelaria francesa, Bernard Valero, por sua vez, disse que a mensagem «não faz mais que confirmar a realidade da ameaça terrorista contra a qual as autoridades francesas tomaram e continuam a tomar medidas apropriadas para garantir a segurança do território e dos franceses».

Valero também assegurou que estão a ser estudadas medidas para a libertação dos sete reféns sequestrados no Níger, entre eles os cinco franceses.

(Diário Digital)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Qui Nov 18, 2010 11:13 pm

Tribunal belga terá recebido pedido de prisão da ministra dos Negócios Estrangeiros de Israel

21.01.2009

Advogados europeus terão pedido a um tribunal belga para mandar prender a ministra dos Negócios Estrangeiros de Israel, Tzipi Livni, quando hoje ao fim do dia chegar a Bruxelas, de acordo com o jornal Haaretz.

As queixas estarão preenchidas em nome de cidadãos belgas e franceses que têm parentes que foram feridos ou mortos em Gaza, conta no seu site o jornal israelita Haaretz, citando o Jawalan.com. Ainda segundo aquele jornal, a informação do Jawalan.com estará a ser analisada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros de Israel e a embaixada israelita em Bruxelas ainda não teria sido envolvida no assunto.

A lei belga não permite a prisão de altos-funcionários estrangeiros, mas o Haaretz considera que estas queixas poderão ser embraçosas para Israel e ser o início de um conjunto de processo judiciais a ser preparados por pró-palestinianos em todo o mundo.

Pedida prisão de governantes e militares

O Haaretz noticiou também que um grupo de pessoas anónimas que se apresentaram como activistas israelitas dos direitos humanos montaram um sítio na internet a descrever alegados crimes de guerra e contra a humanidade cometidos por altos-responsáveis governamentais e oficiais das forças armadas do país, as Forças de Defesa de Israel.

O site tem como cabeçalho “Wanted” e a primeira imagem que aparece é a do ministro da Defesa, Ehud Barak. Entre os nomes acusados estão também os do primeiro-ministro, Ehud Olmert, da ministra dos Negócios Estrangeiros, Tzipi Livni, e o chefe de pessoal das Forças de Defesa de Israel.

O mesmo site, que não tem por trás nenhuma organização conhecida de defesa dos direitos humanos, explica como informar os procuradores do Tribunal Penal Internacional de Haia de que os suspeitos estão fora de Israel.

(Público)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Sex Nov 19, 2010 11:17 pm

Em Gaza, população vê Hamas mais forte

Moradores do território afirmam que ofensiva israelense trouxe adeptos à causa palestina e poder político ao grupo radical

Para palestinos, adversário fracassou em sua meta de voltar moradores de Gaza contra facção islâmica e repeliu simpatia mundial

Os 1.300 mortos, cerca de 5.500 feridos e mais de 4.000 casas destruídas na ofensiva militar de 22 dias de Israel na faixa de Gaza representaram a vitória da causa palestina e do Hamas e a derrota de Israel - ao menos na opinião de vítimas dos bombardeios ouvidas ontem pela Folha.

Se um dos objetivos de Israel era tentar voltar os palestinos contra o grupo extremista, desestabilizando-o internamente, a tática de ataque pode ter saído pela culatra.

Dos entrevistados, muitos dos quais perderam parentes e suas casas, nenhum criticou os extremistas do Hamas, nem mesmo pessoas ligadas ao rival Fatah.

Para muitos, a destruição e o grande número de mortes de civis pôs a opinião pública mundial ao lado dos palestinos e fez com que o Hamas passasse a ser tratado como governante legítimo de Gaza - o grupo, que venceu as legislativas de 2006, não é considerado interlocutor oficial nem por Israel nem pelos EUA, que o classificam como terrorista.

(Folha de S.Paulo)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anarca



Mensagens : 13405
Data de inscrição : 02/06/2009

MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Sab Nov 20, 2010 2:06 pm

“Vamos ficar no Afeganistão enquanto for preciso”

20.11.2010

O secretário-geral da NATO, Anders Fogh Rasmussen, garantiu esta manhã no recomeço dos trabalhos da Cimeira da NATO que as forças militares internacionais ficarão no Afeganistão "enquanto for necessário". "Se os inimigos do Afeganistão têm a ideia de avançar logo que sairmos daquele território, podem esquecer: vamos ficar enquanto for necessário", assegurou.

Na reunião de abertura sobre o Afeganistão com chefes de Estado e de governo e a presença do secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, o responsável da NATO começou por dizer que "hoje é um dia totalmente novo para a questão do Afeganistão". "A direcção é muito clara para uma liderança afegã e para uma propriedade afegã", acrescentou.

Rasmussen defendeu ainda, neste recomeço de cimeira, que a NATO "partilha uma visão" e que o calendário de transição para um poder e auto-determinação afegãos "começará no próximo ano". "E a estratégia definida é tão importante para nós como para o Afeganistão e para o povo afegão", acrescentou.

O secretário-geral da NATO disse ainda que - além de a força internacional ficar enquanto for necessário - a nova estratégia "é um passo decisivo para o futuro e para a consolidação de um governo afegão, mas também para que o Afeganistão possa aguentar-se nos seus próprios pés e continuar este caminho".

(Diário Económico)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O TERRORISMO INTERNACIONAL...   Hoje à(s) 6:53 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O TERRORISMO INTERNACIONAL...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» comprar na strawberry
» MEET THE SPARTANS ( OS ESPARTALHÕES)
» Dúvidas comprando no Morangão
» site com produtos exclusivos para cachos
» Internacional- Profissionais que cortam cabelos crespos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A LIBERDADE É AMORAL :: POLÍTICA-
Ir para: